Lisboa – Circulam em meios credíveis, da franja juvenil do partido governante em Angola, informações segundo as quais o Bureau Político (na pessoa de dois dirigentes mandatados para o efeito) chamou a razão do Primeiro Secretario Nacional da JMPLA, Sergio Luther Rescova a fim de este acautelar as recentes exonerações que procedeu na organização que dirige e que geraram descontentamentos.

Fonte: Club-k.net

De recordar que numa recente reunião ordinária do Comitê Nacional da JMPLA, realizada na cidade do Wako Kungo, o líder do braço juvenil do partido que suporta o regime afastou a sua segunda secretaria nacional, Emília Carlota Dias contra a vontade da mesma.  A também porta-voz do parlamento foi substituída por Francisco Boaventua Chipata, até apouco tempo primeiro secretário municipal da JMPLA em Viana.


Rescova terá igualmente afastado do Secretariado nacional quadros como o deputado Raúl Augusto Lima e Nhanga de Assunção que no executivo exerce as funções de Secretario de Estado para ajuventude.

De acordo com esclarecimento, quadros como a segunda figura da JMPLA, nao podem ser substituídos do cargo a margem  do congresso,  pelo que acusam a chefia desta organização de ter ignorado dos estatutos orgânicos.

Embora a reunião onde decorreu a “purga” foi assistida por um membro do Bureau Político que acompanha a JMPLA, as decisões de exoneração geraram descontentamento interno acrescido a insinuações de que a medida de Rescova foi calculada para neutralizar opositores ao congresso de 2014.


Para além de questões atinentes a vida interna da organização, a reunião na cidade do Wako Kungo analisou temas versados a estratégias para o combate ao consumo excessivo de bebidas alcoólicas, pelos jovens, o desemprego, a delinquência juvenil e a degradação de valores morais e cívicos.




DEBATE ESTE TOÓPICO NAS REDES SOCIAIS:





DEBATE ESTE TÓPICO NO ANÓNIMATO: