Maputo - O candidato do MPLA à presidência de Angola está em Moçambique para uma visita de um dia. João Lourenço denuncia existência de forças internas e externas que pretendem derrubar partidos históricos o MPLA em Angola e a Frelimo em Moçambique, apelando a união entre as duas formações políticas.

Fonte: RFI

JLO  apela à união entre MPLA e Frelimo

Sem apontar nomes, o vice presidente do MPLA e candidato do partido no poder as eleições presidenciais de Angola, João Lourenço denunciou a existência de forças que pretendem derrubar partidos libertadores em Angola e em Moçambique; "os malandros estão unidos, quer os de dentro quer os de fora e andam todos os dias a pensar na forma como derrubar a Frelimo e na forma de derrubar o MLPA".

 

Recebido na sede da Frelimo em Maputo do secretário-geral do partido no poder Eliseu Machava, João Lourenço ouviu apoios a sua candidatura as presidências angolanas de Agosto próximo; "o candidato que o MPLA indica é também candidato da Frelimo".

 

O também ministro da defesa de Angola manteve ainda neste domingo encontros a porta fechada com o seu homólogo moçambicano Salvador Mtumuke e o Chefe de estado Filipe Nyusi.

 




DEBATE ESTE TOÓPICO NAS REDES SOCIAIS:





DEBATE ESTE TÓPICO NO ANÓNIMATO: