A carregar...

PR suspeito de ter entregue ao filho novo fundo para as Micro e Médias Empresas

1 1 1 1 1 Como classifica este artigo? 0.00 (0 Votos)

Lisboa – Vozes criticas,  em meios empresariais, suspeitam que o Presidente José Eduardo dos Santos terá colocado sob alçada indirecta do filho,  José Filomeno dos Santos “Zenu”,  o Fundo Activo de Capital de Risco Angolano (FACRA). Trata-se de um fundo público de capital de risco focado em apoiar as Micro, Pequenas e Médias Empresas (MPME) angolanas na criação, inovação e expansão dos seus negócios em Angola.

Fonte: Club-k.net

Sob gestão da  holding empresarial  de Zenu

O referido fundo foi criado em 2012, por JES ao abrigo do Decreto Presidencial nº108/12 de 7 de Junho.  A sua gestão foi entregue à Sociedade Kwanza Gestão de Participações,  o braço empresarial de “Zenu”  que tem como PCA,  Alberto Mendes, um jovem apontado como gestor dos interesses empresarias do filho do PR e seu aliado na JMPLA. Alberto Mendes, filho do antigo do governador do Bengo, Isalino Mendes, é secretário nacional da JMPLA para a área de estudos e assuntos econômicos.


Para se ter acesso ao mesmo fundo, tem de se passar pelo Banco Kwanza, instituição bancaria ligada a  Zenu dos Santos.  O website da FACRA (http://www.facra-angola.com) confirma que  para se beneficiar do citado fundo, requer-se de uma “Ficha de abertura de conta junto do Banco Kwanza Investimento devidamente preenchida e previamente aceite pelo serviço respectivo”.


A 11 de Agosto de 2012, o ministro da Economia, Abraão Gourgel, e o Banco de Investimento Kwanza formalizaram em Luanda, o arranque do Fundo Activo de Capital de Risco Angolano (FACRA), que conforme anunciaram estava destinado a financiar o programa “Angola Investe”, de desenvolvimento das micro, pequenas e médias empresas.


Na ocasião, Abraão Gourgel notou que o FACRA vai impulsionar capacidades de empreendedorismo e de negócios, participando activamente na gestão das Pme através do acesso a serviços profissionais de alto nível. De acordo com o mesmo até 2022, o impacto positivo do FACRA vai resultar num crescimento de mais de USD10 bilhões no Produto Interno Bruto (PIB) e na criação de mais de 500 mil novos empregos, diversificando a economia.


Foi igualmente nesta ocasião que, Alberto Mendes, o ponta de lança de Zenu,  explicou que a Sociedade Kwanza Gestão de Projectos Empresariais vai efectuar a gestão do fundo, estimulando a inovação e a competitividade nas pequenas empresas nacionais. “A gestão do fundo será feita pelo Banco Kwanza Investe, utilizando as melhores práticas internacionais, alinhada aos interesses do país”, realçou.


O FACRA, segundo o seu site, é um dos maiores Fundos de Capital de Risco presentes em África. Tem como objectivo apoiar as MPME em Angola e no continente Africano que procurem financiamento para desenvolverem grandes oportunidades, produtos, tecnologias inovadoras ou know-how necessários no mercado Angolano.   FACRA oferece às MPME uma nova plataforma de financiamento e a oportunidade de explorar o vasto mercado Angolano, quer expandindo negócios existentes ou lançando novas iniciativas.








Debate o tópico nas redes sociais:





Debate no Club-K:


NOTA: Os comentários postados neste portal são publicados sem edição prévia e são da exclusiva responsabilidade dos seus autores. Por favor, leia os Termos de Uso. O Club-K reserva-se ao direito de moderar os comentários suspeitos de conter palavras ofensivas e apagar os que não cumpram as regras.



Comentários Arquivados:



Actualizar comentários 

0 KURT KUBAIN 15-06-2013 17:03 #58
a familia real vai o meu pedido, sejam mais humanos com voces mesmos, isso não fica bem a ninguem.
0 patriota 12-06-2013 08:17 #57
vergonhosa a actução dos nossos governantes estrangeiros
0 sandra caquenda 11-06-2013 13:53 #56
Desta cuna de lobos não se espera outra coisa,
0 MISERAVEIS 24-05-2013 17:47 #55
tudo monopolizado...
0 o Militante2 17-05-2013 23:09 #54
EU DISSE ! ZEDU E SANTOMENSE E POR ISSO COME TUDO SEM DEIXAR OSSOS CONFIE EM LIDER AUTOTONE
0 Caala 07-05-2013 10:04 #53
Os Policias estão pobres e os FAAs também mais vai acabar
+1 oscar chissanga feca 05-05-2013 10:59 #52
para isto acabar J.E.S. tera de sair do poder ou morr...
+1 Turvao 05-05-2013 10:04 #51
Todos estes abusos de poder o JES nao deve ser julgado. Para min deveria ser a muito tempo destituido desde cargo público e, ainda soma e segue com os seus crimes.
+1 Tcheza 03-05-2013 19:37 #50
JES nao quer deixar nada pra ele Angola e herança do pai dele por isso esta
a dar tudo na familia dele!
0 anonimo frustrado 03-05-2013 16:06 #49
Por favor club k facam uma reportagem p saber do sofrimento dos importadores na santa clara-cunene.e k xtao a ser tao humilhads pelas alfandegas.ate parece k o dinheiro k eles pagam so chega p comprar gimboa...
leftCLUB-K.net é um portal informativo angolano ao serviço de Angola, sem afiliações políticas e sem fins lucrativos cuja linha editorial consubstancia-se na divulgação dos valores dos direitos humanos, educação, justiça social, analise de informação, promoção de democracia, denuncias contra abusos e corrupção em Angola.

O CLUB-K.net foi fundado aos 7 de Novembro de 2000, e é integrado por jovens angolanos (voluntários), com missão representativa em diversos países e reconhecido a nível internacional como uma organização não governamental.

NEWSLETTER

Assine a nossa Newsletter para receber novidades na sua caixa de e-mail. "Gosta" da nossa página no Facebook para receber novidades na parede do seu perfil no Facebook.

INSERE O SEU E-MAIL