Lisboa – Num gesto bastante apreciado por sectores castrenses, o Presidente João Manuel Gonçalves Lourenço levou para a  Unidade de Segurança Presidencial (USP), o seu ajudante de campo, desde o tempo do Ministério da Defesa Nacional, para integrar o principal anel da sua  segurança pessoal. A transferência do mesmo, foi acompanhada pela promoção ao grau militar de coronel.

Fonte: Club-k.net

Os ajudantes de campo dos Estadistas angolanos 

Trata-se do agora coronel João Paulo que em Outubro de 2016, foi citado pelo Club-K, num texto intitulado “General Zé Maria prende assistente de João Lourenço”. Na altura, João Paulo foi detido pelo ex-chefe da secreta militar, sob alegacão de que estava com a farda mal amanhada.

 

João Paulo é agora figura chave da escolta presidencial integrando todas as deslocações oficias ao estrangeiro fazendo a escolta do Chefe de Estado, João Lourenço.

 

Os ajudantes de campo da era JES

 

Ao tempo do Presidente José Eduardo dos Santos, este trabalho teve como figura de realce  um coronel identificado por “Kiala”, que fora afastado no seguimento da exoneração do ex- patrão da secreta externa, general Fernando Garcia Miala.

 

Os mentores da prisão de Miala, convenceram JES com a falsa informação de que “Kiala”, fora recrutado pelo antigo patrão da secreta externa para assassina-lo. Assustado com a informação, JES mandou afastar o seu escolta principal. De seguida, foi detido e submetido a sessões de tortura que quase lhe custou a vida.

 

Diz-se que mais tarde,  JES mandou-o o chamar quando soube que fora enganado por dois generais do seu circulo presidencial, a respeito deste seu escolta. Já não  readmitiu-o  na Presidência mas orientou a sua colocação numa empresa estatal de diamante.

 

Com a saída de “Kiala”, o Presidente JES mantem-se aos dias de hoje com dois principais ajudantes de campo, os coronéis “Fungo” e “Danni”, que se mudaram para a residência no Miramar. O coronel “Danni”, é citado como um confidente de JES sobretudo para missões particulares. Entrou para Presidência quando miúdo, ainda ao tempo do Presidente Agostinho Neto que o trouxe de uma brigada do interior do país. Diz-se que já não sabe fazer nada, ao não ser cuidar da proteção de Eduardo dos Santos.

Ex-PR JES  escoltado pelo coronel "Fungo"

 

Novo Presidente sendo  escoltado pelo coronel  João Paulo 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: