A carregar...

LIMA condena tortura contra mulheres por suposto furto de uma garrafa de champanhe

1 1 1 1 1 Como classifica este artigo? 0.00 (0 Votos)

COMUNICADO DE IMPRENSA

Foi com profunda consternação, que o Executivo Nacional da LIMA tomou contacto com um acto bárbaro que ocorre nas redes sociais, onde um determinado grupo de indivíduos, tortura barbaramente duas mulheres indefesas, num dos estabelecimentos comerciais da cidade capital, Luanda.

Tendo em conta o princípio plasmado no artigo 60* da Constituição da República de Angola, a Liga da Mulher Angolana, condena com veemência a prática brutal e desumana a que foram submetidas as mulheres, independentemente do acto que elas tivessem praticado.

Por esta grave violação dos direitos fundamentais do cidadão, a organização feminina da UNITA, apela aos órgãos competentes do Ministério da Justiça, para que se aplique aos infractores a pena merecida.

Luanda, aos 8 de Fevereiro de 2013

O Executivo Nacional da LIMA






Debate o tópico nas redes sociais:





Debate no Club-K:


NOTA: Os comentários postados neste portal são publicados sem edição prévia e são da exclusiva responsabilidade dos seus autores. Por favor, leia os Termos de Uso. O Club-K reserva-se ao direito de moderar os comentários suspeitos de conter palavras ofensivas e apagar os que não cumpram as regras.



Comentários Arquivados:



Actualizar comentários 

0 yanospin 21-02-2013 23:04 #16
Se fosse o meu marchal savimbi esse cara deveriam se queimado perante ao public vamos recua em 99 a era do savimbi as mama da oma tem q por mao neste caso ate ao fim se ele e do Empla estao dentro desta gangs so tem assassination mae do outro Tambem e tua mae nao inporta o q ela e respeitam
0 maby 14-02-2013 08:59 #15
obrigado Lima, a oma xta frustrada...
0 maby 14-02-2013 08:56 #14
matar os cães burros...
0 porto rico 12-02-2013 18:38 #13
o s os senhores tm que calar a boca ingrm acudem isso emetira nao estava bebado ou embredo sabiaoqueqelesf azia nao avolgadodestes luperos cubardos atrazados
0 kamba 12-02-2013 10:43 #12
Manos... eu mataria e deois e matava e assim o caso ficaria igual.. não me condenem porque voces irão acompanhar esse caso e verão que não vai acontecer nada porque dizem que o super mercado tem mão pesada eu conheço esses dirigentes
0 kamba 12-02-2013 10:42 #11
Manos... eu mataria e dpeois e matava e assim o caso ficaria igual.. não me condenem porque voces irão acompanhar esse caso e verão que não vai acontecer nada porque dizem que o super mercado tem mão pesada eu conheço esses dirigentes
+1 Maria 11-02-2013 12:25 #10
Tanto Ódio por uma Garrafa de Champanhe ? Homens de Angola para que tanta Maldade ?Voces todos vieram do Ventre dessas Pobres Mulheres tenham ao menos Respeito pelo Gênero Humano por Favor pedimos justiça aos Nosso Governo.
+2 Zairense Come Pessoa 10-02-2013 07:27 #9
infolcamento publico no estadio da cidadela contra aqueles selvage mental.
e o dono do armazem se for um estrangeiro, deve ser expulso de angola, assim vai educar os outros
0 por mim devem 10-02-2013 00:01 #8
e eu ate neste momento dor que essas nossas irmas ,nossas mae estao a passar neste momento nao sei se elas iram de esquecer isso que foram postos e com tantas sicatrizes em todo corpo ,
0 por mim devem 09-02-2013 23:56 #7
por mim esses ganjos para salvaquardar a moral destas senhoras, e por mesmo a lei de pena de morte ,tenhe um ditado que diz quem mata com a faca tambem more com a faca quem mata co arma tambem more com arma e tambem que viola mulher ca na europa essa pessoa nao tera piedade pela justicia ,a sua propria mulher em casa se ela nao quere fazer relacoes naquele momento e tu forcar ela e ela ligar pela policia tu seras condenado a uma pena que vai a 18 ate 20 de prisao
leftCLUB-K.net é um portal informativo angolano ao serviço de Angola, sem afiliações políticas e sem fins lucrativos cuja linha editorial consubstancia-se na divulgação dos valores dos direitos humanos, educação, justiça social, analise de informação, promoção de democracia, denuncias contra abusos e corrupção em Angola.

O CLUB-K.net foi fundado aos 7 de Novembro de 2000, e é integrado por jovens angolanos (voluntários), com missão representativa em diversos países e reconhecido a nível internacional como uma organização não governamental.

REDES SOCIAIS

NEWSLETTER

Assine a nossa Newsletter para receber novidades na sua caixa de e-mail. "Gosta" da nossa página no Facebook para receber novidades na parede do seu perfil no Facebook.

INSERE O SEU E-MAIL