Caso “Quim” Ribeiro leva a detenção do Comandante de Viana

Lisboa – Informações  postas a circular em meios policiais em Luanda aludem a detenção do comandante da 7ª divisão da Polícia Nacional em Viana, Augusto Viana  que estava a ser dado como estando em lugar incerto. Ventilações convergentes acenam  que no decorrer da detenção teria sido alvo de tortura.


Fonte: Club-k.net

 
Augusto Viana  tem a importância de ter sido a figura que alertou ao comandante  Joaquim Ribeiro sobre os volumes de dinheiros que os seus subalternos encontraram na residência de um funcionário do BNA, em Viana. São muito ligados. Antes de ser comandante de Viana, serviu Joaquim Ribeiro como director do seu gabinete.  (Augusto Viana na casa dos quarenta anos de idade é formado em direito)

 

A poucas semanas atrás teria se deslocado a Cuba, e logo após o  seu regresso foi confrontado com as informações que davam conta dos problemas ou inquérito que envolvem o seu superior hierárquico. Nos  ultimas dias o seu telefone era atendido pela  esposa que limitava-se a responder que o mesmo “esta bem aqui ao meu lado” mas  indisponível para falar. Suspeita-se que a esta altura o mesmo já se encontrava detido ou encoberto.

 

Para alem de Augusto Viana foram igualmente detidos dois oficiais seniores da direção províncial de investigação criminal em Luanda, todos eles conotados ao comandante suspenso.  Uma das figuras que tem se mostrado inquietado quanto as detenções é António João, o director da DPIC de Luanda e muito próximo a “Quim” Ribeiro.

 

O inquérito  em torno do comandante “Quim” Ribeiro esta a ser feito por uma comissão que tem a cabeça o comissário Fernando Torres da Conceição “Mussolo”. A exclusão de elementos da DNIC no assunto é justificada pelo facto de todos  eles estarem a ser dados como “miúdos” do suspenso responsável da policia na  província de Luanda.

 

Nos bastidores, há alegações de que os mesmos são responsabilizados pelo assassinato do superintendente-chefe do comando geral da policia, Domingos Francisco João  que investigava o envolvimento dos responsáveis da policia no dinheiro aprendido em Viana.






Debate este tópico nas redes sociais:

Comente via Facebook, Hotmail, Yahoo ou AOL!




Debate este tópico no Club-K:

Comente no Anónimato (sem iniciar sessão) ou via Redes Sociais (Facebook, Twitter, Google ou Disqus)!

Quem Somos

CLUB-K ANGOLA

CLUB-K.net é um portal informativo angolano ao serviço de Angola, sem afiliações políticas e sem fins lucrativos cuja linha editorial consubstancia-se na divulgação dos valores dos direitos humanos, educação, justiça social, analise de informação, promoção de democracia, denuncias contra abusos e corrupção em Angola.

Informamos o público sobre as notícias e informações ausentes nos canais informativos estatal.  Proporcionamos ao público uma maneira de expressar publicamente as suas opiniões sobre questões que afectam o dia-a-dia, qualidade de vida, liberdades e justiças sociais em Angola... Leia mais

Contactos

 

  • E-mail: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

  • WhatsApp: (+244) 918 512 433 Para uso no aplicativo WhatsApp apenas!

  • Angola : (+244) 943 939 404 

  • Reino Unido : (+44) 784 848 9436

  • EUA: (+1) 347 349 9101 

Newsletter

Assine a nossa Newsletter para receber novidades diárias na sua caixa de e-mail.

INSERE O SEU E-MAIL

// TAG FOR ADVERTISEMENT