Luanda – Um destacado membro da CASA-CE, Carlos António Lopes abandonou esta coligação eleitoral para se juntar ao Bloco Democrático de Justino Pinto de Andrade.  A adesão do mesmo embora não tenha sido objecto de comentários na media angolana aconteceu num período em que um alto dirigente do BD, em Benguela, Francisco Viena teria resignado para se juntar a força política de Abel Chivukuvuku.

Fonte: Club-k.net

ImageCarlos Lopes tem a importância de ser um activo ativista político angolano que opera a partir da cidade do Porto, ao norte de Portugal.  Fora antes militante da UNITA, desde 1974 tendo integrado ao braço juvenil desta organização política até Abril de 2011.  Nas eleições de 2008, integrou nas listas de candidato a deputado pelo “Galo Negro”. Na altura desempenhava as funções de Secretário da Economia e Novas Tecnologias da Representação do Partido junto da Comunidade Angolana em Portugal entre 2007/2008.  Rompeu com o partido do “Galo Negro”, logo após Abel Chivukuvuku ter avançado com o seu próprio projecto político, a CASA-CE, ao qual Participou no Conclave em Abril de 2012. Ai foi membro efetivo do Conselho Deliberativo Nacional da CASA-CE, tendo abandonado no final do Congresso de Abril de 2013.


No seguimento da sua adesão ao Bloco Democrático, Carlos Lopes foi nomeado pela direção deste partido, a 30 de Abril para desempenhar as tarefas de Secretário Nacional de Relações Internacionais, Empreendedorismo e Novas Tecnologias.


Na política nacional, intervêm com regularidade desde 2004, nos debates da Rádio Ecclésia, na Rádio Nacional de Angola e TPA Internacional, como cidadão atento a realidade do país.  Foi convidado, em 2012, pelo Sindicato dos Jornalistas de Angola a ter uma coluna de opinião no Site do SJA, designado por “O RADAR de Carlos Lopes”.




DEBATE ESTE TOÓPICO NAS REDES SOCIAIS:





DEBATE ESTE TÓPICO NO ANÓNIMATO: