Luanda - Um encontro de artes. Assim pode ser definido o penúltimo dia da 2ª Feira do Livro realizada pelo Instituto de Formação da Administração Local (IFAL), em Luanda. Além da comercialização de livros e CD’s dos mais variados géneros, na última quinta-feira o evento recebeu também a exposição de quadros de vários pintores nacionais.


Fonte: IFAL

A iniciativa foi crucial para atrair ainda mais expectadores ao evento, que antes mesmo do encerramento já registra recorde de público se comparado à edição do ano passado. Só no segundo dia de evento, cerca de 600 pessoas passaram pelo pátio do IFAL, conforme dados dos organizadores.


Durante a sua participação na Feira, o pintor angolano João Maleta expressou surpresa com o esforço em reunir no mesmo ambiente e divulgar todo o tipo de arte, a exemplo da literatura, música, pintura e escultura.

 
“É muito gratificante ter esse espaço. Devo ressaltar que é muito bela a iniciativa do IFAL, visto que é uma instituição vocacionada à administração, mas mesmo assim se mostrou preocupado em organizar um evento que tem a ver com arte e cultura”, frisou.


Moradora da região onde o evento está sendo realizado, Cristina Ana aproveitou a proximidade e foi conferir de perto a exposição acompanhada de toda a família. Ela garante que gostou muito do que viu.
“É uma excelente oportunidade para adquirir uns livros didácticos, entre outros artigos relacionados. Espero que programações como esta sejam realizadas com mais frequência, pois raramente essa redondeza abriga eventos assim. O IFAL está de parabéns pela iniciativa”, conclui.


Quem ainda não compareceu à 2ª Feira do Livro do IFAL ainda tem tempo. A exposição só será encerrada às 18h desta sexta-feira, em meio às comemorações pela passagem do 11º aniversário da instituição.



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: