A carregar...
Registo de Dominios Angolanos - .AO, .CO.AO, .ED.AO, .GV.AO, .OG.AO e .PB.AO

Graves confrontos entre militantes da UNITA e do MPLA no Huambo

1 1 1 1 1 Como classifica este artigo? 4.75 (4 Votos)

Huambo - Quatro residências queimadas e dois feridos, um deles com gravidade, é o resultado dos mais recentes confrontos entre militantes do MPLA e da UNITA na província angolana do Huambo. Enquanto isso, os dirigentes das duas forças politicas atacam-se verbalmente.


*António Capalandanda
Fonte: VOA


O incidente ocorreu recentemente no município da Caala, comuna Catata, quando apoiantes do maior partido na oposição içaram  a bandeira da UNITA, na aldeia Jimbo.


Os militantes partido no poder não aceitaram a bandeira da oposição, e daí resultou pancadaria, tendo ficado feridos dois membros do MPLA.


Em declarações à Voz da América, o secretário municipal da UNITA na Caala, Filipe Muenho, disse que, em retaliação as autoridades tradicionais mandaram queimar quatro residências na calada da noite, sendo uma na aldeia do Jimbo e as restantes na sede da comuna da Catata.


Já na comuna do Kuima, revelou a fonte, uma casa de um dos seus membros foi saqueada em pleno dia por activistas do MPLA.


O político acusou os dirigentes do partido no poder de instrumentalizarem as autoridades tradicionais para se oporem à implantação da oposição nas suas comunidades.


“Independentemente da queimadura das casas, há intimidações constantes contra os nossos militantes nessa fase de paz e reconciliação nacional” disse o Muelio acrescentado que “ estamos em fase dos preparativos das eleições e quero realçar que a paz e a democracia são dois valores políticos que se exige mutuamente”


Miguel Somaquessenge, primeiro secretário do MPLA na Caala, confirmou apenas a queima de três residências e negou as acusações.


À VOA, disse que a rejeição da fixação de bandeiras resulta dos ressentimentos do passado por parte da população pelas atrocidades cometidas pelo maior partido na oposição durante o conflito armado.


“Querem estender as suas bandeiras à força quando estamos em democracia. Devemos ter em conta o querer da comunidade e não devemos obrigar que as pessoas aceitem a nossa bandeira.”


A organização de defesa dos direitos humanos Human Rigths  Watch acusara os lideres do MPLA de nalguns casos  usarem  tais ressentimentos para impedir inserção da UNITA em comunidades rurais.






Debate o tópico nas redes sociais:





Debate no Club-K:


NOTA: Os comentários postados neste portal são publicados sem edição prévia e são da exclusiva responsabilidade dos seus autores. Por favor, leia os Termos de Uso. O Club-K reserva-se ao direito de moderar os comentários suspeitos de conter palavras ofensivas e apagar os que não cumpram as regras.



Comentários Arquivados:



Actualizar comentários 

-1 Katuva Mitwe2 02-03-2012 09:37 #37
Precisam comentar com sentido de justiça;vejamos :
Por qual motivo,é que um partido político insiste em implantar suas bandeiras nas comunidades,mes mo contra a vontade das pessoas que vivem lá?
Esse comportamento da UNITA de obrigar as pessoas a dançar ao som do seu batuque,não é ditadura?
+1 oko 02-03-2012 09:24 #36
Sim! o povo no interior nao está informado nem formado. por isso, preciso libertar o povo angalano do jugo do analfebesimo porqu é disso que o MPLA se vale para poder continuar a reinar. vejam a rádia da Igreja Católica e tantos outros meios de comunicaçao social.
+1 oko 02-03-2012 09:19 #35
Nao há mais o que fazer senao a Tiros...sem tréguas... até onde for necessario...
0 Benguelense 01-03-2012 20:35 #34
Meus irmão em 2008 estivi na provincia do HUAMBO assisti o comissio do antigo governador António Paulo karei ele intimidando o povo na comuna de Kambuengo municipio diziaem lingua nacioal:" Ene u yongoli vali o Nguela? Nda ocili ke teke liaco tayi ke tendelo ye Ekui" Querem guerra? Se não vote no 10. Sequestrando todos os populares que dizessem que pertenciam ao patido UNITA és a razão. O povo é manipulado devido o elevado grau de analfabetismo nas comunas porq em cidades o MPLA já não existe as mesmas manipulações ocorrem em grande parte na região sul do pais tais como: Benguela,Huambo ,Bié, Kuando-Kubango e Lubango . Povo Angolano todos juntos resgatemos o que é de nossa pertença.
0 KAMEIA 01-03-2012 15:27 #33
E PRECISO TER CALMA. EU ASSISTI IA PARA O BAILUNDO JUNTO A UMA ALDEIA ENCONTRAMO MUITA AGITAÇAO PARAMOS PERGUNTAMOS O QUE ESTAVAA PASSAR DISSERAM NOS QUE ERA LUTA ENTRE A UNITA E O MPLA. MORAL DA HISTORIA OS POPULARES ALEGAVAM QUE NO TEMPO DA GUERRA OS UNITAS MATARAM MUITA GENTE NESTE POVOADO E QUEIMARAM AS SUAS POBRES CASAS
-2 Merdalha 01-03-2012 14:55 #32
TuTu gostei do teu comentario em simples falaste quase tudo!!!
+1 Uige Negage 01-03-2012 14:42 #31
Aí vai a minha contribuição a respeito deste vandalismo, o MPLA não ira longe enquanto tiver membros vândalos ao seu serviço, nos devemos ter vergonha a impedir com que a Unita meta as suas bandeiras, se a Unita durante o conflito armado matou famílias, devemos reconhecer que o MPLA também o fez, o MPLA, deve incutir os membros o principio da boa urbanidade, atitude esta è desde o tempo de Agostinho Neto, o chamado Facciosismo, ainda para terminar, não descarta a possibilidade de pensar que esta atitude rinoceronte é de carácter do conhecimento do governador da província em causa, devemos aceitar que somos um só povo e uma só nação, vamos esperar que estes vândalos sejam responsabilizad os não pelo MPLA mais sim pela organização de defesa dos direitos humanos.
0 londrino 01-03-2012 13:55 #30
quem nao quer paz e democracia no pais e o MPLA, por isso estes confrontos vao sempre acontecer em qualquer parte do pais tudo por causa das eleicoes estao a intimidar as pessoas antes das eleicoes em 2012.


MPLA partido dos bandidos de Angola
0 wafukeza 01-03-2012 10:39 #29
Este é o problema de gente ignôrante sem conhecimento de nada que julga que este partido de Jes manter-se-a no poder para sempre, não ficará pedra sobre pedra que não seja derrobada acreditem Itilicos do EME.
-1 Ngonga 01-03-2012 10:37 #28
O MPLA quer confusão para permanecer no poder,caros irmãos do Huambo parem com essa burrice.
Tudo està a vista,quando o Mestre BEYE falava dos inimigos da paz muitos Angolanos pensavam que
ele estava acusando a UNITA muito pelo contrario é o MPLA que desde 1974 não quer trabalhar com os
outros.Eu sou Religioso Catolico digo ,é somente o nosso SENHOR JESUS CRISTO que aceitou receber
bancadas sem responder até a morte.As vozes gritantes jà vem à ser ouvido que no huambo os militantes
da UNITA estão à ser mortos pelos militantes do MPLA e ninguém està intervir nem as Igrejas nem os
governantes.Des ta vez vamos ver onde Angola vai parar se O MPLA não parar de matar os outros façam
mais UMA SEXTA FEIRA SANGRENTA isto vai ser pior que o RWANDA;Porque a Igreja Catolica no silencio
onde està as Igrejas evangelicas;Que r dizer estão a espera do pior é tempo de denunciar esta pratica do MPLA
os que estão à morrer tanto da UNITA quanto do MPLA são filhos desta terra;MPLA parem com esta pratica.
leftCLUB-K.net é um portal informativo angolano ao serviço de Angola, sem afiliações políticas e sem fins lucrativos cuja linha editorial consubstancia-se na divulgação dos valores dos direitos humanos, educação, justiça social, analise de informação, promoção de democracia, denuncias contra abusos e corrupção em Angola.

O CLUB-K.net foi fundado aos 7 de Novembro de 2000, e é integrado por jovens angolanos (voluntários), com missão representativa em diversos países e reconhecido a nível internacional como uma organização não governamental.

REDES SOCIAIS

NEWSLETTER

Assine a nossa Newsletter para receber novidades na sua caixa de e-mail. "Gosta" da nossa página no Facebook para receber novidades na parede do seu perfil no Facebook.

INSERE O SEU E-MAIL