Luanda - Carta Aberta ao Senhor Presidente da República e Comandante em Chefe das Forças Armadas Angolanas e ao Chefe do Estado Maior General das FAA.

 

Excelentíssimos

Já não é a primeira vez que tomamos a liberdade de escrever a vossas excelências, contudo como diz um velho adagio “Agua mole em pedra dura tanto bate até um que dia fura “, logo voltamos ao mesmo assunto que tem nos apoquentado nos bolseiros militares das FAA espalhados por este mundo fora. Soubemos que a pais atravessa uma crise financeira e este tem sido o motivo de desculpas para o justificar o atraso de 6 meses sem subsídios, contudo não vemos sensibilidade nos órgãos competentes para minimizar esta nossa situação de mendigos a que nos encontramos, pois já perdemos a dignidade humana, onde até nos da inveja de ver como na terra dos outros tratam os cães, estes têm mais direitos que nos estudantes bolseiros militares das FAA que deixamos nossas famílias e lares para passar por esta humilhação e que em pleno século 21 achamos que já não existisse , mais estamos a provar a maldade e irresponsabilidade de nossos dirigentes em nos enviar , abandonar e esquecer fora da nossa terra sem meios de subsistência , pois se fossemos filhos de gente de nome em Angola não estaríamos a passar por estas vicissitudes.

Excelentíssimos

A pesar da nossa ignorância intelectual , achamos que está na hora de acabar com este problema dos bolseiros , onde até um leigo na matéria consegue ver que o assunto é sobre o enriquecimento de alguns a custas de manter e enviar sempre bolseiro para o Exterior .Porque se tivéssemos um pouco de patriotismo e vontade de melhorar o que está bem e corrigir o que está mal , começaríamos em fazer um levantamento das necessidade das FAA em recursos Humanos isto é , que Armas , Serviços e Classes precisamos formar ? O que podemos Formar em Angola? Que recursos temos disponíveis para enviar Bolseiros militares para Academias Militares? Com os Recursos

Financeiros posto ao dispor das FAA em quanto tempo ampliaríamos as nossas academias militares para reduzir o envio sistemático de Bolseiros militares para o Exterior? Qual a necessidade de enviar civis para formação no exterior uma vez que não têm vínculo com as FAA?

Excelentíssimos

Com os recursos esbanjados na formação de civis que nunca tiveram vínculo com as FAA daria para construir ou ampliar as instalações do nosso sistema de ensino militar , mais com acreditamos que aqui seja a fonte de enriquecimento de muitos então existe essa necessidade de mandar civis para a formação no exterior mesmo sabendo que não é missão das FAA formar civis pois se houver necessidade de preenchimento de vagas em algumas áreas as FAA podem muito bem recrutar em universidades Angolanas os melhores estudantes pois o que soubemos é que o serviço militar ainda é obrigatório . logo a lei está do lado da FAA , então mandar civis fica uma fonte de rendimento extra para muitos dirigentes das FAA , pois além destes são acrescentados os fantasmas para o Garimpo ou melhor o enriquecimento ilícito que começa nos órgãos de pessoal , passa pelos órgãos de ensino onde inserem nomes de familiares , e amantes e termina nas finanças onde inserem os fantasmas para garantir a vida de luxo de muitos chefes que viram nas FAA uma fonte de enriquecimento e o processo das bolsas gera milhões que são esbanjados e sem que nada seja feito .

Excelentíssimos

Como dirigentes máximos das FAA achamos por bem que chegou hora de dar um basta nesta desorganização organizada de malfeitores que já se tornaram um câncer no seio das FAA e que tem estado a usurpar os meios financeiros que são posto à disposição do sistema de ensino das FAA , pois já chegou a hora de se criar uma comissão para apurar estes factos que já não são de hoje e tem vindo se arrastar desde da criação das FAA onde mentalidades de acumulação primitiva de capital criaram esta organização de malfeitores e usurpadores do erário público e que nada lhes seja feito porque são protegidos e mandados por gente grande neste exercício . Não entendemos como é possível que desde a criação das FAA o Coronel Teka e Major Brice fazem e

desfazem sem que nada lhes seja feito , quem os protege e com que intuito , vemos que não precisa ser vidente para saber que os dois são parte desta desorganização organizada para enriquecimento desta cúpula , e também não é de estranhar que Tenentes como o Perivaldo e o Muinza em menos de 12 anos de serviço estejam a esbanjar vida de luxo sem que justifiquem a origem desta vida em tão pouco tempo e que muitos generais honestos não têm .

Achamos que com vontade e com espirito patriótico poderemos melhorar o que está bem e corrigir o que está mal, para tal temos de dar liberdade aos órgãos de justiça militar que façam seu trabalho de forma imparcial e justa e para que esta desorganização organizada pague pelos seus crimes e que seja motivo de exemplo e orgulho para gerações vindouras em saber que o crime não compensa , e que as FAA seja uma Organização que orgulhe a nação e que seja um espelho de homens íntegros que a população possa confiar com orgulho .

Excelentíssimos

Vamos dar prioridade na formação militar dos nossos militares e deixar os civis com o INABE pois este é o fim para qual foi criado , e acreditamos que militares bem formados seremos um espelho para Angola onde , onde cada Angolano que queira enveredar por esta profissão saiba que é uma organização onde o patriotismo fala mais alto e que a indisciplina e o crime não compensa , logo é necessário que aja um equilíbrio entre os salários dos militares , pois não é de bom agrado que um soldado da UGP e outros órgãos da Presidência da República tenham um salário superior ou igual a de um capitão pois estamos perante a uma grande injustiça e falta de respeito a hierarquia militar , pois acreditamos que está disparidade tem criado muito mal estar no seio militares das FAA .

 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: