A carregar...

Presidente angolano cábula durante a entrevista - Carlos Alberto

1 1 1 1 1 Como classifica este artigo? 3.65 (24 Votos)

New York - O episódio foi lastimável. Mesmo com o questionário antecipado e com perguntas genéricas e sem contra perguntas, o presidente angolano encontrou tremendas dificuldades de conectar o nexo com a lógica. Instado para argumentar sobre o modelo político existente em Angola, retorqui vagamente e explicações fora do contexto quanto a síntese da resposta seria descrever o modelo atípico que ele mesmo arquitectou.


* Foto do projecto Kissonde
Fonte: Club-k.net

JES vive numa Angola virtual

O Presidente angolano é perito em assinar comunicados e ler discursos elaborados pelos seus assessores e conselheiros. É de conhecimento geral que o presidente tem um modelo de governar na qual não permite o contraditório. A título de exemplo é a distância que tem com o povo. Não é carismático e não se identifica com o povo. Como se diz na gíria é “esperto” em coordenar políticos submissos.


Voltando a saga da entrevista divulgada ontem na SIC, diria que a quando da primeira pergunta foi visível que o líder do MPLA não só comprometeu o seu partido como os angolanos em geral. Transpirava-se todo. Estava nervoso e frustrado. Era visível que a gravata o sufocava. Os sapatos tornaram-se pequenos, a sala resumiu-se em uma cela, o ar condicionado não funcionava, perdia o gás no meio das frases, pedia ajuda silenciosa aos assistentes e só faltou gritar Socorro. Do outro lado, era  imaginário que os conselheiros estavam em pânico e frustrados a ver o desconforto do “mais velho”.

 
Enfim. Os mais atentos  -todos em geral-  aperceberam-se que o desconforto resumia-se em dois aspectos. Primeiro não parava de mover-se e esticar o pescoço porque tinha que  alcançar a última palavra ou ideia que tinha posto na cábula que tudo fazia para esconder entre os pés. O Segundo aspecto, não foi porque o presidente não sabe se exprimir na língua de Camões, mas sim, porque o que falava não conseguia conectar com a lógica e enquadrar no mundo real. É como se ele vivesse no mundo virtual de Angola e aplicar os mesmos conceitos filosóficos em Angola país aonde nós vivemos dia-a-dia.
 

Se o presidente estivesse confidente do bom trabalho que alega que faz e que sabe perfeitamente o que tem feito diariamente falaria durante a entrevista de forma natural. Exemplo:  Se o perguntassem quantos filhos tem e quem é a mais velha, acredito que para responder não seria necessário usar a explanação HUM, HUM, mil vezes, porque a resposta sairia naturalmente porque não tem nada para esconder e mesmo dormindo responderia. Portanto, um líder sem cauda presa fala naturalmente.


Agora, quando instado para justificar algo que ele não domina ou desconhece, as respostas não são naturais e automaticamente a tensão nervosa sobe até o pico porque não esta seguro do que fala. Os comunicados que tem assinado e os discursos lidos ele desconhece o real conteúdo. Foi por isso, que os assistentes elaboraram uma cábula com os pontos chaves para facilitar o trabalho do "mais velho" como é chamado que acredita que ainda estamos na era do telefax.


As construções chinesas “não são de qualidade Sr. presidente”. Os assistentes o mentiram porque será que já se esqueceu da saga do hospital de Luanda? Será que não foi informado que as casas do kilamba já tem fissuras? Será que se esqueceu que os gestores públicos que tem são todos do teu cerco familiar e os mesmos a gerirem múltiplos projectos. A justificação de que o MPLA investiu no capital humano é simplesmente uma aberração e não condiz com a realidade dos factos.


Por estas e outras contradições “infundadas” debatidas na entrevista que o mundo conhece perfeitamente sobre Angola são as causas do desconforto do presidente angolano em dialogar abertamente.

 
Último, apesar de estar a quase 40 anos a liderar o pais é notável que desconhece o rumo do país e lastimavelmente não tem humildade humana em reconhecer as suas debilidades.






Debate o tópico nas redes sociais:





Debate no Club-K:


NOTA: Os comentários postados neste portal são publicados sem edição prévia e são da exclusiva responsabilidade dos seus autores. Por favor, leia os Termos de Uso. O Club-K reserva-se ao direito de moderar os comentários suspeitos de conter palavras ofensivas e apagar os que não cumpram as regras.



Comentários Arquivados:



Actualizar comentários 

0 Jesus dos santos 03-08-2013 14:56 #132
Angola é um pais rico, mais os angolanos naõ tem aceso a nada tudo é deles maior parte da populaçaõ é pobre vivem em casas de barro, enquamto eles tiverem no poder so vai exister angolanos mizeraveis.
0 dónnavan 18-06-2013 12:25 #131
E mais, não durante uma entrevista mas, sim em discursos...
0 dónnavan 18-06-2013 12:24 #130
Bruno, repare que Obama, até mesmo a (presidenta) Dilma leva temas, com base na realidade e do povo, claro, desenvolvê-los. Apénas "e quase nunca acredito", são dados estatísticos lidos e transmitidos... Obrigado.
0 dónnavan 18-06-2013 12:18 #129
Amigo Osório, presta atenção no que o amigo Victor Dias escreveu... é praticamente o que disseste ...são apanágio dos regimes instalados tanto tempo, e que por habituação se acomodam numa ilusória tranquilidade, como que se mesma fosse um dado adquirido como eterno.... Quanto ao Sr. Tony Vanuka, peço que respeite aos demais, a violência verbal não leva à lado algum... E quanto ao tempo sem dar entrevista, achas isso normalíssimo!!! ???
0 Xirimbimbi 18-06-2013 11:19 #128
Não entendem de política e querem dar opiniões . Vocês são b....
0 Katchikwalula Kassa 18-06-2013 10:55 #127
Tony Vanuka -lamento bastante,Abre as vista angolano,o teu chefe precisa de ajuda,
0 manuel 18-06-2013 08:34 #126
kkkkk presidente de coco
0 Mingo 17-06-2013 04:50 #125
Esse cão é um filho da puta, muito burro cão, gatuno, aldrabão, bajulador cão mais uma estas cansado... Porras
+2 VUNAVIOKA 16-06-2013 21:03 #124
Até a minha netinha de sete anitos deu conta da cábula do senhor,JES. Pelo que, devia TER MIL VEZES VERGONHA !!
+3 VUNAVIOKA 16-06-2013 21:03 #123
Até a minha netinha de sete anitos deu conta da cábula do senhor,JES. Pelo que, devia TER MIL VEZES VERGONHA !!
leftCLUB-K.net é um portal informativo angolano ao serviço de Angola, sem afiliações políticas e sem fins lucrativos cuja linha editorial consubstancia-se na divulgação dos valores dos direitos humanos, educação, justiça social, analise de informação, promoção de democracia, denuncias contra abusos e corrupção em Angola.

O CLUB-K.net foi fundado aos 7 de Novembro de 2000, e é integrado por jovens angolanos (voluntários), com missão representativa em diversos países e reconhecido a nível internacional como uma organização não governamental.

REDES SOCIAIS

NEWSLETTER

Assine a nossa Newsletter para receber novidades na sua caixa de e-mail. "Gosta" da nossa página no Facebook para receber novidades na parede do seu perfil no Facebook.

INSERE O SEU E-MAIL