A carregar...

CASA-CE vai definir em congresso fórmula de eleição do seu presidente

1 1 1 1 1 Como classifica este artigo? 0.00 (0 Votos)

Luanda – A Convergência Ampla de Salvação de Angola - Coligação Eleitoral (CASA-CE) inicia no sábado (16/02) os preparativos para o primeiro congresso extraordinário, a realizar em Abril, quando definirá a fórmula de eleição do seu líder. O anúncio foi feito nesta quarta-feira, 13, em conferência de imprensa, em Luanda, pelo vice-presidente daquela coligação e coordenador da comissão preparatória do congresso, Manuel Fernandes.

Fonte: Lusa


O congresso, para o qual começam a ser eleitos, no sábado, os 1.100 delegados esperados, provenientes de todo o país e do estrangeiro, vai custar 60 milhões de kwanzas (462 mil euros).

A reunião vai ter como lema "Transformar, Crescer e Vencer para Realizar Angola", e uma das principais questões a debater é a forma de eleição do líder daquela coligação, atualmente dirigida por Abel Chivukuvuku.

"Até aqui, o presidente (da CASA-CE) é indicado pelos partidos que subscrevem a coligação e o debate interno que existe agora é de que o presidente deve ser eleito pelos membros da CASA-CE reunidos em congresso", referiu Manuel Fernandes.

Em declarações à imprensa, aquele dirigente político admitiu a existência de uma "forte corrente" que considera melhor a eleição do presidente em congresso e outra que defende a indicação do líder pelos partidos que subscrevem a coligação.

Segundo Manuel Fernandes, os debates continuam, podendo os membros chegar a um consenso até final deste mês. A possibilidade de transformação da coligação em partido é outro debate que está a decorrer e outro dos principais assuntos a ser abordado no congresso.

"Quando se idealizou a CASA-CE já havia esta intenção. Só não foi possível materializá-la à partida devido aos entraves que poderíamos encontrar ao longo do percurso, porque estávamos às portas das eleições. Pode-se dizer que, grosso modo, existe consenso para transformar a CASA-CE em partido", admitiu.

A CASA-CE foi criada em Abril de 2012 e participou nas eleições gerais realizadas a 31 de agosto do ano passado, nas quais alcançou 6% dos votos e elegeu oito deputados, tornando-se na terceira força política em Angola.






Debate o tópico nas redes sociais:





Debate no Club-K:


NOTA: Os comentários postados neste portal são publicados sem edição prévia e são da exclusiva responsabilidade dos seus autores. Por favor, leia os Termos de Uso. O Club-K reserva-se ao direito de moderar os comentários suspeitos de conter palavras ofensivas e apagar os que não cumpram as regras.



Comentários Arquivados:



Actualizar comentários 

0 soares 16-02-2013 16:57 #15
Minha opinião pessoal. Um dos pontos mais i importantes a ser transmitido aos estimados delegados, e a mobilização acabada jovem e as matas para que este para
Partido ou coligação tenha mais votos nas próximas eleições. Fora doutor Abel reconheço a sua capacidade de mobilização.
0 Dr. Picapau 15-02-2013 19:28 #14
Fiquei muito apavorado com a atitude do Tchekumana Otchove, aqui no Sul devemos já acordar, há muito analfabetismo político, é preciso separar as águas. O MPLA é já um partido em desuso, precisa de substituicao e o candidata ideal sem receio de errar é a CASA-CE.

Se conhecesse bem o Tchekumana nomea-lo-ia a Secretário Executivo Municipal ou do Quipungo, ou da Matala, ou da Chibia, ou da Humpata ou do Quilengues ou da Cacula.

Liga para 932348698 ou 917760367 Tchekuma Otchambangu.
0 Tchangueve 15-02-2013 16:34 #13
Mano da lição de democracia estes ditadores JES e SAMAKUVA , nos Angolanos necessitamos de lideres como tu, é uma pena q tiveste por força dos matumbos abandonar a UNITA mais tenho esperança que um dia estaremos juntos, unidos e lutando pelos nossos ideais levando este povo ter orgulho de ser Angolano, Angolano e Angolano com um país que todo humanos podem viver sem discriminação de raça, sexo, cultural e outras, o dia vai chegar, esto contígo
0 CARLOS PATRICIO 15-02-2013 13:21 #12
NOS ANGOLANOS TEMOS POR NATUREZA O VIRO DE NÃO ACREDITAR NOS Q SE FAZEM COM SACRIFICIO, PORISO DEIXO UM CONSELHO ATODOS PARA UNIRMOS ESFORÇOS PARA Q ESTE PROJECTO A SATISFAZER AS NECESSIDADES DOS ANGOLANOS, QUE ACREDITAM NA MUDANÇA E NÃO SO.
0 CARLOS PATICIO 15-02-2013 13:12 #11
SER DA CASA-CE E ACEITAR QUE TUDO E POSIVEL, PARA REALISAR O SONHO DOS ANGOLANO,ENTÃO VAMO COM CHIVUKUVUKU,TOD OS UNIDOS PELA CAUSA Q ENTDEMOS SER JUSTA.
0 VAMOS 15-02-2013 11:17 #10
VAI SER A DESTRUIÇÃO DA CASA COM FORMAÇÃO DO PARTIDO PORQUE VAI DEIXAR DE HAVER VARIOS VICES PRESIDENTES.

É O FIM DA CASA-CE PODEM CRER NÃO VAI HAVER UNIÃO.
0 Tchekumana Otyove 15-02-2013 08:10 #9
Os tais métodos a se propõe introduzir quer para a sua transformação em partido como a eleição do seu presidente ,resultará em breve trecho em fracasso, que é melhor desejo da Unita , Prs,deonde sois provenientes e a quem vocês se opõem vendo para os resultados das últimas eleições. Quero com isso mesmo dizer que tarde ou cedo chegará fim do casamento que a partida já havia deixado muitos convidados jagados e os país tristes desejos deverem os seus filho de regressos( os bons filho regressão).
0 Gnrl João Sem Terra 15-02-2013 07:35 #8
Tens e terás o meu voto.
0 Fantasma de Nito Alv 14-02-2013 23:50 #7
Ainda estamos a espera de um site da CASA-CE de um canal no youtube, um partido no pode nem deve usar um blog para dar informação

Como querem correr e mal sabem andar???
0 Dr. Picapau 14-02-2013 20:50 #6
Sou membro da CASA-CE e todo orgulho farei parte deste Congresso.

A meu ver o Presidente deve ser eleito pelos Delegados, porque a CASA-CE é composto por 4 partidos e a maior parte são cidadãos livres. O Presidente ser indicado por Partidos Coligados, estaríamos a excluir o cidadãos livres de legitimar o seu Presidente, ficando apenas no passivo, e ainda se quebraria o princípio democrático que caracteriza a Coligação. Por mais que se reconhece sem sombra de dúvida que CASA-CE só é por meio desses 4 Partidos.
Acredito que temos que mesmo transformar a Coligação em Partido para sermos mais Unidos e mais Forte rumo a Cidade Alta para realizar o Angolano.
Tudo por Angola e Uma Angola para Todos!
leftCLUB-K.net é um portal informativo angolano ao serviço de Angola, sem afiliações políticas e sem fins lucrativos cuja linha editorial consubstancia-se na divulgação dos valores dos direitos humanos, educação, justiça social, analise de informação, promoção de democracia, denuncias contra abusos e corrupção em Angola.

O CLUB-K.net foi fundado aos 7 de Novembro de 2000, e é integrado por jovens angolanos (voluntários), com missão representativa em diversos países e reconhecido a nível internacional como uma organização não governamental.

NEWSLETTER

Assine a nossa Newsletter para receber novidades na sua caixa de e-mail. "Gosta" da nossa página no Facebook para receber novidades na parede do seu perfil no Facebook.

INSERE O SEU E-MAIL