Polícia é acusada de executar seis jovens na Huíla

Namibe – Na província da Huíla, a polícia nacional está ser acusado de ter executado sumariamente – com vários tiros – seis jovens angolanos, não identificados, que supostamente praticavam diversos crimes (roubos e furtos com armas de fogo, ofensas corporais voluntárias e introdução em casas alheia), na cidade do Lubango e bairros periféricos.

Fonte: Club-k.net

A revelação foi feita no inicio desta semana à imprensa por Phil G, líder de um dos maiores grupos de malfeitor denominado “Os mil homens” que opera nas províncias de Cunene, Huíla e Namibe.

O denunciante que se encontra, neste preciso momento, detido numa das cadeias na província do Namibe, alega ter testemunhado ¬– in loco – a execução dos seis jovens praticada pelas autoridades policias na fenda de Tundavala, há escassos meses. “Eu vi a polícia a matar estes seis jovens e depois atiraram os seus corpos na fenda da Tundavala”, garantiu Phil G.

No entanto, a polícia – pelo que deu a entender – pretende lhe responsabilizar pelo desaparecimento destes e este refuta. “Como é que me culpabilizam pela morte desses jovens quando a própria polícia do Lubango sabe o quê que aconteceu?”, questionou Phil G, reforçando “foi a polícia que lhes matou, não eu”.

O líder dos “Mil Homens” admite apenas ter ajudado a polícia a localizar, e posteriormente, prender estes seis jovens a fim de ser responsabilizados pelos crimes de assaltos que praticavam.

O mesmo aponta ainda o actual director da Direcção Provincial de Investigação Criminal do Namibe, Fernando André, como um dos coniventes na execução sumário dos jovens. “Foi o senhor Fernando André (na altura director da DPIC Huíla) que me pediu que mostrasse os miúdos que fizeram assalto”, assegurou, adiantando que “a polícia andou a minha procura por causa deste crime que o ex-director da DPIC tem conhecimento que sou apenas testemunho dessa loucura de matar jovens na Tundavala”.

Phil-G admite ter colaborado em várias operações realizadas pelo Comando Provincial da Polícia Nacional da Huíla, denunciando outros marginais que praticavam diversos crimes. “Eu já cometi vários crimes, mas depois parei e me entreguei a polícia. Mais tarde comecei a prestar informações que resultaram nas detenções vários outros delinquentes que operavam no Lubango”, esclareceu.

De realçar que o líder foi apresentado pelas autoridades policiais locais, após uma micro operações realizadas de 04 a 10 do mês em curso. A detenção do mesmo foi antecedida de um assalto a uma loja de telemóveis, no bairro 5 de Abril, cujo proprietário (Lutete Jacinto) fora surpreendido na calada da noite, com a exigência de pagamento de 15 mil dólares americanos pelos meliantes, sob pena de ser abatido a tiro.

Na altura, Phil G se fazia acompanhar do seu “suposto” irmão de nome Miguel, e mais duas jovens, identificadas apenas por “Katia e Nadia” de 18 e 21 anos de idade respectivamente.

 

 

 






Debate este tópico nas redes sociais:

Comente via Facebook, Hotmail, Yahoo ou AOL!




Debate este tópico no Club-K:

Comente no Anónimato (sem iniciar sessão) ou via Redes Sociais (Facebook, Twitter, Google ou Disqus)!

Quem Somos

CLUB-K ANGOLA

CLUB-K.net é um portal informativo angolano ao serviço de Angola, sem afiliações políticas e sem fins lucrativos cuja linha editorial consubstancia-se na divulgação dos valores dos direitos humanos, educação, justiça social, analise de informação, promoção de democracia, denuncias contra abusos e corrupção em Angola.

Informamos o público sobre as notícias e informações ausentes nos canais informativos estatal.  Proporcionamos ao público uma maneira de expressar publicamente as suas opiniões sobre questões que afectam o dia-a-dia, qualidade de vida, liberdades e justiças sociais em Angola... Leia mais

 
 

Direcção consultiva
- Barbosa Francisco  (New York) - IT
- Massano Jorge ( New York) - Editor Principal
- Juca Manuel (New York) - Editor
- Noel Pedro (Lisboa) - Revisor
- Marcos Miguel (Brasil) - Editor
- Júlio Beto - (Holanda) - Editor
- Simão Manuel - (França - Editor
- Juca Fernandes - (Alemanha) - Editor


Telefone: New York: (315) 636 5328

Contactos

 

  • E-mail: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

  • WhatsApp: (+244) 918 512 433 Para uso no aplicativo WhatsApp apenas!

  • Reino Unido : (+44) 784 848 9436

  • Buffalo / EUA: (+1) 347 349 9101 

  • New York /USA: (+1) 315 636 5328

Newsletter

Assine a nossa Newsletter para receber novidades diárias na sua caixa de e-mail.

INSERE O SEU E-MAIL

// TAG FOR ADVERTISEMENT