Lunda Norte – O ministro dos Transportes, Augusto da Silva Tomás, inaugurou quinta-feira, 10 de Agosto, a pista e a placa da área de movimento do Aeroporto Kamakenzo, no Dundo, província da Lunda Norte.

Fonte: Club-k.net

Após nove anos de interregno a Companhia de Bandeira Angolana (TAAG) voltou a fazer-se sentir no Dundo por volta das 12 horas e 15 minutos ao aterrar na pista com a aeronave do tipo Boeing 737-700, proporcionando momentos de muita emoção às populações da Lunda Norte.

O Aeroporto Kamakenzo beneficiou da extensão do comprimento da pista de 1900 para 2500 metros, e da sua largura de 30 para 45 metros, o que permite melhorar as condições de segurança das operações de transporte aéreo, sendo agora o avião crítico o Boeing 737-700.

No empreendimento foram executados trabalhos de construção de bermas pavimentadas de 7, 5 metros para cada lado, a construção de áreas de segurança em ambas as cabeceiras da pista, incluindo a construção de dois caminhos de circulação.

O ministro dos Transportes considerou o Aroporto Kamakenzo um exemplo e um simbolo do progresso, da paz, das infra-estruturas, da estabilidade e do desenvolvimento para cada vez maior bem-estar dos angolanos.

A cerimónia foi assistida pelo governador da Lunda Norte, Ernesto Muangala, deputados, estudantes universitários, membros do governo local e autoridades tradicionais.

AGENTES ECONÓMICOS SATISFEITOS COM A REABERTURA DA PISTA

Os comerciantes da Lunda Norte estão regozijados pela reabertura do aeroporto do Kamaquenzo, na cidade do Dundo.

Os agentes económicos sublinharam que a infra-estrutura proporciona um ambiente mais favorável ao empresariado da província e para o mundo de negócios, sendo o turismo a área com maior possibilidade de crescimento e expressão.    

 

O presidente da Câmara de Comércio da Lunda Norte, João Baptista Muaquesse, disse que a província ganha com a inauguração deste aeroporto, tendo em conta que os agentes económicos vão poder estabelecer parcerias com mais celeridade.

 

O professor universitário Adalberto Luakuti diz ser um ganho relevante porque veio incluir a Lunda Norte na rota da aviação comercial, tornando a província num mercado atractivo para as pessoas que queiram fazer negócio, turismo ou conhecer a região.



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: