Luanda - Três antigos trabalhadores da Brigada de Construção e Obras Militares (BCOM) foram detidos nesta segunda-feira, quando com cerca de mil colegas pediam o pagamento dos seus salários em dívida desde 2010 pela Casa Militar.

Fonte: Lusa

A primeira manifestação sob a Presidência de João Lourenço aconteceu numa área entre a comuna do Kikolo e Cazenga, em Luanda.

 

No total são mais de três mil trabalhadores da antiga Brigada de Construção e Obras Militares (BCOM) que exigem o pagamento do trabalho realizada em 2010.

 

Eles exigem que a Presidência da República cumpra a decisão do Tribunal Provincial de Luanda, que, em 2014, lhes deu razão.

 

Os trabalhadores foram confrontados pela polícia quando se manifestavam no Kikolo, exigindo o pagamento do trabalho realizado em 2010.

 

A polícia recorreu a tiros e deteve três dos trabalhadores.

 

Mário Domingo, um dos trabalhadores, conta que o tribunal disse já ter exigido à Casa Militar o pagamento dos seus salários, mas a Presidência recusa-se a cumprir a decisão judicial.

 

A VOA contactou Mateus Rodrigues, porta-voz da policia em Luanda, que prometeu pronunciar-se a qualquer momento.

 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: