A carregar...
Registo de Dominios Angolanos - .AO, .CO.AO, .ED.AO, .GV.AO, .OG.AO e .PB.AO

Demissão em massa no jornal Continente

1 1 1 1 1 Como classifica este artigo? 0.00 (0 Votos)

Lisboa – Um grupo de profissionais do semanário angolano “O Continente”, incluindo jornalistas, editores, paginadores, revisores e fotógrafos, decidiram cruzar os braços, nesta quarta-feira, dia 13, do mês em curso, em Luanda. A razão desta paralisação dos trabalhos está no facto do sócio maioritário desta publicação, Henrique Miguel “Riquinho” ter feito descontos considerados anárquicos nos salários, já vencidos, ou seja, de Agosto, Setembro, Outubro, Novembro e Dezembro, que a empresa devia a estes profissionais.

Fonte: Club-k.net

Os mesmos revelaram a este portal que muitos trabalhadores nem sequer receberam o valor correspondente a cada metade do salário mensal, nem o 13º mês, sendo por esta razão interposto uma acção judicial, contra “Riquinho”, com o acompanhamento dos respectivos advogados, para além de uma queixa-crime na DNIC.

Os lesados acusam também “Riquinho” de ter utilizado duas folhas de salários, uma real e outra fictícia, sendo apresentada esta última ao novo sócio que custeou as despesas dos salários em atraso. Nesta operação, folha de salário fictícia e descontos anárquicos, “Riquinho” facturou mais de 20 mil dólares.

A crise que se vive no jornal “O Continente”, depois da ameaça de greve e uma série de acusações na imprensa contra “Riquinho”, está a se reflectir na qualidade deste semanário, podendo-se ver entre 70 a 80% dos textos retirados da internet.

Esta semana, com o cruzar de braços destes profissionais as coisas poderão piorar, uma vez que, para além do chefe de redacção, ficaram apenas os jornalistas Folino Sicato e Alberto Kahango.


“Não sei se o Cabila vai conseguir fechar o jornal nestas condições, a menos que voltem pelas retrospectivas até se criar uma nova equipa”, balbuciou a fonte, acrescentando que desta vez as coisas vão dar para o torto”.


Os colaboradores, Dra. Palmira Tchipilica, Isaac Neto, Hélio Martins vão também já cruzar os braços por não receberem os seus ordenados a mais de sete meses. “É o fim da picada, os outros colaboradores já desistiram há muito tempo, como o Dr. De Pippo e Martinho João, pelas mesmas razões, neste momento apenas Hélio Martins recebeu alguns tostões”, disse a fonte.

Para além destas dívidas “Riquinho” tem muitas outras espalhadas pelo país, onde vem a público a contraída pela sua empresa Casa Fone, junto ao Cine Atlântico, o que forçou o senhorio a fechar as portas com cariados e os bens desta empresa dentro, por a Casa Fone dever três anos de renda. Os trabalhadores da Casa Fone foram colocados na Casa Real como funcionários do jornal O Continente.


TRAIÇÃO

Miguel de Carvalho, director de marketing do jornal “O Continente” e editor da Revistas Eventos (que nunca mais saiu à rua) tornou-se no funcionário fiel a “Riquinho”, criando intrigas entre os colegas, até a própria contabilista, que não desempenha o seu papel porque “Riquinho” abocanha todos os poderes revelou a mesma fonte.


Mário Tito de Carvalho, para além de revisor e ocupar função de direcção no Continente é revisor, efectivo, também do jornal A Capital. “Trás informações da Capital para o Continente e vice-versa, é uma autêntica aberração, até porque o lugar de revisor na  A Capital era do Norberto Costa, que lhe pediu para tapar o furo enquanto esteve de férias, terminadas as férias, o lugar do Norberto já era”.






Debate o tópico nas redes sociais:





Debate no Club-K:


NOTA: Os comentários postados neste portal são publicados sem edição prévia e são da exclusiva responsabilidade dos seus autores. Por favor, leia os Termos de Uso. O Club-K reserva-se ao direito de moderar os comentários suspeitos de conter palavras ofensivas e apagar os que não cumpram as regras.



Comentários Arquivados:



Actualizar comentários 

0 Avó Sabalo 17-07-2013 12:19 #101
Seja honesto assume as falhas e peça ajuda. Até porque eu admirei o seu talento e coragem na montagem de grandes Espectáculos. Pensei que estivesse a ter lucros. Afinal a deitar fora o dinheiro do Povo. É assim que se intitula empresário do Povo ? Não imite o Cangamba. Peça desculpa a todos ainda que de Cabinda ao Cunene tenhamos que sociar para te ajudar a pagar a dívida, mas seja honsto consigo mesmo.Pare imediatamente e siga com respeiro e deixe desse caminho que ainda podes morrer num beco. Eu te admiro Angolano.São poucos como voçê.
0 Avó Sabalo 17-07-2013 12:13 #100
A maior parte de casas de Cultura no Partido único funcionavam. A Cultura orientava e executava a politica cultural do Pais. Víamos os Cssafi nos coqueiros, Festas da Ilha , nos Cinemas Boites e Centros Recreativos havia actividade. Em democracia tudo fica nas mãos do empresariado, enaquanto o Ministério da Cultura tem o papel de orientador e controlador. Perguntem ao Dionizio Rocha, Santocas, Franco Alexandre, Julio Silva -antigos Directores Artisticos da Cultura. Riquinho ...Pense antes de mergular e faça contas.(matemát ica)
0 Avó Sabalo 17-07-2013 12:04 #99
No Partido único era o estado que pagava os artistas, os centros Recreativos e Boites funcionavam porque havia circulares normativas que orientavam trabalho conjunto entre Cultuta, Hotelaria, Turismo e Comércio. Havia abastecimento os Centros eram obrigados a contratarem artistas ou grupos artisitcos como dança, teatro humurismo etc. O Riquinho não entende de matemática senão não teria vendido a casa da mãe sem autorização dela para começar o negócio de Espectáculo. Não utilizou a cabeça mas sim o rabo.
0 DIRECTOR 18-02-2013 07:49 #98
AGORA SE OS OUTROS 5 TRABALHADORES QUE NAO FOORAM DEMITIDOS NAO COMPARECEREM AO TRABALHO POR SOLIDARIEDADE AOS QUE FORAM DEMITIDOS LHES SERA MOVIDO NOVO PROCESSO DISCIPLINAR POR ABANDONO DO TRABALHO E A DEVIDA DISVINCULAÇAO POR CAUSA JUSTA E SERAM ADEMITIDOS NOVOS JORNALISTAS E O JORNAL JAMAIS VAI PARAR O FECHAR POR CAUSA DE 10 PESSOAS O JORNAL TEM 34 TRABALAHADORES E E O QUE PAGA OS MELHORES SALARIOS DO MERCADO O UNICO QUE DEU E DA TRANSPORTE A TODOS JORNALISTAS JA ESTAM NA FILA MAIS DE 20 JORNALISTAS PARA ENTRAREM
0 DIRECTOR 18-02-2013 07:44 #97
NAO EXISTE NENHUMA DEMISSAO EM MASSA FORAM DEMITIDOS 2 FUNCIONARIOS POR PARTICIºAREM NUMA GREVE ILEGAL E TEREM UM COMPORTAMENTO DESCIPLINAR GRAVE COMFORME DITOU O COMUNICADO DA DIRECÇAO DO JORNAL CONTINENTE ISTO ESTA PREVISTO NA LEI DA REPUBLICA DE ANGOLA LEI DA GREVE E LEI GERAL DO TRABALHO FORAM AINDA DISPENSADOS OS COLABORADORES E ESTAGIARIOS QUE COMO NAO SAO TRABALAHDORES EFECTIVOS A LEI NAO OS PERMITE PARTICIPAR EM GREVES LEGAIS MUITO MENOS EM GREVE ILEGAIS OS OUTROS 5 TRABALHADORES QUE ADERIRAM AGREVE ILEGAL PASSIFICAMENTE SEM PRONUCIAMENTOS A IMPRESA NEM ACTOS DE INDISCIPLINA FORAM SOMENTE REPRIENDIDOS POR ESCRITO E DESCONTO DOS DIAS QUE FALTARAM
0 DIRECTOR 18-02-2013 07:36 #96
RIQUINHO NAO E INQUIETO E MUITO COMPETENTE EXISTE UMA CABALA PARA POR RIQUINHO FORA DO JORNAL UM SOCIO A MANDO DE ALGUEM COMPROU ALGUNMAS ACCOES MESMO ASSIM A LINHA EDITORIAL DO JORNAL MANTEVESSE PORQUE RIQUINHO CONTINUA ASER O SOCIO MAIORITARIO A DUPLA BENTO BENTO E BENTO KANGANBA E QUE ESTAO A PAGAR ALGUNS JORNALISTAS PARA CRIAR ESTA INSTABILIDADE NO JORNAL POR CAUSA DA SURRA QUE OS DOIS APANHARAM NO JORNAL QUANDO TENTARAM AFRONTAR RIQUINHO COM MENTIRAS O JORNAL CONTINENTE NESTE MOMENTO E O MELHOR JORNAL DO PAIS JA ESTA ASER MAISLIDO QUE O PROPRIO JORNAL DE ANGOLA E A MUITO PASSOU PELO FOLHA 8 A DIFERENCIA E QUE O CONTINENTE E CERTO E SERIO E TEM COMO DONO RIQUINHO
0 Beto Baza 17-02-2013 06:37 #95
O Riquinho é muito irriquieto, qualquer dia acabará ficando sozinho e sem nada...!
0 ODKPA p/ Novangola 16-02-2013 16:36 #94
R* E* P* U* T* A* Ç* Ã* O*

Esta censura roça a insanidade mental
0 ODKPA p/ Novangola 16-02-2013 16:34 #93
R E P U T A Ç Ã O
+1 ODKPA p/ Novangola 16-02-2013 16:33 #92
SER COMPLEXADO É NÃO SE ACEITAR COMO SE É
OU CENSURAR AS PALAVRAS:
P R E T O
R E P U T A Ç Â O
C A B R A S
C U M U L O
C H I V U K U V U K U
ETC, ETC

VIVA A MESTIÇAGEM
VIVA A ANGOLANIDADE
VIVA A IRMANDADE ENTRE OS POVOS DISTINTOS
leftCLUB-K.net é um portal informativo angolano ao serviço de Angola, sem afiliações políticas e sem fins lucrativos cuja linha editorial consubstancia-se na divulgação dos valores dos direitos humanos, educação, justiça social, analise de informação, promoção de democracia, denuncias contra abusos e corrupção em Angola.

O CLUB-K.net foi fundado aos 7 de Novembro de 2000, e é integrado por jovens angolanos (voluntários), com missão representativa em diversos países e reconhecido a nível internacional como uma organização não governamental.

REDES SOCIAIS

NEWSLETTER

Assine a nossa Newsletter para receber novidades na sua caixa de e-mail. "Gosta" da nossa página no Facebook para receber novidades na parede do seu perfil no Facebook.

INSERE O SEU E-MAIL