Preços do petróleo continuam a induzir défices orçamentais em Angola

Luanda - Os baixos preços do petróleo nos mercados internacionais vão fazer com que o Orçamento de Estado de Angola continue a apresentar défices significativos entre 2017 e 2021, se bem que o de 5,7% do PIB previsto para este ano já sede ter reduzido para 4,3% em 2021, de acordo com a Economist Intelligence Unit (EIU).

Fonte: Macauhub

A EIU adianta no mais recente relatório sobre Angola que, atendendo à fraca diversificação da economia, o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) continuará a ser empurrado pelo sector petrolífero e registar uma taxa média de 2,8% no período de 2017/2021, que compara com a de 4,1% contabilizada no período de 2012 a 2016.

 

A taxa de inflação manter-se-á elevada, não obstante a redução dos subsídios públicos aos combustíveis e a desvalorização continuada da moeda nacional, devendo, depois de se situar em 22% este ano, desacelerar até se situar em apenas um dígito em 2021, com 7,7%.

 

A desvalorização da moeda nacional, o kwanza, deverá ter tendência a abrandar relativamente aos valores atingidos em 2015/2016 mas a falta de dólares no mercado oficial fará com que o intervalo relativamente aos preços praticados no mercado paralelo se mantenha relativamente elevado.

 

A EIU afirma neste documento que o controlo da inflação continuará a ser um dos grandes objectivos do Banco Nacional de Angola, que entre Janeiro de 2015 e Junho de 2016 aumentou em 700 pontos base a taxa de juro de referência do mercado, Taxa BNA, para 16%.

 

“Novos aumentos da taxa de juro de referência deverão ter lugar na primeira metade do intervalo em análise, 2017/2021, atendendo aos efeitos sobre a inflação de uma moeda fraca, se bem que venham a ser moderados por pressões governamentais no sentido de ser adoptada uma política monetária menos restritiva”, pode ler-se no relatório que a Macauhub teve acesso.

 

O crescimento do PIB deverá atingir o ponto mais elevado deste período em 2018, com uma taxa de 3,5%, após o que deverá oscilar entre 2,8% em 2018 e 2021 e 2,5% em 2020, de acordo com as previsões da EIU.

 







Debate este tópico nas redes sociais:

Comente com o seu perfil no Facebook







Debate este tópico no Club-K:

Comente no Anónimato (sem iniciar sessão) ou via Redes Sociais (Facebook, Twitter, Google ou Disqus)!

Quem Somos

CLUB-K ANGOLA

CLUB-K.net é um portal informativo angolano ao serviço de Angola, sem afiliações políticas e sem fins lucrativos cuja linha editorial consubstancia-se na divulgação dos valores dos direitos humanos, educação, justiça social, analise de informação, promoção de democracia, denuncias contra abusos e corrupção em Angola.

Informamos o público sobre as notícias e informações ausentes nos canais informativos estatal.  Proporcionamos ao público uma maneira de expressar publicamente as suas opiniões sobre questões que afectam o dia-a-dia, qualidade de vida, liberdades e justiças sociais em Angola... Leia mais

Contactos

 

  • E-mail: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

  • WhatsApp: (+244) 918 512 433 Para uso no aplicativo WhatsApp apenas!

  • Reino Unido : (+44) 784 848 9436

  • Buffalo / EUA: (+1) 347 349 9101 

  • New York /USA: (+1) 315 636 5328

Newsletter

Assine a nossa Newsletter para receber novidades diárias na sua caixa de e-mail.

INSERE O SEU E-MAIL

Infográficos