Casal de lésbica angolana contrai matrimonio

Luanda - Um casal de lésbica angolana que mantinha uma relação amorosa  de cerca de 5 anos,  terá quebrado preconceito avançando com  a  realização  de um casamento não oficial, ocorrido  recentemente, no caribe, ilha de Luanda. O “noivo” é uma  lésbica do bairro São Paulo, conhecida pela  sua aparência física  de homem e que é tratada   por  “Mario”.


Fonte: Club-k.net

 Comunidade quebra preconceito

A legislação angolana não permite casamento entre pessoas do mesmo sexo, pelo que o acto realizado não goza da cobertura legal. Enquanto a lei para este tipo de casamento não é discutida, a comunidade "gay" de Luanda, guarda consigo um livro que faz o registro de eventuais  enlaces matrimonias que decorre no seu meio.

 

O “conservador” deste acto foi Poly Rocha, enquanto que as madrinhas foram “Bruna” Lombarde e Erica dos Prazares, distintas figuras da comunidade em referencia.

 

De recordar que o primeiro casamento desta natureza ocorrido em Angola deu-se a cerca de cinco anos atrás entre o casal “Bruna” Lombarde, decoradora de profissão e Chando. O caso foi amplamente  destacado pela comunicação social tendo merecido reações de especialistas e da sociedade em geral.  O Casal mantêm a relação e muito recentemente renovaram a sua lua de mel no Brasil. 

 

 







Debate este tópico nas redes sociais:

Comente com o seu perfil no Facebook







Debate este tópico no Club-K:

Comente no Anónimato (sem iniciar sessão) ou via Redes Sociais (Facebook, Twitter, Google ou Disqus)!

Infográficos