A carregar...

PGR instaura processo-crime a líder e responsáveis da igreja Universal

1 1 1 1 1 Como classifica este artigo? 0.00 (0 Votos)

Luanda – A Procuradoria-Geral da República (PGR) instaurou um processo-crime contra o líder (Augusto Dias) e responsáveis da Igreja Universal do Reino de Deus, na sequência do infausto acontecimento (que originou a morte de 16 pessoas por asfixia e esmagamento, quando pretendiam assistir a um culto) ocorrida no dia 31 de Dezembro do ano transacto, na Cidadela Desportiva, em Luanda.

Fonte: Club-k.net

De acordo com o comunicado da PGR, distribuído nesta quinta-feira, 07, à imprensa, o mesmo decorre na sequência da conclusão do inquérito instaurado por despacho, datado de 2 de Janeiro de 2013, do Presidente da República, José Eduardo dos Santos, face ao que foi preliminarmente apurado, relativamente ao assunto.

A nota adianta que o referido processo decorre sob a alçada da Direcção Nacional de Investigação e Acção Penal (DNIAP) da PGR. As actividades da IURD foram suspensas por um período de 60 dias, segundo as conclusões da Comissão de Inquérito (CI) nomeada pela Presidência da República.

Em causa está uma cerimónia, denominada "Vigília do Dia do Fim", que concentrou dezenas de milhares de pessoas que ultrapassaram, em muito, a lotação autorizada do estádio da Cidadela.

A CI concluiu ainda que as mortes se deveram à superlotação no interior e exterior do estádio da Cidadela, causada por "publicidade enganosa".

Dias antes da cerimónia, a IURD espalhou por Luanda publicidade ao evento, que designou de "Dia do Fim", na qual convidava todos a "dar um fim a todos os problemas", designadamente "doença, miséria, desemprego, feitiçaria, inveja, problemas na família, separação e dívidas".

Para a CI, esta publicidade criou, no seio dos fiéis, "uma enorme expectativa de verem resolvidos os seus problemas" e, socorrendo-se da legislação em vigor, classifica a difusão do evento como "criminosa e enganosa".

O facto da IURD não ter suspendido a cerimónia, mesmo depois de ter conhecimento da existência de vítimas mortais é outra das matérias que foi contestada pela CI.

Paralelamente ao anúncio da suspensão de actividades da IURD, a CI anunciou a proibição de quaisquer acções por parte de outras seis igrejas evangélicas, por não estarem legalizadas em Angola.

As seis confissões proibidas de levarem a cabo qualquer tipo de actividade são as Igrejas Mundial do Poder de Deus, Mundial do Reino de Deus, Mundial Internacional, Mundial da Promessa de Deus, Mundial Renovada e Igreja Evangélica Pentecostal Nova Jerusalém.






Debate o tópico nas redes sociais:





Debate no Club-K:


NOTA: Os comentários postados neste portal são publicados sem edição prévia e são da exclusiva responsabilidade dos seus autores. Por favor, leia os Termos de Uso. O Club-K reserva-se ao direito de moderar os comentários suspeitos de conter palavras ofensivas e apagar os que não cumpram as regras.



Comentários Arquivados:



Actualizar comentários 

0 cristiano hendenanye 13-02-2013 21:29 #48
É verdade irmãos, ha que fazer o melhor juizo sobre o caso porque a IURD foi a responsável pelo evento deve responder é claro, mas também as forçãs da ordem que foram mobilisadas oficialmente para assegurar as actividades da Igreja sabiam do número aproximado dos fieis que iriam fazer-se presente na cidadela desportiva, mas como não podiam cantá-los ficaram a contar estrelas o que é impossiveis de fazer. Que os órgãos indicados para conduzir a instrução do processo no final de tudo darão a conhecer o veredito.
0 Kapango 13-02-2013 19:39 #47
Desde primórdios, sabemos que a Natureza Humana tem a sua transcendencia com a Divindade, chamada no meu modesto entender; Nzambi ya Bantu ba Afrika, Nzambi Mfumu, Zambi, Ñgala, Suku Yetu, Nzambi Nzenga Mambu ba, Nzambi Mukalenga, e por assim adiante. Mas o complexo trafego Negros de Afrika para Europa e depois para America, transtornou e destruiu as nossas culturas, usos e costumes. Para poderen dominar e reinaren foi necessario eliminarem o Espirito vivente do povo Afrikano e todos os nossos Mistérios da Divindade Afrikana, Museulogico foi levado para Europa e América, provas disso ficou incutida na mente e alma do povo de que o Deus Estrangeiro é o melhor.
0 Kwenha Kwa Ngungu 12-02-2013 16:48 #46
TODAS AS SEITAS, NÃO PREGAM A PALAVRA. NÃP LEVAM O EVANGÉLIO Á TODAS AS CRIATURAS. JESUS QUANDO CURAVA NÃO FAZIA PROPAGANDA ENGANOSA.JESUS NUNCA CONVIDOU AS PESSOAS A TRAZEREM FOTOGRAFIAS, A FAZEREM PROMESSAS. JESUS TINHA COMO PRIORIDADE A PREGAÇÃO DA PALAVRA-EXPANSÃ O DO EVANGÉLIO, DAÍ A RAZÃO DO FAMOSO ´´IDE...´´ A CURA ERA UM ACTO SECUNDÁRIO NÃO PROGRAMADO, E MESMO QUANDO ERA FEITO, NÃO OBRIGAVA NINGUÉM A SEGUÍ-LO NEM A TRAZER NADA EM TROCA. CUIDADO IRMÃOS ANGOLANOS COM OS PROMOVEM MARATONAS DE BEBEDEIRAS COMO AS CURAS, PORQUE ATÉ O DIABO PODE FAZER GRANDES MILAGRES, QUE PODEM ENGANAR, SE POSSÍVEL FOR ATÉ OS ESCOLHIDOS DO DEUS VIVO.
+1 Paula 12-02-2013 11:09 #45
Eu ñ sei se é para chorar ou lamentar ñ sei se alguns de vocês viram um vídeo que esta a passar no YouTube o pastor Adir Macedo a ensinar os seus pastores a roubar nos fieis..... Estas seitas aproveitam se da fragilidade e analfabetismo destas famílias. Vê-se mesmo que ñ estão interessados nos fies. ñ conseguem ajudar o posso angolano como eles fazem no Brasil dão casas empregos etc. Eu nunca vi cá em Angola a igreja universal dar uma casa a uma família carênciada o que vimos é que aquele que tem um pouco é mais prejudicado em relação aquele que tem mais.... Por isso vamos deixar de ser hipócritas a igreja universal tem que pagar pela sua propaganda enganosa. Eles sabendo o que estava acontecer ñ pararam de dar o seu culto vê-se mesmo que os fies ñ passam de simples pobres e desgraçados só vimos uma reacção por parte da igreja universal quando as autoridades angolana pediram explicações pelo incidente.
0 mona obata 12-02-2013 09:40 #44
nao espera se nada desta PGR, estes brasileiros vao continuar a matar e a roubar as nossas familias. porque ja sabem que estes nossos orgaos de justica sao corruptos
0 helder 12-02-2013 06:52 #43
Esta tal de poncios pilatos emaix um lavado cerebral...a sua demencial e perceptivel mano. Cuide-se, acorde e volte para o mundo real.seras bem vindo
-2 JOAO LUCAS P 12-02-2013 05:14 #42
tenho muita fé qjue competentemente esta situaçao será resolvida a bem da Igreja e do Estado e melhor forma de se ultrapassar o problema é olhar pelos factores da conciliaçao que passam prima facie pela poderaçao de um conjunto de ponderáveis.
+1 Observador 11-02-2013 16:52 #41
PARABÉNS ao Estado Angolano!!! Estamos fartos destas seitas religiosas que só têm o intuito de aproveitar-se da fraqueza dos pobres e dos desesperados para obtenção do lucro fácil e, como se não bastasse, colocam em risco as vidas de cidadãos, tudo pela avidez do lucro... Para mim, a IURD e os seus sequazes, como as igrejas mundiais (daqui a nada vai surgir a igreja intergalaxical do caminho de deus, onde a pastor vai dizer que criou a sua primeira igreja no planeta Martes que fica mais próximo do paraíso, vão ver…) não passam de fracções criminosas, que usam da burla como o seu método de acção! CAMBADAS DE CRIMINOSOS!
0 Pantera-Negra 11-02-2013 15:29 #40
"Nem todo aquele que chamar senhor, senhor e evocar o nome de meu PAI, entrará no Seu Reino".

Jesus O Cristo advertiu-nos mais: "nos últimos dias do sistema iníquo de coisa surgirão muitos falsos profetas e falsas religiões e todo aquele que nela professar e acreditar será também destruído".

"Os últimos dias serão difíceis de manejar".

Por isso manos, não se deixem levar, não se desesperem e muito menos entreguem as vossas almas ao demónio disfarçado em anjo.
+1 Pantera-Negra 11-02-2013 15:17 #39
Esse processo-crime irá parir um ratinho, espero para ver.

De tão incapaz essa PGR da pouca vergonha, nada de substancial a favor da sociedade angolana deve-se aguardar.

INCOMPETENTES.

PS: Pretendo ver um dia desses, esses falsos profetas visitarem os hospitais sobretudo o Pediátrico de Luanda e Psiquiatria e curarem milagrosamente em nome da fé os vários doentes que lá se encontram a padecer, Malandros.
leftCLUB-K.net é um portal informativo angolano ao serviço de Angola, sem afiliações políticas e sem fins lucrativos cuja linha editorial consubstancia-se na divulgação dos valores dos direitos humanos, educação, justiça social, analise de informação, promoção de democracia, denuncias contra abusos e corrupção em Angola.

O CLUB-K.net foi fundado aos 7 de Novembro de 2000, e é integrado por jovens angolanos (voluntários), com missão representativa em diversos países e reconhecido a nível internacional como uma organização não governamental.

NEWSLETTER

Assine a nossa Newsletter para receber novidades na sua caixa de e-mail. "Gosta" da nossa página no Facebook para receber novidades na parede do seu perfil no Facebook.

INSERE O SEU E-MAIL