Gerente do Banco Millenium executada a facada em Luanda

Luanda  -  Depois das muitas publicações em redes sociais, como o Facebook e o Instagram,  sobre o desaparecimento de Bárbara de Sá Nogueira, aconteceu o que o povo mais temia. O calar de mais uma voz, o apagar de uma estrela, o triste desfecho de mais uma história e hoje somente lembranças na memória.


*Mariana Rodrigues
Fonte: Sapo

Mais conhecida por Samora, Bárbara de Sá Nogueira – gerente do Banco Millenium Angola (agência do edifício Sede – Joaquim Kapango) desapareceu no passado dia 30 de Maio depois de ter deixado a filha na escola. A jovem foi à Filda para uma reunião com um cliente até ao momento não identificado. Momentos depois, o seu carro de marca Nissan, modelo Juke, de cor branca foi o encontrado nas imediações com a matrícula coberta.


Atos, marido da vítima, falou esta terça-feira, à "Rádio mais"  e disse que os culpados desta barbaridade já foram identificados. Uma suposta amiga de nome Judith foi a mandante do sequestro. Em entrevista à Rádio, o marido da falecida afirmou que a própria amiga confessou o crime e mostrou à polícia nacional o local onde se encontrava o corpo da vítima explicando também como Bárbara foi assassinada.


Bárbara foi brutalmente esfaqueada tendo desta forma ficado "irreconhecível".

Que motivos poderão ter levado a amiga Judith a cometer tal atrocidade?

Em nome da família, o marido da vítima agradeceu à polícia nacional por estar a desenvolver um excelente trabalho e afirmou estar ansioso para ter a resposta da questão acima referida.






Debate este tópico nas redes sociais:

Comente via Facebook, Hotmail, Yahoo ou AOL!




Debate este tópico no Club-K:

Comente no Anónimato (sem iniciar sessão) ou via Redes Sociais (Facebook, Twitter, Google ou Disqus)!

Quem Somos

CLUB-K ANGOLA

CLUB-K.net é um portal informativo angolano ao serviço de Angola, sem afiliações políticas e sem fins lucrativos cuja linha editorial consubstancia-se na divulgação dos valores dos direitos humanos, educação, justiça social, analise de informação, promoção de democracia, denuncias contra abusos e corrupção em Angola.

Informamos o público sobre as notícias e informações ausentes nos canais informativos estatal.  Proporcionamos ao público uma maneira de expressar publicamente as suas opiniões sobre questões que afectam o dia-a-dia, qualidade de vida, liberdades e justiças sociais em Angola... Leia mais

 
 

Direcção consultiva
- Barbosa Francisco  (New York) - IT
- Massano Jorge ( New York) - Editor Principal
- Juca Manuel (New York) - Editor
- Noel Pedro (Lisboa) - Revisor
- Marcos Miguel (Brasil) - Editor
- Júlio Beto - (Holanda) - Editor
- Simão Manuel - (França - Editor
- Juca Fernandes - (Alemanha) - Editor


Telefone: New York: (315) 636 5328

Contactos

 

  • E-mail: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

  • WhatsApp: (+244) 918 512 433 Para uso no aplicativo WhatsApp apenas!

  • Reino Unido : (+44) 784 848 9436

  • Buffalo / EUA: (+1) 347 349 9101 

  • New York /USA: (+1) 315 636 5328

Newsletter

Assine a nossa Newsletter para receber novidades diárias na sua caixa de e-mail.

INSERE O SEU E-MAIL

// TAG FOR ADVERTISEMENT