Luanda - A filha do Presidente da República, Tchizé dos Santos, prepara-se para lançar, em breve, um novo canal de televisão no país, designado TVAngola Notícias. Inspirada na estação portuguesa SIC-Notícias, o futuro canal conta já com a prestação de três profissionais portugueses, incluindo Frederico Roque de Pinho, anteriormente vinculados à referida estação. Falta saber a origem dos fundos para sustentar tão caro empreendimento de comunicação social.


* Carlos Duarte
Fonte: Makaangola.org


Em 2008 Tchizé dos Santos recebeu de mãos beijadas o Canal 2 da Televisão Pública de Angola (TPA), sem quaisquer contrapartidas para o Estado angolano. Ao invés do governo ter obtido sequer um Lwei, com a alienação, continua a injectar milhões de dólares dos contribuintes angolanos no projecto privado da filha de José Eduardo dos Santos.

 

Tchizé vangloriava-se, em conversa privada, que a transferência do Canal 2 da TPA para a sua gestão privada era apenas o primeiro passo para “ficar com tudo”, incluindo o principal canal da emissora pública. No calor da conversa, a filha de José Eduardo dos Santos disse que sempre sonhou ser dona de uma televisão e… ponto final. No MPLA e no governo ninguém tugiu nem mugiu sobre o assunto. A oposição não soube fazer o “trabalho de casa” e a imprensa privada de fim-de-semana questionou, criticou  e estrebuchou face à opacidade desse processo, só possível em regimes como o da Guiné Equatorial de Obiang Nguema.

 

Ao que tudo indica, Tchizé dos Santos não está totalmente satisfeita com os “brinquedinhos” (entenda-se TPA 1 e TPA 2) que o pai-presidente colocou à sua disposição. Além de ser a “dona” da TPA 2 e TPA Internacional, Tchizé age também como “proprietária” do Canal 1 da emissora pública. A senhora empresária detém, por sua vez, a UAU, uma plataforma de TV que interage com a ZAP, da sua irmã e concorrente, Isabel dos Santos.



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: