Oficial da polícia mata o próprio sobrinho a tiro

Kwanza Norte – O comando provincial da Polícia Nacional no Kwanza Norte aventou nesta quinta-feira, 22, , em Ndalatando, a possibilidade de expulsar da corporação o inspector-chefe Gerão Francisco Muluta, afecto ao comando municipal de Ambaca, acusado de ter morto o próprio sobrinho, de 28 anos de idade, com disparo de arma de fogo, na sequência de uma briga entre ambos.

Fonte: Angop
A informação foi prestada pelo porta-voz do comando provincial da corporação, superintende-chefe Gaspar José, esclarecendo que a medida poderá ser tomada, tão logo seja concluído o inquérito instaurado para o efeito e comprovadas as acusações que pesam sobre o referido oficial da polícia.

Gaspar José disse ser com profunda consternação que o comando provincial da Polícia Nacional tomou conhecimento do caso e repudia veementemente a atitude indecorosa do referido oficial que, caso seja provada a sua culpa, para além de responder um processo-crime, lhe será instaurado um processo disciplinar de acordo com o regulamento interno da corporação.

Aquele oficial aproveitou ainda a ocasião para apelar aos demais efectivos no sentido de pautarem por uma conduta cívica exemplar que dignifique a imagem da corporação e promova o sentido de segurança junto das populações.

“Em virtude do polícia ser agente responsável pela aplicação e cumprimento da lei, deve tudo fazer para cumpri-la com rigor e evitar adoptar condutas que mancham o nome da corporação ou instalem o pânico junto da população”, disse.






Debate este tópico nas redes sociais:

Comente via Facebook, Hotmail, Yahoo ou AOL!




Debate este tópico no Club-K:

Comente no Anónimato (sem iniciar sessão) ou via Redes Sociais (Facebook, Twitter, Google ou Disqus)!

// TAG FOR ADVERTISEMENT