Luanda - Pode não ser o ter as mãos limpas da corrupção ou de outros vícios. O que o distingue de José Eduardo dos Santos é o facto de João Lourenço ter assumido publicamente que quer mudar o modo de fazer política baseado na corrupção e impunidade e de ter, em consequência, tomado algumas medidas com esse propósito. Se esta intenção de JLo for genuína, na minha modesta opinião, trata-se de uma diferença deveras significativa em relação a JES! Todavia, JLo começa a dar alguns sinais de que o poder pelo poder parece ser o seu objectivo mais importante. – Eu gostaria de estar enganado!!

Fonte: Club-k.net

JOÃO LOURENÇO vs. JOSÉ EDUARDO DOS SANTOS

A chantagem sobre JLo vinda de JES ou grupo dentro do MPLA enfraquecê-lo-á?


A João Lourenço tem sido apontado o facto de ter beneficiado das oportunidades criadas por JES. Os apoiantes de JES podem confrontar JLo com provas dos benefícios ilegais de que usufruiu e encetar uma campanha pública mais agressiva contra ele. Todavia, seja qual o for o grau de sujeira em que JLo estiver envolvido, por força de um passado mais remoto ou mais recente, no contexto actual, não me parece que terá o impacto desejado, se JLo reconhecer que cometeu erros e for demonstrando na prática que quer, efectivamente, pôr fim ao sistema instalado por JES. Note-se, no entanto, que se JLo se envolver na corrupção depois de ter assumido a presidência da república, a repercussão deste facto será devastadora para a sua imagem pública e dificilmente consolidará um mínimo de autoridade moral sobre os seus pares do partido.

O maior adversário de JLo é o auto-silenciamento definitivo da sua consciência moral.


JLo está a cometer erros?

Sim, está a cometer vários erros. Entre os erros de JLo destaco alguns. Na minha opinião, o erro de pensar que pode reformar o sistema criado por JES sem combater de forma coerente a corrupção. A corrupção é a corrente com a qual JES agrilhoou membros do Comité Central e do BP do MPLA e igualmente membros do aparelho securitário no seu sistema de poder político-repressivo.


Outro erro, na minha modesta opinião, que JLo está a cometer é de acreditar que o apoio de que precisa está, em última instância, no Comité Central e no BP do MPLA. E com base nessa crença fazer concessões a JES partilhando com ele poderes constitucionais exclusivos do Presidente da República.

Quais são as armas mais ponderosas de que JES disporá contra JLo?


Se o controlo do aparelho securitário estiver com JES em vez de JLo. Ou se JLo tiver o controlo do aparelho securitário, mas, tiver medo de uma ruptura com o MPLA liderado por JES ou por quem este viesse a impor como seu substituto.

Num quadro de ruptura com o MPLA, detendo o comando do aparelho securitário, indispensável à inviabilização de um golpe de Estado ou ao seu assassinato, JLo poderia concorrer às eleições em vários cenários. Por exemplo, entre outras hipóteses, pode formar uma grande coligação de partidos e membros da sociedade civil para disputar as eleições contra um MPLA comandado directamente por JES ou por alguém que ele escolha para o substituir na liderança do partido.


Determinante, no quadro de ruptura com o MPLA, seria o facto de o MPLA de JES não deter o comando do aparelho securitário, nem da administração eleitoral e existir uma comunicação social do Estado a promover o pluralismo e o contraditório de maneira permanente. Em eleições não fraudulentas, e com JLo coerente e a promover as mudanças que se impõem, o MPLA de JES teria, na minha modesta opinião, poucas chances de vencer as eleições em 2022. O MPLA de JES tem, de maneira fraudulenta, vencido as eleições, desde 1992.


Quais são as armas mais ponderosas de que JLo dispõe se quiser ser um líder da mudança?


Ser, de facto e de direito, o detentor do Poder Executivo do Estado e exercê-lo nos termos da Constituição. E de estar a exercer o poder num contexto que evidencia que a governação de JES, sobretudo nos últimos 15 anos, promoveu a incompetência, patrocinou a corrupção, degradou a situação social da esmagadora maioria dos cidadãos e das cidadãs, afectou a credibilidade internacional de Angola e afastou investidores estrangeiros credíveis. Numa palavra, arruinou Angola. Ainda ir a tempo de recuperar e consolidar um grau de apoio popular confortável e indispensável às reformas que pretende implementar.


Qual é a virtude de que JLo precisa neste momento?


Coragem! Coragem! Coragem! E capacidade de ouvir a voz mais profunda da sua consciência moral tornando-se o principal construtor da democracia e do Estado de direito. Todo o ser humano tem essa voz! – Gostaria que JLo não se transformasse em mais um presidente africano vulgar!

 

João Lourenço vs Povo & Democracia


A liderança do MPLA e do Executivo constitui uma oportunidade de JLo se tornar ditador? Como se pode evitar o risco de JLo se tornar num ditador?


Se for necessário, vou abordar proximamente estas duas questões e outras mais.


Fernando Macedo

 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: