A carregar...

Milhões de Kwanzas foram desviados do Governo de Benguela

1 1 1 1 1 Como classifica este artigo? 0.00 (0 Votos)

Benguela  - Não se sabe ao certo quantos milhões de Kwanzas foram desviados nos últimos três anos pelos seis funcionários do Governo de Ben¬guela, que esta semana foram suspensos das suas funções. Apesar da gravidade do caso, o Executivo de Armando da Cruz Neto optou, estranhamente, pelo silêncio, numa altura em que se adensam as suspeitas do envolvimento de algumas figuras locais no «esquema» …


*Ilídio Manuel e Nelson Sul D´Angola
Fonte: Semanário Angolense

Seis trabalhadores da área dos Recursos Humanos do Governo Provincial de Benguela foram esta semana suspensos das suas actividades, por suspeita no descaminho de avultadas somas monetárias, segundo soube o Semanário Angolense de fontes ge¬ralmente bem informadas.


Os funcionários acusados de crimes de peculato, nomeadamente Silva Manuel, che¬fe de secção dos Recursos Humanos, Admir Renato, Josemar José e uma trabalhadora identificada apenas por Alice, terão adul¬terado as suas categorias profissionais, nos últimos três anos, com o objectivo de aufe¬rirem salários superiores ao que lhes cabia.


Segundo as fontes deste jornal, alguns dos funcionários em causa chegaram ao ponto de auferir salários superiores aos do próprio governador provincial de Bengue¬la, Armando da Cruz Neto, «na ordem dos sete (7) mil dólares mensais».


Aproveitando-se da sua posição privi¬legiada, já que estavam ligados à área de processamento de dados dos Recursos Hu¬manos do Governo local, alguns dos traba¬lhadores com a categoria de técnicos médios auferiam soldos de técnicos superiores.


Os trabalhadores ora suspensos não se li¬mitavam apenas a fazer trapaças nas folhas salariais, como também terão abocanhado em proveito próprio um número indeter¬minado de subsídios de ajudas de custo e de deslocação dos demais funcionários da sede do governo, sobretudo daqueles que estavam ligados à área do protocolo, assim como dos motoristas e o pessoal da segu¬rança do governador e dos seus «vices».


Não se sabe ao certo quanto terão eles arrecadado ao longo dos últimos três anos, estimando-se que seja na ordem dos milhões de Kwanzas. O certo é que existe uma vaga de descontentamento entre os funcionários que foram prejudicados com a não recepção das ajudas de custo e de outros subsídios.

Gabinete de Inspecção detecta mas limitou-se a propor transferências…


De acordo com as fontes do Se¬manário Angolense, o alega¬do descaminho de dinheiro terá sido detectado no passado mês de Abril pelo gabinete de Inspecção do Governo de Benguela. Estranhamen¬te, este órgão de fiscalização, ao invés de accionar os mecanismos previstos na Lei da Probidade Administrativa, ter-se-á li¬mitado a propor à Secretaria-geral do Go¬verno local a transferência dos referidos funcionários.


Consta que o governador tão logo re¬gressou a Benguela e teve conhecimento do caso, depois de uma prolongada estadia no exterior do país, não teve meias medidas em suspender os funcionários envolvidos na marosca, tendo inclusive exonerado Silva Manuel do cargo de chefe de secção dos Re¬cursos Humanos do GPB.


Não foi possível apurar se, para além da suspensão, Armando da Cruz mandou ins¬taurar um processo disciplinar aos funcio¬nários visados ou, ainda, se ele já accionou os mecanismos judiciais, de forma a respon¬sabilizar criminalmente os prevaricadores.


Uma fonte do sindicato dos trabalhado¬res do GPB confirmou na quinta-feira, 24, a suspensão dos seis funcionários, «de forma oficiosa», já que, segundo ele, continuava a aguardar por uma comunicação oficial.


Em Benguela, a suspensão dos referidos trabalhadores quase não causou nenhuma surpresa em alguns círculos, visto que há muito se suspeitava que os funcionários visados não levavam uma vida digna, a avaliar pelos sinais exteriores de riqueza que ostentavam.






Debate o tópico nas redes sociais:





Debate no Club-K:


NOTA: Os comentários postados neste portal são publicados sem edição prévia e são da exclusiva responsabilidade dos seus autores. Por favor, leia os Termos de Uso. O Club-K reserva-se ao direito de moderar os comentários suspeitos de conter palavras ofensivas e apagar os que não cumpram as regras.



Comentários Arquivados:



Actualizar comentários 

0 K Benguela 15-10-2012 15:10 #22
No País onde não há justiça melhor ė não ter razão
0 angola ye tu 27-08-2012 14:13 #21
quem ensinou o SAVIMBE roubar é o JES? me respondem?
0 fumela cachikengue 01-06-2012 20:02 #20
meus amigos o país é novo em leis ,toda e qualquer sugestão que é dada ,deve ter cabeça, pescoço, tronco e membros para não voltarmos ao que aconteceu durante muito tempo .Saibam que as mentes ainda não estão desarmadas completamente,p or favor tenhamos mais responsabilidad e na analise das situações .ATENÇÃO...não se esqueçam que estão a falar para a juventude que não viu quão custa fazer a guerra.Devemos encorajar ela ,no sentido da formação.são ele que vão revolucionar angola em todas as areas.
0 MAKALAKATO 30-05-2012 10:19 #19
O pais anda em debandada, tantos ministros tantos doutores, militares generais, etc, ninguem controla os camaradas que vao roubando sob o olhar silencioso de quem des(governa) esta nacao. Quem esta no poleiro a tendencia e roubar cada vez mais para enriquecimento ilicito e niguem toma medidas, temos varios flagrantes que nao adianta especificar e que ate agora nao sao esclarecidos porque ha muita boa gente metida em negociatas e estao com o rabo de palha.
0 Mau 30-05-2012 03:25 #18
Há comentários que ate deus duvida, os malandros já estao a contas com a justiça
0 JOTA B ANTUNES 29-05-2012 19:35 #17
ISTO É PROCURAR BODE EXPIATÓRIO. EM ANGOLA QUEM MANDA TUDO NA PROVÍNCIA SÃO OS GOVERNADORES. QUEM ASSINA AS FOLHAS DE SALÁRIOS SÃO OS GOVERNADORES E ADMINISTRADORES MUNICIPAIS ENTÃO SABEM DE TUDO. ONDE PARÁ O DINHEIRO DA COLABORAÇÃO DOS DOCENTES DESDE 2006? NINGUÉM DIZ NADA. COMO ESTÁ O CASO DAS RECONVERSÕES, ACTUALIZAÇÕES E RESPECTIVOS RETROACTIVOS DOS PROFESSORES DA PROVÍNCIA? NINGUÉM DIZ NADA. ESTE ANO VÃO PERDER MUITOS VOTOS, PODEM CRER. HÁ SITUAÇÕES COMO O DA REMUNERAÇÃO DOS COLABORADORES DOCENTES QUE DATA DE 2006 NO REINADO DE DUMILDE RANGEL QUE O ACTUAL GOVERNADOR NÃO CONSEGUIU RESOLVER. NÓS PROFESSORES VISADOS DA PROVÍNCIA DE BENGUELA QUEREMOS O NOSSO DINHEIRO ANTES DAS ELEIÇÕES.
0 CELSO DE ABREU BERNA 29-05-2012 17:10 #16
O EXEMPLO VEM DO EDUARDO DOS SANTOS, QUE TEM UMA ESCOLA ESPECIAL DE ROUBOS E FRAUDES, ONDE OS FILHOS DELE, TÊM AS NOTAS MAIS ELEVADAS. ESTE MAL SÓ ACABA COM A MORTE DO JES.
0 Bongani 29-05-2012 16:55 #15
epa sao salarios pagos ja uns roubam nos a ver-mos
-2 SEMPRE 29-05-2012 10:25 #14
NESTA INFORMAÇAO APENAS DIZ QUE DESVIOU-SE MILHOES, QUANTO DE CONCRETO ELES DESVIARAM, E COMO E POSSIVEL UM FUNCIONARIO SENHOR RECEBER 7.000 USD, NAS BARBARAS DOS SEUS DIRIGENTES, ARMANDO V BEM XTA SITUAÇAO, ....
-1 NEVER SERENDER 29-05-2012 09:46 #13
O MPLA NOS ENSIMOU A ROUBAR POR ISSO QUEDEPOIS DO SAVIMBI MORRER TODOS ESTAMOS A FICAR RICOS E A NOSSA RIQUEZA E MESMO DE ROUBAR O TIO ARMANDO QUER DESTRUNFAR O NOSSO SEGREDO SE O FAZER ELE TAMBEM DESVIA DEIXA SO CADA GAJO COME ONDE ESTA AMARRADO NAO CAVA MAIS ONDE OS OUTROS ESTAO A TIRAR UM POUCO VOCE JA SE ENREQUECESTE DEIXA TAMBEM OS OUTROS I
leftCLUB-K.net é um portal informativo angolano ao serviço de Angola, sem afiliações políticas e sem fins lucrativos cuja linha editorial consubstancia-se na divulgação dos valores dos direitos humanos, educação, justiça social, analise de informação, promoção de democracia, denuncias contra abusos e corrupção em Angola.

O CLUB-K.net foi fundado aos 7 de Novembro de 2000, e é integrado por jovens angolanos (voluntários), com missão representativa em diversos países e reconhecido a nível internacional como uma organização não governamental.

REDES SOCIAIS

NEWSLETTER

Assine a nossa Newsletter para receber novidades na sua caixa de e-mail. "Gosta" da nossa página no Facebook para receber novidades na parede do seu perfil no Facebook.

INSERE O SEU E-MAIL