UNITA desafia CNE a ordenar auditoria ao ficheiro dos dados dos eleitores

Luanda - A UNITA desafiou a Comissão Nacional Eleitoral (CNE) de Angola a ordenar uma auditoria ao ficheiro dos dados dos eleitores inscritos para votar nas eleições gerais de agosto antes de fechar os cadernos eleitorais.

Fonte: Lusa

A posição surge expressa na declaração final divulgada hoje sobre a reunião do comité permanente da Comissão Política da União Nacional para a Independência Total de Angola (UNITA), realizada na terça-feira, em Luanda, sob orientação do presidente do partido, Isaías Samakuva, para analisar a conclusão do processo de registo eleitoral.


O registo eleitoral foi realizado entre agosto e 31 de março, coordenado pelo Ministério da Administração do Território (MAT) e não pela CNE, como exigia a oposição, com a UNITA a alertar que “os principais responsáveis pela recolha e atualização de dados dos eleitores são também dirigentes partidários candidatos à eleição”.


Além disso, escreve o maior partido da oposição a CNE, enquanto supervisora, e no quadro da apreciação dos relatórios fornecidos pelo MAT, “não efetuou testes substantivos adequados para aferir da integridade das bases de dados e dos programas que a sustentam”, pelo que “somente uma auditoria à Base de Dados dos Cidadãos Maiores”, e demais elementos do registo eleitoral, “poderá atestar a integridade e segurança do ficheiro e validar os dados do universo eleitoral real”.


“A CNE deve garantir ao país a efetivação dessa auditoria de interesse público antes de elaborar os cadernos eleitorais”, exorta a UNITA.


O Ficheiro Informático dos Cidadãos Maiores (FICM) foi entregue à CNE esta semana, pelo MAT, com dados de 9.459.122 cidadãos em condições de votar.


Na mesma declaração, a UNITA manifesta a “profunda preocupação” por o MAT “não ter respondido ainda às questões que lhe foram colocadas” sobre a “integridade e lisura do processo de registo eleitoral”, nomeadamente sobre os eleitores de 2012 que fizeram prova de vida para estas eleições e que não receberam cartões ou “quantos faleceram realmente”, entre outras preocupações.


O partido continua a insistir, enquanto “exigência universal da democracia e da transparência eleitoral”, que os resultados eleitorais “sejam conhecidos e publicados por mesa de voto em todos os níveis de apuramento”, desde o municipal ao provincial e nacional, pretensão que continua a ser recusada pela CNE, que invoca questões legais.


“Os angolanos consideram ser de transcendente interesse nacional que a lei seja rigorosamente observada e que os erros cometidos em 2012 não sejam repetidos em 2017”, conclui a UNITA.


As eleições gerais deverão realizar-se no final de agosto, mas ainda não foram convocadas pelo Presidente da República, José Eduardo dos Santos.

 

Tema relacionado 

Empresa privada vai gerir ficheiro com dados dos eleitores

O Papel da Comissão Municipal Eleitoral no Apuramento Provincial dos Resultados Eleitorais - Mihaela Webba







Debate este tópico nas redes sociais:

Comente com o seu perfil no Facebook







Debate este tópico no Club-K:

Comente no Anónimato (sem iniciar sessão) ou via Redes Sociais (Facebook, Twitter, Google ou Disqus)!

Quem Somos

CLUB-K ANGOLA

CLUB-K.net é um portal informativo angolano ao serviço de Angola, sem afiliações políticas e sem fins lucrativos cuja linha editorial consubstancia-se na divulgação dos valores dos direitos humanos, educação, justiça social, analise de informação, promoção de democracia, denuncias contra abusos e corrupção em Angola.

Informamos o público sobre as notícias e informações ausentes nos canais informativos estatal.  Proporcionamos ao público uma maneira de expressar publicamente as suas opiniões sobre questões que afectam o dia-a-dia, qualidade de vida, liberdades e justiças sociais em Angola... Leia mais

Contactos

 

  • E-mail: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

  • WhatsApp: (+244) 918 512 433 Para uso no aplicativo WhatsApp apenas!

  • Reino Unido : (+44) 784 848 9436

  • Buffalo / EUA: (+1) 347 349 9101 

  • New York /USA: (+1) 315 636 5328

Newsletter

Assine a nossa Newsletter para receber novidades diárias na sua caixa de e-mail.

INSERE O SEU E-MAIL

Infográficos