A carregar...

Angolanos nos EUA escrevem a Hillary Clinton sobre clima eleitoral no país

1 1 1 1 1 Como classifica este artigo? 0.00 (0 Votos)

Washington – Um grupo de 33 angolanos residentes nos Estados Unidos da America subscreveu uma missiva a Secretaria de Estado, Hillary Clinton para manifestar preocupação respeitante ao clima eleitoral em Angola com realce as ameaças do partido no poder em “varrer”  adversários políticos. O Club-k.net teve acesso a missiva que pública a sua versão em Português. 


Fonte: Club-k.net

Preocupados com ameaças de “varrer” adversários

À sua  Excelentíssima Senhora
Hillary Clinton R.
Secretária de Estado
Washington D.C.
13 de agosto de 2012


Exma. Senhora Secretária de Estado


Angola, o nosso país de origem, vive hoje, um momento importante da sua história, cujo resultado vai determinar a natureza do sistema político e, a qualidade de vida sócio-econômica, das gerações futuras.


Considerando que, em 1992, a esmagadora maioria de angolanos escolheram o pluralismo político e a realização dos direitos de cidadania no contexto de um Estado democrático, sem reserva;


Considerando que, a desconfiança, a exclusão e, a falta de vontade política, resultaram num clima negativo, que levou o país de volta à guerra , após as suas primeiras eleições;


Considerando que, a continuidade das políticas de guerra justificadas pela exclusão, a marginalização do processo democrático no país, os direitos dos cidadãos seriamente ameaçada ", incentivou a propagação de abusos  da lei e um abuso assustador dos direitos humanos por parte do governo da Primeira República com o inequívoco apoio de importantes sectores da comunidade internacional;


Considerando que, durante a Segunda República os cidadãos angolanos sentiram um agravamento da sua situação sócio-econômica e uma retirada geral do processo democrático, com a aprovação da "Constituição atípica" em 2010;


Considerando que, Angola só pode superar a atual estagnação social e política, em que se encontra e, garantir a igualdade de oportunidades para todos os cidadãos, com o fortalecimento do processo democrático;


Nós, os angolanos residentes nos EUA, tomamos a liberdade de endereçar a presente Missiva, com a seguinte finalidade: declarar de forma inequívoca que, dez anos após o advento da paz, não se justifica os abusos contínuos da Lei, curiosamente praticado ao mais alto nível do escalão político, em seu próprio benefício e, de uma minoria que gravita em torno dela;


Nada justifica a opacidade de governação e nos processos de decisão referentes a questões de interesse público;


Nada justifica o recurso a violência verbal e física , actualmente vista, para impor a vontade daqueles que insistem em governar sem o pleno consentimento dos cidadãos;


Nada justifica a manipulação contínua do processo eleitoral pelo partido no poder, com a óbvia intenção de suprimir a vontade da maioria dos cidadãos;


Nada mais justifica o silêncio do cidadão, quando confrontado com violações escandalosas da lei, que possam prejudicar os seus direitos fundamentais, devidamente consagrados na "Constituição".


Nada mais justifica o silêncio cúmplice e devastador da Comunidade Internacional para o absolutismo perene e asfixiante do Presidente José Eduardo dos Santos e da subordinação da lei, para o interesse de uma minoria, que pratica o capitalismo e o saque desenfreado de recursos públicos.


Por isso, vimos por este meio expressar a nossa solidariedade incondicional com os nossos concidadãos que, em Angola, corajosamente dizem "basta" e lutam para o fortalecimento da democracia, particularmente, a realização de eleições livres, justas e transparentes, para garantirem que o vencedor das eleições, possa realmente representar, a vontade expressa da maioria dos angolanos.


Senhora Secretária de Estado, em nome da justiça e da democracia, vimos fazer um apelo urgente ao governo Americano, o de usar todos os meios diplomáticos à sua disposição, a fim de garantir que o Governo angolano seguirá a Lei da Terra em preparação, organização e condução do processo eleitoral em curso. Não faz sentido que, três semanas antes das eleições, as listas de eleitores permaneçamm inéditos e os cidadãos não tenham idéia de onde deverão depositar o seu voto.


Os partidos de oposição,concorrentes as eleições não têm acesso ao complexo sistema de contagem e tabulação de votos;


A decisão da convocação oficial do partido aos militantes para "varrer" os que se opunham ao governo e ao presidente. Finalmente, três semanas antes das eleições, o exército mobilizou um número alarmante de unidades em áreas rurais e a polícia aumentou as patrulhas, criando um clima de medo, intimidação e pressão sobre os cidadãos a votarem no partido no poder.”


Estamos convictos de que o tempo de eleições fraudulentas acabou. Como povo, os angolanos merecem a liberdade, a democracia e, um futuro melhor para os filhos dos nossos filhos.

Respeitosamente,

Angolanos Residentes nos EUA






Debate o tópico nas redes sociais:





Debate no Club-K:


NOTA: Os comentários postados neste portal são publicados sem edição prévia e são da exclusiva responsabilidade dos seus autores. Por favor, leia os Termos de Uso. O Club-K reserva-se ao direito de moderar os comentários suspeitos de conter palavras ofensivas e apagar os que não cumpram as regras.



Comentários Arquivados:



Actualizar comentários 

0 Liberdade de Angola 27-08-2012 21:02 #37
Tenho pena de ti irmao, mas sei que ha ainda o tempo de mudares esta sua visao, visto que sei que tu estas sob efeito da lavagem cerebral causado pelo regime MPLISTA, juntamente com as cadeias de comunicação social (TPA,RNA,JA- MPLISTA-JES), e uma coisa te digo, nós verdadeiros angolanos nao somos produto do zezinho, nao somos escravos deste estrangeiros, somos e sempre seremos donos desta nossa querida terra "Angola", que um dia sera governado pelo angolanos, onde o autotene será valorizado, respeitado, e viveremos em paz, em harmonia, e mostraremos ao mundo quem somos nós, viva angola
0 Luzolo Paulo 27-08-2012 13:51 #36
Manos é este o desafio e a posição de um verdadeiro patriota, porque os que estão no poder de patriotismo ja não restou nada ... só têm o espirito de roubo e corrupção . A maldade reina neles
0 hhhhhhhhhhhhhhhhhhhh 27-08-2012 13:08 #35
HÁ QUEM DIZ QUE O VOTO É IMPORTANTE.
MAS EU NESTA ELEIÇÕES EU VOTO SIM. MAS NÃO VOLTO A COMETER O MESMO ERRO. QUE FOI DE DAR O MEU VOTO AOS GATUNOS. POR ISSO MEUS IRMÃO VAMOS VOTAR. MAS NÃO VOLTAR A DAR O VOTO NOS GATUNOS.

SOBRE O LEMA: VOTAR MAS NÃO VOLTAR. (AO MESMO ERRO)
VIVA A DIFERENÇA, VIVA A MUDANÇA, VIVA O Nº 1, VIVA A UNITA, VIVA A OPOSIÇÃO, VIVA A DEMOCRACIA.
0 sabedoria 27-08-2012 08:56 #34
concordo com alguém que dissera que estamos sozinho nisso,a comunidade internacional nao quer saber de nos tão sa a lixar pro nosso socorro.
0 Pedro, Huambo 27-08-2012 08:36 #33
E,em nome de muitos que somos , solidarizo-me bastantemente com o grupo dos Angolanos residentes nos EUA que escrevem para A Sua Excelentissima Secretaria de estado Hillary Clinton . Para se acabar com o ódio político em Angola a única maneira é a alternância do poder . Porque o regime do MPLA incutiu muito e a anos que só ele sabe governar . Estamos a sofrer muito pelas mãos do ditador José Eduardo dos Santos , homem de origem confuso . Ele vê-se como Deus de Angola , mas , nós Angolanos pedimos também a Deus que desta vez com a UNITA e o Dr. Isaías Samakuva na vanguarda , os Americanos enquanto aqui na terra e como humanos nos sejam também Deus contra esse Deus José Eduardo dos Santos para nos libertar dele . O Americano com o Dr. Samakuva na vanguarda nos seja Redentor . Assim, é a nossa oração de cada dia.
0 kelendende 27-08-2012 06:30 #32
Reconheço a vossa coragem, devi8am ser todos os angolanos no mundo junto dos paíesses que têm representação em Angola.

Com EUA nada podemos esperar EXISTE UM PACTO DE SILÊNCIO, DE TOLERÂNCIA E DE CUMPLICIDADE entre a comunidade internacional e o MPLA com o seu presidente nunca eleito mas que aspira legitimidade de forma atípica.

Aqui em Angola tbm devemos fazer abaixo assinado.

Club K manda recado à UNITA para abrir um abaixo assinado já contra toda essa bandidagem.
0 Prudencia 27-08-2012 01:15 #31
De acordo com o programa dos Americanos em ser uma potencia também na Africa Austral de forma mais abrangente e dominante, eles já começaram a mexer Angola faz tempo, só náo dá conta quem não quer ver, tudo está a depender dessas eleições, O MPLA ganhando será a setença do Presidente e familia, só não percebeu quem não escuta as intervenções dos intelectuais na Radio Despertai, houve quem disse, que será melhor o Executivo rever as situações enquanto é cedo, porque depois será tarde demais. quem fala assim não esta a falar de boca pra fora porque sua analise não saiu do vazio. E é sobejamente conhecido que America não gosta plagio, ou é pro Americano ou é inimigo. Abre o Olho porque quando a situação dar errado será o próprio MPLA que vai dar costas a certos dirigentes. Abre o Olho Angolano
0 Kifinda-Uíje 27-08-2012 01:13 #30
Meus compatriota dos EUA que Deus vos abençoe pela iniciativa, estou plenamente de acordo com os comentarios do amigo ZORRO, pois que teria sido uma carta mais bombástica porque a situaçao que vivemos em Angola, somente Deus sabe. Pórém tinha de ser uma carta com um cunho mais profundo e uma imagem de tragédia, mais tocante para que realmente aquela gente atenta com o mundo pudessem ficar comovidos. Mas seja como for os Americanos sabem como vivemos cá, nao obstante interessarem-se muito com o petróleo.

Olha tenho uma experiencia muito amarga: Uma jovem que acabou por perder a sua bebé no Hospital Provincia por falta de uma assistencia médica digna. Estou muito triste e comovido com a situaçao porque presenciei o facto o que levou-me a regressar com a paciente que estive a levar para ser assistida em plena madrugada.

IRMAOS VAMOS FAZER ALGO PELOS NOSSO PAIS QUE NAO CONSEGUIRAM, PELOS NOSSOS IRMAOS, NOSSOS FILHOS, PELAS NOSSAS VIDAS SENAO AMANHA OS QUE VIEREM TERAO RAZAO SE NOS CHAMAREM BURROS-PARA VÓS AI NA DIÁSPORA FORÇA PORQUE PARA NÓS CÁ DENTRO CERCO ESTA MUITO FEIO QUEM NAO É MILITANTE DEIZEM QUE É DO OUTRO LADO, COMO SE NAO FOSSEMOS TODOS ANGOLANOS.

Kiambote kyenu, Nazmby kalusambula, yetu kwaku mpasy ingi (Abraços para voces e que Deus vos abençoe nós aqui o sofrimento é demais).
0 nelumba 26-08-2012 22:14 #29
Não se preocupa esses bajuladores ten dias contados,nesse momento,estou assistir TPAJES O barrugudo do Bento a almoçar com os taxistas ,oh meu Deus que raiva vontade e' empurrar o tal tv,poça! tanto tempo nunca lhes reconhece,hoje ja' estão a precisar voto,estão a convidar todas as instituições para o almoço maldito,com certeza ja' dominaram comida com feitiços deles que recebem na india,cuidado todos que estão a almoçarcom esses demo'nios estão a ser dominados e drogados para lhes votar,esses vampiros matam sem piedade,não aceita os convites deles,os policias gatunos qui vos roubam dinheiro todos os dias sãõ deles roubam juntos ,força os angolanos no usa,estão de parabe'ns,aqui EM angola O MPLA ja' não tem saida sabe que ningu'en vai lhe votar,agora e'organizar almoço eh todos os dias uh que muita cara de pão esses gatunos do BENTO BENGATUNO
0 kito 26-08-2012 20:17 #28
vamos ver quein sera o prosimo ladrao en angola
leftCLUB-K.net é um portal informativo angolano ao serviço de Angola, sem afiliações políticas e sem fins lucrativos cuja linha editorial consubstancia-se na divulgação dos valores dos direitos humanos, educação, justiça social, analise de informação, promoção de democracia, denuncias contra abusos e corrupção em Angola.

O CLUB-K.net foi fundado aos 7 de Novembro de 2000, e é integrado por jovens angolanos (voluntários), com missão representativa em diversos países e reconhecido a nível internacional como uma organização não governamental.

NEWSLETTER

Assine a nossa Newsletter para receber novidades na sua caixa de e-mail. "Gosta" da nossa página no Facebook para receber novidades na parede do seu perfil no Facebook.

INSERE O SEU E-MAIL