A carregar...

Caso Jorge Valeiro: DNIC treina suposto assassino

1 1 1 1 1 Como classifica este artigo? 3.09 (16 Votos)

Lisboa – A decisão da procuradoria angolana em mandar de volta o processo dos supostos assassinos do caso Jorge Valeiro foi movida no seguimento de influencias da direção nacional de investigação criminal de Angola (DNIC) quando o processo já se encontra em fase de encaminhamento para o Tribunal.

Fonte: Club-k.net

A DNIC segundo dados tenciona reunir mais provas e fazer coincidir com as declarações, de um  suposto novo assassino recentemente capturado, com as feitas pelos outros que em Janeiro passado, o director desta instituição Eugenio Alexandre apresentou a imprensa. Naquela altura, ao falarem aos microfones da televisão, os supostos assassinos atribuíram todas as culpas da execução ao recém detido “António Nieth, também conhecido por Koko Tocha ou KT, solteiro de 22 anos de idade, a quem eles alegaram que lhe formularam o convite para se juntar a operação, horas antes do crime quando este estava de passagem pela rua e que o mesmo desconhecido seu. Passados cinco meses e no seguimento de pressões e acusações de que estaria a forjar o processo, a DNIC veio recentemente a publico dizer que já apanhou António Nieth, foragido na província do Kuando Kubango.


Na manha 20 de Maio, António Nieth foi levado para o Laboratório Central de Criminalista (LCC) para treino de controle. O termo “treino de controle” é usado internamente pelos homens da DNIC, como expressão empregue a ações de instruções sobretudo a elementos a quem os mesmos apresentam executores de determinados crime.


Há indicadores que A DNIC estaria a apresentar “falsos” assassinos, do crime contra o jovem Jorge Valeiro, a semelhança do que fez no caso da falecida deputada do MPLA, Beatriz Salocombo, há poucos anos atrás.

No dia que foram apresentados a imprensa, João Manuel Mateus "Teodoro Bate Ngo", um dos supostos implicados na morte de Jorge “Tucho” assumiu a execução do jovem, mas disse que não foram eles que queimaram o cadáver do malogrado.  A DNIC, por exemplo, alegou que eles usaram uma macaroff, ao qual foi apresentada, porem os moradores do local (que são militares) onde o crime aconteceu, alegaram que escutaram rajadas de AKM (macaroff não faz rajada).


Outro facto, a considerar foram às declarações de Manuel Lima “Bravo”, o motorista de Jessica Coelho, a ex-namoradora do falecido “Tucho” que foram feitas sob tortura e após seções de afogamento.


No entender dos familiares de Jorge Valeiro, os supostos assassinos terão sido mal preparados, o que justifica a suposta falha, razão pela qual a DNIC moveu influencia para ter o processo de volta a fim de ajustar contradições que o dossiê apresenta.






Debate o tópico nas redes sociais:





Debate no Club-K:


NOTA: Os comentários postados neste portal são publicados sem edição prévia e são da exclusiva responsabilidade dos seus autores. Por favor, leia os Termos de Uso. O Club-K reserva-se ao direito de moderar os comentários suspeitos de conter palavras ofensivas e apagar os que não cumpram as regras.



Comentários Arquivados:



Actualizar comentários 

0 eva 04-06-2013 20:28 #38
a policia ca trabalha muito mal...
0 Giselle João 04-06-2013 17:48 #37
Vemos de cada absurdos nesta cidade, fui assaltada chego a esquadra o próprio policia diz ao colega assim foram aqueles putos que ficam na paragem e ali na rua da ... eles actuam das 17hs as 20 mais ou menos, poxa! esta gente, não há o que se lhes diga.
0 mister white 04-06-2013 08:27 #36
estamos a ser protegidos por marginais que ganham o seu salario nos roubando. quase que metade do corpo da policia faz o seu segundo salario nas ruas e uns alegam que a gasosa é a lei de entendimento entre o policia e o cidadão
0 Nguendo yo Nbéu 03-06-2013 14:06 #35
lamento.
0 lisamaniquim 03-06-2013 12:02 #34
Ate agora nada? Que justica! Sera que com tantos suspeitos a policia nao tem evidencias quem foram os reais mentores deste barbaro assassinato? que Pena?
0 Munícipes de Luanda 31-05-2013 17:58 #33
General José Tavares Presidente da Comissão Administrativa do Município de Luanda parte espaço de lazer dos mais velhos(parada dos kadiaves) no Distrito Urbano do Sambizanga, na rua 12 de Julho no 31 de Maio de 2013 pelas 11 h e 30 é triste.
0 Hunguro Santos 30-05-2013 21:35 #32
O que talvez devo aqui aconselhar é optarmos pela justiça de referencia na nossa Jamba.todo aquele acusado de criminoso sem ou com provas,vai para fogueira . Ou então vamos transformar as unidades policiais em quimbandarias. Mandadas é culpado tanto acudir para não se fazer justça por mãos próprias agora viraste assassino. Fugiram das províncias estão lá em Luanda mataram assassinaram e agora...
0 WALE WALE 30-05-2013 19:37 #31
Quovadis Angola nossa até quando teremos órgãos de justiça competentes e que trabalham com isenção?
0 WALE WALE 30-05-2013 19:34 #30
Até quando teremos órgãos de justiça com isenção? Quovadis Angola nossa..
0 Muginga 30-05-2013 05:39 #29
Os homens d poder devem conversar mto com os filhos pra evitar tragédias como esta. Paz a sua alma jorge. Deus sabe todas as coisas
leftCLUB-K.net é um portal informativo angolano ao serviço de Angola, sem afiliações políticas e sem fins lucrativos cuja linha editorial consubstancia-se na divulgação dos valores dos direitos humanos, educação, justiça social, analise de informação, promoção de democracia, denuncias contra abusos e corrupção em Angola.

O CLUB-K.net foi fundado aos 7 de Novembro de 2000, e é integrado por jovens angolanos (voluntários), com missão representativa em diversos países e reconhecido a nível internacional como uma organização não governamental.

NEWSLETTER

Assine a nossa Newsletter para receber novidades na sua caixa de e-mail. "Gosta" da nossa página no Facebook para receber novidades na parede do seu perfil no Facebook.

INSERE O SEU E-MAIL