Polícia nacional apresenta os "bárbaros" agressores

Luanda - Finalmente a Procuradoria-Geral da República e o Comando Provincial da Polícia de Luanda apresentaram publicamente neste sábado, 09, os 11 indivíduos que espancaram brutalmente as duas cidadãs angolanas indefesas, no interior do supermercado, Prelex, no Golf, em Luanda.

Fonte: Club-k.net

O proprietário do estabelecimento comercial, Pedro Sampaio, envolvido na acção, confessou a prática do crime. “Por intermédio de uma câmara de vídeo, detectamos as senhoras a subtraírem as bebidas da loja, e quando elas tentaram fugir da loja, começou assim o castigo”, contou.

Dona Rebeca, castigada barbaramente durante 9 horas, conta como foi espancada. “Estávamos a sair de um funeral e passamos pelo supermercado, eu vi uma garrafa de champanhe que me chamou atenção, porque nunca tinha visto antes, chamei a minha amiga, tiramos a garrafa da prateleira para poder ver melhor, e de repente apareceram 3 senhores, que pensaram que estávamos a roubar, levaram-nos para o andar de cima e começaram a nos espancar, amarram-nos e nos obrigaram a comer jindungo”, explixou.

Infelizmente até ao momento encontra-se em fuga o elemento que aparece nas imagens a beijar forçosamente uma das agredidas.

Por fim, o Club K agradece a todos aqueles que contribuíram directa ou indirectamente para que a detenção dos agressores fosse um facto. Agora esperamos que a justiça seja realmente feita e confira as imagens da TPA em anexo na qual consta depoimentos das vítimas e dos delinquentes:

 






Debate este tópico nas redes sociais:

Comente via Facebook, Hotmail, Yahoo ou AOL!




Debate este tópico no Club-K:

Comente no Anónimato (sem iniciar sessão) ou via Redes Sociais (Facebook, Twitter, Google ou Disqus)!

Quem Somos

CLUB-K ANGOLA

CLUB-K.net é um portal informativo angolano ao serviço de Angola, sem afiliações políticas e sem fins lucrativos cuja linha editorial consubstancia-se na divulgação dos valores dos direitos humanos, educação, justiça social, analise de informação, promoção de democracia, denuncias contra abusos e corrupção em Angola.

Informamos o público sobre as notícias e informações ausentes nos canais informativos estatal.  Proporcionamos ao público uma maneira de expressar publicamente as suas opiniões sobre questões que afectam o dia-a-dia, qualidade de vida, liberdades e justiças sociais em Angola... Leia mais

 
 

Direcção consultiva
- Barbosa Francisco  (New York) - IT
- Massano Jorge ( New York) - Editor Principal
- Juca Manuel (New York) - Editor
- Noel Pedro (Lisboa) - Revisor
- Marcos Miguel (Brasil) - Editor
- Júlio Beto - (Holanda) - Editor
- Simão Manuel - (França - Editor
- Juca Fernandes - (Alemanha) - Editor


Telefone: New York: (315) 636 5328

Contactos

 

  • E-mail: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

  • WhatsApp: (+244) 918 512 433 Para uso no aplicativo WhatsApp apenas!

  • Reino Unido : (+44) 784 848 9436

  • Buffalo / EUA: (+1) 347 349 9101 

  • New York /USA: (+1) 315 636 5328

Newsletter

Assine a nossa Newsletter para receber novidades diárias na sua caixa de e-mail.

INSERE O SEU E-MAIL

// TAG FOR ADVERTISEMENT