Lisboa  - Por anos a fio, o empresário Jorge Gaudens Pontes Sebastião demonstrou ter garra empresarial com negócios supostamente sustentáveis quando na verdade os dinheiros provinham de esquemas de corrupção através do Fundo Soberano de Angola.

Fonte: Club-k.net

IMPÉRIOS MEDIÁTICOS DE JORGE PONTES EM RISCO

Em círculos restritos do Palácio da Cidade Alta e do Bureau Político do MPLA já se sabe, e comenta-se aos ventos, que os jornais Valor Económico e Nova Gazeta foram criados com dinheiros de esquema de corrupção oriundos do Fundo Soberano e que agora está a deixar rastos de ligações perigosas com cruzamentos de transacções financeiras.

 

Os dois jornais Nova Gazeta e Valor Económico, segundo as conversas a nível de entidades com influência no regime, foram montados para defender os interesses de Zenu dos Santos, Jorge Pontes e Jean-Claude Bastos de Morais, com a mais recente cena da entrevista de Jean-Claude Bastos de Morais no Valor Económico a falar de seus negócios em parceria com Zenu e Jorge Pontes mas sem citar os nomes dos dois sócios.

 

Acontece que há correntes junto do novo poder que querem desmantelar projectos nascidos de dinheiros oriundos do Estado via corrupção e Jorge Pontes confidenciou a dois pares seus, recentemente, dos medos que lhe rodeiam quanto a origem dos dinheiros provenientes do Fundo Soberano que fez dele sócio do Banco Pungo Andongo e por temer enfrentar a justiça, um medo que os mais próximos dele dizem aumentar quando pensa no caso Panzo, ex secretário económico de JLo, recentemente exonerado, indiciado em crimes de corrupção, lavagem de dinheiro.

 

Jorge Pontes envolveu a sua esposa nos negócios, a cidadã de origem luso guineense de nome Geralda Embalo, directora-adjunta do jornal Nova Gazeta e também directora-adjunta do jornal Valor Económico, e ao mesmo tempo ela é testa de ferro de Jorge Pontes num negócio milionário que fez dela dona de 15 milhões de euros no ramo industrial com fábricas que já funcionam na zona industrial de Luanda.

 

Geralda Embaló (ela é segunda mulher de Jorge Pontes) foi envolvida no negócio da Bromangol, a empresa que detinha exclusividade com o Estado para fazer análises laboratoriais em produtos alimentares importados sugando o pouco lucro de empresas retalhistas impedindo estas de gerar novos empregos por que pagavam uma factura alta a Bromangol por ambição de Pontes e Zenu.

 

A Bromangol mais parecia um negócio de máfia criado por Jorge Pontes e Zenu e que prejudicou nos últimos cincos anos os grandes retalhistas da alimentação como supermercados Maxi, Kero, Jumbo, Candando, Casa dos Frescos, Shoprite, Martal, Intermarket, Alimenta Angola, Deskontão, Nosso Super, Big One, Food Lover´s Market, Poupa lá.

 

Os retalhistas eram obrigados a aumentar preços de produtos por causa das análises caríssimas que pagavam a Bromangol por ser único laboratório autorizado pelo Estado para certificar os alimentos importados.

 

Os supermercados nem sequer podiam fazer análises no laboratório do Ministério da Agricultura mesmo tendo alta tecnologia, por que o chefe máximo do órgão do Estado que valida credenciamento de laboratórios para o efeito – o Conselho Nacional do Sistema de Controlo e Qualidade - é o próprio Jorge Pontes.

 

Por esta razão, dizem as vozes correntes da elite política, o Presidente da República JLo exonerou hoje, sexta-feira, dia 10 de Novembro, Jorge Pontes do cargo de secretário executivo do Secretariado Executivo do Conselho Nacional do Sistema de Controlo e Qualidade, cuja nomeação havia sido feita em Junho deste ano influenciada por Zenu e feita pelo antigo presidente da República, JES.

 

As vozes correntes do regime acreditam que é com os dinheiros da Bromangol que Jorge Pontes sustenta os jornais Nova Gazeta e Valor Económico através de um esquema de corrupção altamente organizado, mas que agora está a deixar rastos e a Procuradoria Geral da República, segundo as mesmas vozes correntes do regime, está a ser accionada para investigar negócios fraudulentos com origem em corrupção com dinheiros do Estado.

* Ativista  e defensor dos direitos cívicos 

Tema relacionado 

Testa-de-ferro de Zenú embaraça Isabel



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: