Luanda - O Bureau Político do MPLA emitiu, quarta-feira, em Luanda, uma declaração na qual rende homenagem ao primeiro Presidente de Angola, António Agostinho Neto, no âmbito da celebração do Dia do Herói Nacional, que se assinala quinta-feira.

Fonte: Lusa

No documento, o MPLA considera Agostinho Neto como um patriota convicto e militante destacado, “no qual se reuniram as virtudes superiores de um líder clarividente e de um incansável servidor do povo”.

 

“Os angolanos estão a comemorar o 17 de Setembro, Dia do Herói Nacional, em homenagem ao papel desempenhado pelo Fundador da Nação Angolana, o saudoso Presidente Agostinho Neto, e por todos os heróis da Pátria, que tornaram possível a conquista da Independência Nacional de Angola, em 11 de Novembro de 1975”, lê-se.


Considera que, passados 36 anos após o seu desaparecimento físico, os seus ensinamentos continuam vivos para a edificação de uma pátria de trabalhadores, onde cada um, com o seu exemplo, deverá continuar a dar o melhor de si, para que Angola continue a avançar, no progresso e no bem-estar para o seu povo.

 

“Apesar da difícil conjuntura económica e financeira que o país atravessa, o MPLA considera que o seu objectivo fundamental continua a ser o da elevação do bem-estar e da qualidade de vida dos angolanos”, sublinha a declaração.

 

Para o efeito, prossegue, na etapa actual a tarefa essencial é o aumento da produção nacional, de modo a diminuir as importações, sobretudo de bens de consumo, aumentar os níveis de emprego no país e, por esta via, aumentar os rendimentos dos angolanos, combatendo, assim, a fome e a pobreza.

 

Nesta perspectiva, o Bureau Político exorta os militantes, simpatizantes e amigos do MPLA para o reforço do seu engajamento nas tarefas relativas à elevação dos níveis da produção nacional, na certeza de que, com a contribuição de todos, Angola saberá vencer os desafios que o momento actual coloca.



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: