A carregar...

Carta aberta ao ministro do Interior - Movimento Revolucionário

1 1 1 1 1 Como classifica este artigo? 0.00 (0 Votos)

A
EXMO. SR. MINISTRO DO INTERIOR ÂNGELO DE BARROS VEIGA TAVARES

LUANDA

C/C:
PROCURADOR-GERAL DA REPÚBLICA
MINISTRO DA JUSTIÇA
DIRECTOR NACIONAL DA DNIC
CHEFE DA CASA MILITAR
SECRETÁRIO DE ESTADO PARA JUVENTUDE

Assunto: Pedido de Esclarecimentos

Somos jovens membros da sociedade civil, activistas de vários extratos sociais, cientes de suas responsabilidades cívicas e sociais, dispostos a contribuir para a construção de uma sociedade participativa, livre e democrática, bem como patriótica, solidária e unida;

Estivemos no encontro convocado por S.Excia e outras entidades do poder executivo e administrativo do país no pretérito dia 20 de Dezembro de 2012, na sala de reuniões do Ministério do Interior, onde a abordagem principal centrou-se no desaparecimento de dois jovens activistas (Isaías Cassule e Alves Camulingue) desde Maio de 2012, na sequência de uma manifestação;

No final deste encontro, bem como nas comunicações feitas à imprensa, os membros do executivo ali presentes assumiram publicamente a responsabilidade, especialmente o director da DNIC (comissário-chefe Eugénio Pedro Alexandre, que tão logo chamou os familiares mais próximos das vítimas para a constituição do inquérito) de investigar e prestar esclarecimentos à Nação sobre o referido caso e o paradeiro dos activistas;

Decorrido um mês desde este encontro, não se diz nada. Nem na imprensa, nem aos familiares, muito menos aos activistas presentes na reunião ou à sociedade em geral. A nossa indignação é tanta e o nosso espanto é sem descrição quando outrora o executivo falou do caso publicamente, elogiando inclusive a iniciativa, além de garantir esclarecimentos com brevidade, hoje o caso parece estar engavetado e esquecido;

Esta atitude não nos parece de todo a mais acertada para um executivo que se diz preocupado com o bem-estar dos seus cidadãos, tanto mais quando se trata de vidas humanas em jogo;

Vimos por meio deste pedir a S.Excia. bem como ao executivo angolano, de forma geral, esclarecimentos no prazo de 15 dias a contar desde a recepção desta carta, sobre o paradeiro dos nossos amigos, VIVOS OU MORTOS! Queremos que a informação que nos prestardes, seja tornada pública nos mesmos meios usados no dia 20 para a promessa de esclarecimento e investigação do caso.

Estamos muito preocupados com o silêncio da Vossa parte. Por isso, passados os 15 dias (que achamos ser um prazo suficiente para os referidos esclarecimentos) sem informação nenhuma da vossa parte, sairemos às ruas em protesto!

Sem mais outro assunto de momento, subescrevemo-nos com votos de melhores cumprimentos e êxitos nas vossas actividades.

Luanda, 31 de Janeiro de 2013

Os subscritores:

Adolfo Campos André
Rosa Mendes
Gaspar Luamba Monteiro
Manuel Nito Alves
Mbanza Hamza






Debate o tópico nas redes sociais:





Debate no Club-K:


NOTA: Os comentários postados neste portal são publicados sem edição prévia e são da exclusiva responsabilidade dos seus autores. Por favor, leia os Termos de Uso. O Club-K reserva-se ao direito de moderar os comentários suspeitos de conter palavras ofensivas e apagar os que não cumpram as regras.



Comentários Arquivados:



Actualizar comentários 

0 Ngola Yetu 17-02-2013 21:40 #24
Ngola Yetu (Luanda-Angola) : Temos o caso do Procurador junto da policia do Soyo, que ja muito se tem falado pelas suas falcaturas que comete na quela instituicao do estado, ja devia ser movido dali, acompanhado com a equipa dele de trabalho (investigadores e o resto). Ele e o ferrenho protector dos congoleses (Langas) que roubam, matam, enfim, fazem e desfazem e mesmo apanhados em flagrante delito e levados a policia, basta falarem o lingala (wapi wapi), como se entendem, logo sao libertos, usando sempre aquele vicio deles da gasosa. . Chegou a altura de remover aquele sr daquele posto e nomear alguem com outra mentalidade, sr Governador. Faca isso para o bem do povo do Soyo.
0 gente 17-02-2013 21:36 #23
Os activistas foram mortos pelas milícias do MPLA/ZEDU. Quanto a isso não tenhamos dúvida. Mas como o executivo do MPLA quis dar-nos a volta, com uma manobra de propanganda, como já é de hábito, vamos sair a rua reclamando pela verdade.
Carga nos bandidos e ladrões do MPLA.
0 Angolano 17-02-2013 09:27 #22
Àngelo da Veiga Tavares? este Nome nao è dum cidadao Angolano. Cabo Verdiano sim!!!
-1 Brigada Quatanga 14-02-2013 11:02 #21
Por favor, filhos desta Angola...Oiçam o Dr. Kaprolopongo!!! !
-1 Dr Kaproplopongo 14-02-2013 10:50 #20
Oiçam,sintam e vejam o destapar das cortinas.A plateia já não aplaude como antes,as mentes estão a libertar-se em prol de um novo amanhecer.A LIBERDADE,exist em homens livres nas cadeias e presos nas ruas.A compreensão de que eles são mesmo o lixo do país é eminente,como a guerra pela informação.Hoje não posso comentar muito porque tenho uma ligeira caganeira gerada pelo lombi e pela galinha nacional acompanhados por um bom pirão,pois sinto mais orgulho em cada bola de cocó disparada pelo meu ânus nativo do que por esses merdosos que cagam destruição e urinam sangue inocente
+1 imparcial 13-02-2013 09:53 #19
A hipocrisia tomou conta dos governantes angolanos. Muitas foram, são e serão as vezes em que por ocasião de datas comemorativas os governantes aparecem a falar sobre a repressão, violência e crimes de toda a natureza de que foram alvo durante a luta de libertação. Hoje são eles a praticar os mesmos crimes e se calhar piores sobre os seus irmãos só porque estes entendem reclamar os seus direitos. Aqui fica a pergunta: Entre aquele que maltrata estranhos e o que maltrata os seus irmãos, qual deles é o pior? Reflitam ...
-1 Kajibanga 13-02-2013 09:32 #18
Não terão sido vocês proprios os autores do sumiço dos dois jovens para criar factos?

Não será também que foram roubar e de lá foram dados sumiço?

Como é que vocês só falam destes dois quando a TPA passa diáriamente imagens de crianças, jovens e velhos que desaparecem?

Em que parte do mundo as pessoas não desaparecem?

Seus canalhas, deixem o Governo em paz, se focês tentarem sair vão levar no focinho
+1 AVE 11-02-2013 13:12 #17
Os que raptaram a sra da UNITA no Kikolo logo apois o roubo dos votos do povo pelo MPLA, disseram que já lhes tinham jantados e que as carcaças estavam enterrados lá mesmo nos projectos deles... Assim como quiseram fazer com o Jovm Valério... Voces ainda perdem tempo em ir reunir com os Diabos lá mesmo no antro deles?!

É melhor fazerem bwe de checkups se beberam ou comeram algo lá com estes Maníacos CRLS... É só uma reacção forte das massas os fará refletir...
+2 Angolano Revoltado 11-02-2013 10:57 #16
vamos as ruas da cidade e provar que o poder pertence ao povo e não a um grupo que tudo tem e tudo pode o direto a vida e a liberdade não dever nós ser negado por eles, 15 dias nem mais um e vamos nós unir para que haja justiça nesse país
+2 Mandume 08-02-2013 18:52 #15
ok, eu acho que deviamos ter uniao neste momento tao desisivo que ate o maior partido na oposicao, na voz do seu secretario, apartir do Andulo disse que, ate em maio se JES nao se pronuciar sobre o paradeiro dos 2 dois activistas podera realizar uma manifestacao de fronte ao palacio presidencial. Portantode temos que nos juntar a oposicao para acabarmos com este regime que de governo so tem os fatos.
leftCLUB-K.net é um portal informativo angolano ao serviço de Angola, sem afiliações políticas e sem fins lucrativos cuja linha editorial consubstancia-se na divulgação dos valores dos direitos humanos, educação, justiça social, analise de informação, promoção de democracia, denuncias contra abusos e corrupção em Angola.

O CLUB-K.net foi fundado aos 7 de Novembro de 2000, e é integrado por jovens angolanos (voluntários), com missão representativa em diversos países e reconhecido a nível internacional como uma organização não governamental.

NEWSLETTER

Assine a nossa Newsletter para receber novidades na sua caixa de e-mail. "Gosta" da nossa página no Facebook para receber novidades na parede do seu perfil no Facebook.

INSERE O SEU E-MAIL