A carregar...

Namibe: Violador de menores condenado a 12 anos de prisão

1 1 1 1 1 Como classifica este artigo? 0.00 (0 Votos)

Namibe - Desta vez tratou-se do agente de segurança privada de nome Luís Cativa Cassinda, pertencente a uma empresa Hiperprotecção, ao serviço do armazém Coca-Cola, localizada na saída da estrada do Namibe ao Lubango, nº 280.


* Armando Chicoca
Fonte: VOA


O Juiz de causa, Dr. Daniel Modesto Gerardes, na sentença, disse que o réu Luís Cativa Cassinda, em companhia de seu colega de serviço, ora prófugo, abusaram sexualmente as menores de 12 anos de idade, quando estas procuravam a água para saciar a sede depois destas terem percorrido longa distância a pé, quando saiam do bairro Makala para o Yayá, passando nos arredores daquele armazém.


Aproveitando-se da ingenuidade das menores, o réu Luis Cativa Cassinda e seu colega, prófugo, deixaram entrar as três menores e depois levaram-nas por detrás do armazém, onde se achava algumas viaturas, ameaçando-as, de que aqui não há entrada e não há saída.


O Réu embebedou-a com 4 cervejas antes de se envolver sexualmente com a menor, já quando eram 19 horas, altura em que os clientes e trabalhadores já não se achavam naquele local.


A fuga de uma das meninas fruto da luta, no local fez mudar o quadro, permitindo a intervenção dos familiares em resgate das duas menores que ainda se achavam no armazém da Coca-Cola local.


Os dois seguranças surpreendidos com a presença dos familiares das duas menores e, para intimida-los, dispararam com AKM, mas sem contudo terem causado vitimas, até que a policia interveio e prendeu Luís Cativa Cassinda, ora réu em julgamento, e o colega e companheiro deste posto em fuga, até hoje em parte incerta.


O cenário acontece numa altura em que há menos de quatro semanas o tribunal do Namibe julgou e condenou na pena de 12 anos e 6 meses um outro cidadão nacional, que violou sexualmente duas crianças, uma de 4 e outra de 5 anos.


E, como o crime não compensa, o Juiz de causa Dr. Daniel Modesto Gerardes, mandou para a cadeia, Luís Cativa Cassinda, em nome dos juízes do Tribunal do Namibe e do povo angolano, na pena de 12 anos de prisão efectiva, o pagamento de 50 mil kwanzas, imposto de justiça e a indemnização em Kzs ao equivalente a 500 USD americanos a vítima, por prática do crime de violação sexual a menores de 12 anos de idade.


Como sempre, segundo a legislação angolana, para as penas maiores de 2 anos, a sentença  é enviado ao Supremo Tribunal para a devida reapreciação da sentença aplicada. Tribunal do Namibe implacável contra violadores de menores, em cooperação com outros órgãos da administração da justiça na província, nomeadamente a Policia e a Procuradoria Provincial da República.






Debate o tópico nas redes sociais:





Debate no Club-K:


NOTA: Os comentários postados neste portal são publicados sem edição prévia e são da exclusiva responsabilidade dos seus autores. Por favor, leia os Termos de Uso. O Club-K reserva-se ao direito de moderar os comentários suspeitos de conter palavras ofensivas e apagar os que não cumpram as regras.



Comentários Arquivados:



Actualizar comentários 

0 Dagmar Marie 28-02-2013 13:21 #11
Onde os muçulmanos se infiltram, seja no Continente Africano, Americano ou Europeu, a pedofilia aumenta. Islamismo não é uma religião, como alegam, mas uma Seita Pedófílica e política, na qual a pedofilia é legalizada por lei do ISLÃ. Aiatolá Khomeini, o líder "religioso" dos islamitas, antes de morrer, abaixou a idade, para o "casamento" das meninas de 9 (nove) anos, para 8(oito) anos de idade. Assim, qualquer velho islamita, pode se deliciar em orgias pedofílicas, sem ser punido. Acordem para a realidade !!!
0 lisamaniquim 11-05-2012 13:10 #10
A legislacao angolana devia rever as penas para crimes de pedofolia. Doze anos eh pouco.
0 Kibeto 11-05-2012 10:29 #9
EXISTEM MUITOS PEDOFILOS NO PAIS, UNS ATE INFECTADOS COM VIRUS DO HIV ENTRE OS QUAIS GENERAIS, GOVERNANTES, EMPRESARIOS E OUTROS INDINHEIRADOS, QUE PREFEREM ENVOLVER-SE COM AS DITAS CATORZINHAS A TROCO DE BENS MATERIAIS OU FINANCEIROS, SOB O OLHAR SILENCIOSO DAS AUTORIDADES POUCO OU NADA FAZEM PARA INTIMIDAR E ESTANCAR ESTA PRATICA QUE TEM SIDO UMA CONSTANTE PRINCIPALMENTE AQUI NA CAPITAL DO PAIS NO PERIODO NOCTURNO. DE RECORDAR QUE A MAIOR PARTE DESTAS VITIMAS VIERAM DAS PROVINCIAS PARA LUTAREM PELA SOBREVIVENCIA ENTREGANDO-SE DE FORMA DESPROTEGIDA PARA AGRADAR O SEU CLIENTE OU "AMIGO" COMO ELAS CHAMAM PARA DESPISTAR A ATENCAO DOS MAIS DESTRAIDOS.
0 londrino 10-05-2012 21:03 #8
ja agora os ditos generais das FAAS e ministro que tambem se envolvem com menores de idade, ja sei esses sao intocaveis pela lei do MPLA
+1 Nacinalista-Lisboa 10-05-2012 17:31 #7
Espero que esta condenação sirva de exemplo para muitos enclusive os tais generais que têm o abito de se envolverem com menores
+2 SO MERDA 10-05-2012 11:58 #6
VIOLOU TEM 12 ANOS DE CADEIA,,SO ISSO PORQ ?O QUE ROUBA PAO DAO 10ANOS OS QUE NAO FAZEM CRIMES EM ANGOLA ESTAO PRESOS HA 32ANOS O POVO,,, PRONTOS DIMINUIRAM 12ANOS NO VIOLADOR PORQ TEM FARDAMENTO DO MPLA E CAMARADA
+1 Marcia 09-05-2012 22:30 #5
AINDA PRO CIMA COLOCA A CALISSA DO MPLA. PALAVRADORA OS DO MPLA SAO MESMO BANDIDOS EM TUDO.
+2 NGOLA YO TCHLY 09-05-2012 14:28 #4
Só mesmo os gajos do MPLA...que pratica tais acções... Ninguem mais...
+1 Se pudesse 09-05-2012 13:16 #3
é uma pena, teres tempo de passar pelo tribunal, esta camisola facilitou-te nos anos de cadeia como se faz em Angola qdo trata-se de vcs, com tantas viciadase putas por aí, palermas, ai de vcs se caissem em minhas mãos, vos enfiava o briolo no cú... depois só Deus sabe onde estariam hoje. malditos...
+3 Pantera-Negra 09-05-2012 11:07 #2
Essa é a educação que o regime impõe aos seus militantes, Mplista de m..e..r..d..a.. , esse filho-da-mãe merecia ser condenado a pena capital por linchamento.
leftCLUB-K.net é um portal informativo angolano ao serviço de Angola, sem afiliações políticas e sem fins lucrativos cuja linha editorial consubstancia-se na divulgação dos valores dos direitos humanos, educação, justiça social, analise de informação, promoção de democracia, denuncias contra abusos e corrupção em Angola.

O CLUB-K.net foi fundado aos 7 de Novembro de 2000, e é integrado por jovens angolanos (voluntários), com missão representativa em diversos países e reconhecido a nível internacional como uma organização não governamental.

REDES SOCIAIS

NEWSLETTER

Assine a nossa Newsletter para receber novidades na sua caixa de e-mail. "Gosta" da nossa página no Facebook para receber novidades na parede do seu perfil no Facebook.

INSERE O SEU E-MAIL