A carregar...

Administração do Cacuaco vende bairro completo (com mais de 50 residentes) a um português

1 1 1 1 1 Como classifica este artigo? 0.00 (0 Votos)

Luanda – A administração municipal do Cacuaco (dirigida por Rosa João Janota Dias dos Santos) é acusada pelos residentes de ter vendido na totalidade o bairro Anda-Sequel – que foi atribuído aos elementos da Associação Nacional de Deficientes de Angola (ANDA) desde 2002 – a um cidadão (não identificado) de nacionalidade portuguesa, noticiou nesta terça-feira, 27, a Voz de América. Neste exacto momento encontram-se a viver no local mais de 50 numerosas famílias. 

Fonte: Club-k.net

De acordo com a fonte, no dia 22 do mês em curso, os moradores do bairro “Anda-Sequel” foram surpreendidos por um cidadão português, acompanhado de dois funcionários da administração do Cacuaco, identificados por Kufuna e João Gamba, que terão apresentado um documento da referida administração alegando que “o bairro agora era pertença daquele cidadão português”.

A acção terá enfurecido os moradores que se recusam abandonar o local por não saberem onde ir. “Apareceu aqui os senhores Kufuna e João Gamba a dizerem que nós vamos sair daqui porque venderam o bairro completo ao branco”, contou, em anonimato, uma das moradoras que recebera ameaças por parte dos vendedores. 

Os supostos ameaçadores, segundo uma outra moradora, proibiram que os residentes vazam-se as tais informações (que lhes foram comunicadas) para as estações radiofónicas luandenses. “Disseram para ninguém ir se queixar na rádio. E caso alguém desobedecer esta ordem vão agir com dureza”, revelou. 

A mesma fonte avançou que o documento apresentado pelos “supostos” funcionários de administração do Cacuaco consta que o negócio foi realizado ainda este ano. “Nós estamos neste bairro desde o ano 2002, e como é que só agora aparece um estrangeiro com documento de 2012 a reivindicar o espaço?”, questionou irritadamente a fonte.

Para o melhor esclarecimento, os residentes do “Anda-Sequel” almejam marcar um encontro com a responsável máxima da administração do Cacuaco. “Infelizmente não há sinal positivo neste sentido”, disse um outro morador.

Mas em entrevista, telefonicamente, a VOA, Rosa Janota, administradora do Cacuaco, mostrou-se surpreendida. “Não sei nada disso. Eu vou saber deles agora mesmo. Vou-lhes mandar chamar, para saber o que esta acontecer”.






Debate o tópico nas redes sociais:





Debate no Club-K:


NOTA: Os comentários postados neste portal são publicados sem edição prévia e são da exclusiva responsabilidade dos seus autores. Por favor, leia os Termos de Uso. O Club-K reserva-se ao direito de moderar os comentários suspeitos de conter palavras ofensivas e apagar os que não cumpram as regras.



Comentários Arquivados:



Actualizar comentários 

0 Angola podre 10-12-2012 20:37 #53
Pessoal vamos ser mais discreto e dizer no portugues para voltar na terra dele ja nos colonizaram muinto
0 ......... 02-12-2012 21:26 #52
até quando isso, aonde vamos com isso,
sr sr sr...
0 angolano pobre 01-12-2012 20:15 #51
MPLA , a desgraça do povo angolano
0 wazekua 01-12-2012 17:47 #50
o vendedor é o propretario do bairro ou terra. como pode vender um bairro com morador.o dinheiro foi na caixa do cacuaco.
0 Eu 01-12-2012 16:35 #49
É verdade! Eles que são [***] que se entendam..Então não são os [***] tão espertinhos como os brancos? Provem-no esta é a oportunidade... Assim vai cair por terra a teoria de que os Europeus tiveram de facto uma grande visão estratégica no assambarcamento de África, e que tal só foi possível porque quando eles chegaram a África, entraram pelas traseiras, ninguém viu, e quando se surpreenderam já eles estavam na cozinha a comer da mesma sopa...Não é? ai de quem diga que houve negociações e que o europeu leu a ganância do africano e tirou proveito dela! Em troca...de porcarias, como principalmente o vinho...riqueza s incálculáveis foram delapidadas pelo europeu..Isto aconteceu por maldade dos europeus...Ou por grande burrice do africano? então quem é mais burro? o que oferece vinho...Ou o que o bebe quer mais e se vende por isso? Aiuê! E os nossos dirigentes africanos o que andam a fazer de diferente? Quero saber...
0 LUZINGO 01-12-2012 11:29 #48
VENDERAM NÃO SÓ O BAIRRO COMO TAMBÉM AS PESSOAS. NUNCA SE VENDE UMA CASA COM ALGUEM VIVENDO NELA É CRIME E FALTA DE EDUCAÇÃO. E É O Q ELES FAZEM E SEMPRE NÃO É CASO RECENTE, A SAGA NÃO PARA.
0 LUZINGO 01-12-2012 11:26 #47
É DE LAMENTAR TUDO QUE TEM ACONTECIDO NESTE MEU E NOSSO PAÍS. É UMA GRANDE FALTA DE RESPEITO A POPULAÇÃO, ESTES TIPOS NÃO MUDAM MAIS. VÃO CONTINUAR ASSIM ENQUANTO NÃO ABRIR-MOS OS OLHOS SEJAMOS VIVOS E UNIDOS ACIMA DE TUDO IRMÃOS.
0 sebastiao 30-11-2012 19:09 #46
isto para nos em cacuaco nao é novidade porq nao é possivel nos que estamos perto do rio nao temos agua canalizado.e por isso a venda dest bairro nao é novidade porq os administrador de cacuaco oucupa tudo.
0 Zé-Ninguém 30-11-2012 18:16 #45
A administradora municipal nada faz sem a autorização do governador e este também nada faz sem o consentimento do presidente da república.
Inacreditável,português comprando um bairro habitado para sua familia,a nível do mundo isso so acontece em Angola,quando que um angolano comprara um bairro habitado em portugal?
O que o angolano espera do Zé do e do MPLA? Roubo e mentiras,so e so ,nada mais.O mundo sabe que Angola é rica mas o seu povo morre de fome,é espancado,é torturado,é executado,é violado e explorado por cima das suas riquezas.
0 X 30-11-2012 16:53 #44
Grande novidade, já estamos vendidos faz tempo. Tudo depende do JES, então só por ele (ou por orientação dele) são feitas as coisas.
leftCLUB-K.net é um portal informativo angolano ao serviço de Angola, sem afiliações políticas e sem fins lucrativos cuja linha editorial consubstancia-se na divulgação dos valores dos direitos humanos, educação, justiça social, analise de informação, promoção de democracia, denuncias contra abusos e corrupção em Angola.

O CLUB-K.net foi fundado aos 7 de Novembro de 2000, e é integrado por jovens angolanos (voluntários), com missão representativa em diversos países e reconhecido a nível internacional como uma organização não governamental.

NEWSLETTER

Assine a nossa Newsletter para receber novidades na sua caixa de e-mail. "Gosta" da nossa página no Facebook para receber novidades na parede do seu perfil no Facebook.

INSERE O SEU E-MAIL