Nerika envenenada

Lisboa – A  transferência da reclusa da prisão  de  Viana,   Nerika Ferreira Pires da Conceição  Loureiro  para a cadeia hospital do São Paulo, no bairro Nelito  Soares é justificada  pelas autoridades prisionais como conseqüência de um mau  estar da  cujos exames médicos  apontavam   para  envenenamento.

Fonte: Club-k.net

Em reação, a sessão feminina da cadeia de Viana,  redobrou  a fiscalização de  comestíveis que entram naquele estabelecimento por via familiares e visitantes.


Nerika Loureiro,  que é jurista de formação  foi condenada a 17 anos de prisão por ter sido culpada pelo assassinato  do esposo de 34 anos de idade, Lopo Loureiro, a 1 de Abril de 2010, no apartamento onde viviam no bairro Nova Vida, município do Kilamba Kiaxi.


Segundo as autoridades polícias, o homem sofreu mais de 10 golpes de tesoura e faca nas regiões do pescoço, tórax e abdómen, desconhecendo-se até ao momento, as razões do acontecido.


Nas suas diligências, a Polícia havia localizado a suposta autora do assassinato na portaria da Embaixada dos EUA, no Miramar, município da Ingombota, onde procurava refúgio, na companhia de dois filhos de pijama e sujos de sangue. Foi logo a seguir detida e condenada apresentando algo indícios de perturbações psicológicas que esta a ser igualmente observada na cadeia de São Paulo. 






Debate este tópico nas redes sociais:

Comente via Facebook, Hotmail, Yahoo ou AOL!




Debate este tópico no Club-K:

Comente no Anónimato (sem iniciar sessão) ou via Redes Sociais (Facebook, Twitter, Google ou Disqus)!

Quem Somos

CLUB-K ANGOLA

CLUB-K.net é um portal informativo angolano ao serviço de Angola, sem afiliações políticas e sem fins lucrativos cuja linha editorial consubstancia-se na divulgação dos valores dos direitos humanos, educação, justiça social, analise de informação, promoção de democracia, denuncias contra abusos e corrupção em Angola.

Informamos o público sobre as notícias e informações ausentes nos canais informativos estatal.  Proporcionamos ao público uma maneira de expressar publicamente as suas opiniões sobre questões que afectam o dia-a-dia, qualidade de vida, liberdades e justiças sociais em Angola... Leia mais

Contactos

 

  • E-mail: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

  • WhatsApp: (+244) 918 512 433 Para uso no aplicativo WhatsApp apenas!

  • Angola : (+244) 943 939 404 

  • Reino Unido : (+44) 784 848 9436

  • EUA: (+1) 347 349 9101 

Newsletter

Assine a nossa Newsletter para receber novidades diárias na sua caixa de e-mail.

INSERE O SEU E-MAIL

// TAG FOR ADVERTISEMENT