Luanda - João Lourenço, cabeça de lista da candidatura do MPLA, fez finalmente um discurso colocando como promessas realizações que há muito constituem necessidades do país, mas a que o MPLA há muito voltou as costas, traindo sistematicamente os postulados da libertação de Angola e, principalmente, do povo angolano.

Fonte: Club-k.net

Agora, perante a imagem interna e externa do MPLA completamente destruída pela sua governação predadora, João Lourenço está a tentar enganar a todo o mundo apropriando-se das denúncias da pratica do seu partido e regime cleptocratico, especialmente no que tange à corrupção que os caracteriza.

 

Obriga-nos o Sr. João Lourenço a dizer-lhe que combata a corrupção agora. O seu partido está no poder, tem que fazer em vez de prometer.

 

Além disso, o Sr. João Lourenço fique ciente que, em Angola, combater a corrupção é combater o seu próprio partido, o MPLA. Assim é porque para que esse combate seja bem sucedido, logo à partida, implica combater contra o presidente do MPLA e contra o clã desse ditador que detém o poder político e económico no actual regime do MPLA.

 

Sr. João Lourenço, para se combater a corrupção em Angola - com seriedade - tem que se esclarecer detalhadamente todos os aspectos da fabricação dalgumas fortunas faraónicas de membros do MPLA.

 

Sr. João Lourenço, para se combater a corrupção em Angola terá que se esclarecer em especial e totalmente a forma como os membros do clã do seu Presidente, JES, enriqueceram. Não é? Que se saiba essa gente que se tornou milionária e bilionária - em menos de duas décadas - não herdou fortuna e bens dos seus antepassados e ficou riquíssima enquanto o seu progenitor exerceu o cargo de Presidente da República de Angola. Como é que isso tudo foi conseguido?

Queremos saber!

Ousará o Sr. João Lourenço cumprir essa promessa de combate contra a cleptocracia que o MPLA, co-dirigido por si, estabeleceu em Angola? Quem é que acredita nessa promessa?

Luiz Araújo

 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: