A carregar...

Waldemar Bastos foi considerado o 2º maior compositor do Mundo

1 1 1 1 1 Como classifica este artigo? 3.67 (3 Votos)

Luanda – O músico angolano Waldemar Bastos continua a evidenciar-se no mercado fonográfico norte-americano, onde conquistou esta madruga o segundo lugar no Concurso Internacional de Cantores e Compositores (International Songwriting Competition), na categoria "world".
 
Fonte: Angop

A confirmação foi feita hoje à Angop, pelo "manager" do artista, Apay Taskin, para quem é uma grande honra essa distinção, que tem merecido elogios de milhares de fãs do autor, endereçadas por e-mail, de várias partes do mundo.
 
 
O autor de "Lubango" obteve esse feito com a composição "Sofrimento", do álbum "Pretaluz", publicado em 1997. A letra da canção conta a história de viagem do artista, através de uma série de meditações do coração (prayerlike).
 
 
Nessa edição do concurso, que envolveu 20 mil artistas, de várias partes do mundo, divididos em várias modalidades, Waldemar Bastos só foi superado, na categoria world, pelo israelita Mira Awad, com a canção "Bahlawan-Acrobat".
 
 
O terceiro lugar coube à canção "Boom Boom", do músico norte-americano Dachee, que fechou o quadro de distinguidos nessa categoria, num universo de 16 finalistas.
 
 
O júri do concurso foi constituído por 40 músicos, muitos dos quais credenciados na "world music", tais como Tom Waits, Jeff Beck, Robert Smith, Anoushka Shankar, McCoy Tyner, Alejandro Sanz, Suzanne Vega e Bill Evans.
 
 
Contou ainda com vinte e duas personalidades da indústria discográfica, entre eles Angel Carrasco, Monte Lipman, Alison Donald, Bruce Iglauer e Leib Ostrow.
 
 
O Concurso Internacional de Cantores e Compositores inclui ainda as categorias de Adulto Contemporâneo, Americana, Blues, Música Infantil, Comédia/novela, Country, Dance/electrónica, Cantor e Compositor Folclórico, Gospel/Música Cristã, Instrumental, Jazz, Latin, Lírica, Música video, Performance, Pop/top 40, R&b/hip-hop, Rock, Teen, World e Unsigned only.
 
 
De acordo com o "manager" de Waldemar Bastos, o músico encontra-se na Alemanha e ainda hoje deve deslocar-se a Lisboa, Portugal, sem se referir a uma eventual data, nem a eventuais prémios a atribuir aos três primeiros classificados desse concurso.
 
 
Após tomar conhecimento da classificação final, Waldemar Bastos escreveu na sua página de facebook que a conquista é dedicada a Deus, aos fãs e a todos os amantes de música.
 
 
"Estou-vos grato pela vossa incomensurável ajuda. Obrigado Angola, terra em que nasci para cantar. Já era madrugada quando acabei de receber uma alegre e reconfortante notícia que tanto nos honra, por ter sido classificado em segundo lugar no Concurso Internacional de Compositores, realizado nos Estados Unidos da América, num universo de 20 mil artistas concorrentes", escreveu.
 
 
"Estamos de parabéns. A música está de parabéns, em particular a de Angola", concluiu.
 
 
Waldemar dos Santos Alonso de Almeida Bastos, conhecido como Waldemar Bastos, nasceu em MBanza Kongo, província do Zaire, a 4 de Janeiro de 1954.
 
 
É um músico e cantor angolano que combina Afro-pop, fado, soul e influências brasileiras.
 
 
Começou a cantar em uma idade muito precoce, utilizando instrumentos do seu pai. Após a independência de Angola em 1975, emigrou para Portugal, com 28 anos de idade.
 
 
Publicou vários CD, como “Estamos Juntos”, 1983,“Angola Minha Namorada”, 1989,”Pitanga Madura”, 1992, “Pretaluz”, 1997, “Pretaluz [blacklight] (Luaka Bop),“Renascence (World Connection)”, 2004, e “Love Is Blindness”, 2008.






Debate o tópico nas redes sociais:





Debate no Club-K:


NOTA: Os comentários postados neste portal são publicados sem edição prévia e são da exclusiva responsabilidade dos seus autores. Por favor, leia os Termos de Uso. O Club-K reserva-se ao direito de moderar os comentários suspeitos de conter palavras ofensivas e apagar os que não cumpram as regras.



Comentários Arquivados:



Actualizar comentários 

0 wilson luis 15-07-2013 07:13 #35
Para bens tio meu pelo grande esforco
0 barbara 30-05-2013 07:56 #34
voces sabem onde posso encontrar as letras das suas cancoes?
0 Francisco Sousa 13-05-2013 16:45 #33
Antigamente a velha Xica vendia cola e gengibre; e lá pela tarde ela lavava a roupa do patrão importante; e nós os miúdos lá da escola perguntávamo à vovó Xica qual era a razão daquele nosso sofrimento, xé minino não fala política. Mas a velha Xica embrulhada nos pensamentos, ela sabia mas não dizia a razão daquele sofrimento... xé, minino não fala política... e o tempo passou e avelha Xica só mais velha ficou... ela somente fez uma cubata com tecto de zinco... mas quem vê agora o rosto daquela senhora já não vê as rugas do sofrimento... e la agora só diz: xé minino posso morrer, já vi Angola independente... Esse kota é clássico, procurem pelo disco "CLASSICS OF MY SOUL"... se verdade for, acho que o kota merece.
0 Ngabuila. 11-05-2013 21:45 #32
Imaginem com,uma pura democracia em Angola, venceriamos various competiçoes Mundias,agora se é umbundo,kimbund o,Nganguela,Kik ongo,ou sei lá!!!não quero saber,k eu sei esse kota é muito Angolano,velha xica,kota Waldemar xtás de parabens,metest e Angola na mapaMundial.
0 escombors renascidos 10-05-2013 14:56 #31
olha laranja, minha senhora... grande composição! xto 100 palavras. dps de Teta Lando, só mesmo o kota Waldemar Basto para me fazer sentri angolano.
0 Fantasma de Nito Alv 07-05-2013 00:10 #30
E o pai natal existe?? Acreditem se quiserem
0 esunga 06-05-2013 23:20 #29
esta verdade so se encontra na musica porque vem da alma ,parabens vamos seguir os seus passos parabens
da dignidade ao nosso pais angola
0 Kalwapa de Ameida 06-05-2013 17:56 #28
Talentos temos bwé, não é só na música...
0 angolense 06-05-2013 15:26 #27
SE E BAKONGO PORQUE MUDOU MUMUILA SO ME APERSEBE HOJE QUE ELE E DO CONGO. QUE PENA MAIS E VERDADE OS BAKONGOS SAO BONS NA MUSICA
0 mimoso 06-05-2013 14:08 #26
valeu kota ,mta forca...sts a sair bem.....
leftCLUB-K.net é um portal informativo angolano ao serviço de Angola, sem afiliações políticas e sem fins lucrativos cuja linha editorial consubstancia-se na divulgação dos valores dos direitos humanos, educação, justiça social, analise de informação, promoção de democracia, denuncias contra abusos e corrupção em Angola.

O CLUB-K.net foi fundado aos 7 de Novembro de 2000, e é integrado por jovens angolanos (voluntários), com missão representativa em diversos países e reconhecido a nível internacional como uma organização não governamental.

NEWSLETTER

Assine a nossa Newsletter para receber novidades na sua caixa de e-mail. "Gosta" da nossa página no Facebook para receber novidades na parede do seu perfil no Facebook.

INSERE O SEU E-MAIL