Bastidores

TPA e RNA manipulam discurso de Ana Gomes

Lisboa - Os órgãos de comunicação do executivo angolano (TPA e RNA) manipularam recentemente as palavras da euro-deputada Ana Gomes induzindo aos telespectadores com a ideia de que ela teria elogiado e reconhecido um suposto “crescimento e desenvolvimento democrático” do regime.

Fonte: Club-k.net 

Para criar  a ideia que ela elogiou o regime

De acordo com constatações, a eurodeputado teria dito que sentia-se agradada por notar crescimento e desenvolvimento na implementação dos acordos que a União Europeia (UE) tem com Angola.

 

A media estatal (RNA e TPA), fez aproveitamento da expressão “crescimento e desenvolvimento” e no dia 3 de Julho, transmitiram repetidamente nos seus noticiários principais que a euro-deputada “reconhecia o crescimento e desenvolvimento democrático do país”, ocultando por outro lado o discurso na sua  integra que se podia perceber que em nenhum momento ela se referiu em “crescimento democrático”.

 

Aparentemente induzido ao erro, o dirigente do MPLA, Norberto Garcia foi chamado a fazer comentários a TPA, na sexta-feira (31) fazendo ataques deselegantes contra a euro-deputada e acusou-a de estar em contradição que no seu ver tem dois discursos.

 

No ponto de visto de Norberto Garcia, a parlamentar europeia já havia reconhecido “o crescimento e desenvolvimento democrático de Angola” mas nos outros órgãos de comunicação estrangeiro como a SIC, ele ouvia apenas uma Ana Gomes a fazer criticas ao regime.

 

Recentemente e falando a DW África, a eurodeputada voltou a repetir as suas palavras dizendo que “No quadro dos acordos que a União Europeia (UE) tem com Angola, também tenho obrigação de me interessar e de verificar se efetivamente o respeito pelas liberdades cívicas, os direitos humanos e as condições de desenvolvimento sustentável para a população angolana estão a ser respeitadas pelo Governo angolano.”

Tema relacionado sobre manipulações :

TPA manipula declarações de Alcides Sakala sobre aceitação dos resultados eleitorais

 

Primeira-Dama indisponível para inaugurar novo Shopping

Lisboa – A primeira dama de Angola, Ana Paula dos Santos manifestou indisponibilidade (esteve de férias em Barcelona), a um convite que lhe foi formulado, há já  algum tempo, para inaugurar o novo centro comercial, Ulengo, nos arredores de Luanda.

 Fonte: Club-k.net

Empresários aguardaram mais de seis meses 

O Centro Comercial Ulengo, tem as suas obras concluídas desde Dezembro de 2014 e a sua inauguração estava prevista para o primeiro semestre do corrente ano, na qual os promotores do projecto escreveram ao gabinete presidencial expressando o gosto que teriam em ter a Primeira-dama no referido acto.

 

Porém, no seguimento de pressões de clientes que já haviam pago para o espaço das suas lojas, a gerencia do empreendimento viu-se forçada a proceder a inauguração sem a Primeira-Dama que se encontrava no exterior do país.

 

Para preencher o vazio, foi sugerida  a presença da ministra do comercio, Rosa Escorcio  Pacavira que atendeu ao convite.

 

Localizado atrás do Estádio 11 de Novembro, na Estrada do Calemba II, em frente ao campus universitário Sapu II da Universidade Agostinho Neto, o novo Shopping Ulengo é fruto de um investimento de USD 56 milhões do grupo angolano Glakeni- Comercio Geral, Importação e Exportação, Limitada. A construção do projecto esteve a cargo da empresa chinesa, da King Ting, e foi iniciada em 2011.

 

O grupo empresarial Glakeni, tem como fundador Pedro Miguel Neto, um ex- funcionário do aparelho de segurança e que no seguimento do seu retiro das estruturas estatais, aderiu ao ramo empresarial e a religião “Testemunhas de Jeová”. O mesmo tem como sócia, Zulmira Campos Miguel, a sua esposa e três filhas, Nikacya, Keyths e Gradis Miguel.

 

Na sequência do anuncio do projecto “milionário”, surgiram em Luanda, suspeitas sobre o envolvimento ou apadrinhamento de alguém ligado ao regime mãos invisíveis no projecto de alguém próximo ao regime. Dentre os rumores, soltos, chegou-se a conjeturar -se, que o Grupo terá contacto com os préstimos de um dos sócios da seguradora angolana “Global Seguros”.

TPA não passa discurso de Obama na sede da União Africana

Luanda - A Televisão Publica de Angola (TPA), não passou, nem fez menção do último discurso do Presidente dos EUA, Barack Obama, proferido na sede da União Africana, a quando a sua recente e histórica visita ao continente africano.

Fonte: Club-k.net

Nas redes sociais, alguns internautas angolanos que notaram a censura, reagiram com suspeitas de que a atitude da TPA deveu-se a uma suposta sensibilidade do discurso que se assemelha a Angola, lidera por um Presidente a mais de três décadas no poder.

 

O poeta Fridolim Correia, recorreu a citação de Ofeka Yetu Ivela recordando que certa vez quando Barack Obama nas suas intervenções reconheceu o crescimento econômico de Angola, “os analistas quase que dormiam na TPA, RNA, e TV Zimbo, para analisar o que disse o Presidente americano e agora que picou na crônica dos dirigentes africanos, ‘a eternidade do poder’ ninguém quer dar a cara para analisar”

 

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, afirmou no seu recente discurso, que nenhum líder africano deveria se perpetuar no cargo além do estabelecido na Constituição de seus países, como ocorreu no Burundi.

 

Disse também que quando um líder pensa que é a única pessoa que pode manter unida sua nação, "isso significa que falhou".

 

Obama pediu aos líderes africanos que combatam o cancro da corrupção para garantirem um progresso contínuo no continente e afirmou que os Estados Unidos ficarão ao lado da África para derrotar o terrorismo, alertando que o progresso do continente depende da segurança e da paz.

Isabel dos Santos goza férias em Saint-Tropez

Luanda – A bilionária angolana Isabel dos Santos foi vista recentemente a gozar as suas (ricas) férias na cidade de Saint-Tropez, em França. A presença da primogénita do Presidente da República chamou atenção aos blogueres e paparazzis que se encontravam no local.

Fonte: Club-k.net
Sabe-se que Isabel dos Santos terá participado numa das festas mais disputadas da Côte d’Azur: o regabofe tradicionalmente oferecido nesta época do ano no Lady Joy, o iate de 47 metros de comprimento da socialite austríaca Denise Eisenberg Rich, construída nos Estados Unidos em 2007.

O “evento” também contou com a presença do jogador Magic Johnson, que passa férias na Europa a bordo do iate Amadeus, do bilionário Bernard Arnault (pagando quase um milhão de dólares por semana de aluguel pela embarcação de 70 metros de comprimento), do actor Samuel L. Jackson, da escritora Joan Collins, da modelo sueca Victoria Silvstedt e do CEO da firma de investimentos Blackstone Group, Steve Schwarzman.

“Kopelipa” falha encontro com Portas

Washington - O Chefe da Casa de Segurança da PR, general Manuel Hélder Vieira Junior “Kopelipa” falhou  a  um encontro, que teria lugar  em Luanda, com o Vice-Primeiro Ministro português, Paulo Portas que visitou o país, por ocasião da realização da Filda, na semana passada. De acordo com conhecimento, motivos de agenda (de ambas as partes) estiveram na origem  da  não concretização do acto.

Fonte: Club-k.net

Da parte portuguesa, era desejável que o encontro fosse para sexta-feira (24), um dia apos a chegada de Paulo Portas. Porém, apesar de o general “Kopelipa” não ter confirmado a solicitação que lhe foi feita para o encontro, foi por outro lado verificada discordância da agenda do próprio Vice-PM, português que inicialmente tinha uma agenda  de dois dias a Luanda. Em ultima da hora, Paulo Portas teve de encurtar a sua estada para um dia gorando, assim,  o encontro no único dia possível.

 

De realçar que em Julho do ano passado, o general “Kopelipa” teve um breve encontro com Paulo Portas, quando este governante português visitou Luanda também por ocasião da realização da Filda. Paulo Portas foi recebido de manha pelo Presidente JES e de noite, o general “Kopelipa” deslocou-se ao hotel, onde o dirigente português estava hospedado, em Luanda,  para conversarem.

 

A recente indisponibilidade de “Kopelipa” é também remetida a “desculpas” de que estaria em viagem. Na ausência do Presidente José Eduardo dos Santos (JES) aquela alta patente do regime, é que na pratica, desempenha o papel de Vice-Presidente “de facto”, em detrimento de Manuel Vicente, que é visto como uma figura decorativa.

Carlos Feijó responde Club-K

Luanda - O antigo Ministro de Estado Carlos Maria Feijó, esclareceu que esta fora de funções políticas desde 2012, distanciando-se assim do teor de matérias postas a circular apontando que alguns ministros estariam a receber orientações suas. A reacção do mesmo consta numa nota enviada pela sua assessoria de imprensa cuja íntegra reproduzimos.

Fonte: Club-k.net

Jurista esclarece que não  exerce funções públicas desde 2012

Exmos Senhores,

Tomei conhecimento da publicação de um matéria nos termos da qual Ministros estão a receber “ordens” minhas. Não quero fazer qualquer juízo de valor sobre os objectivos de uma publicação com este teor nem sequer comentar o tipo de exercício da liberdade de informar.


Não vem isto aqui a propósito. Apenas em nome do respeito a minha reserva íntima da minha vida privada e do meu direito ao silêncio ou que depois da cessação de um cargo publico o direito a levar uma vida fora das manchetes dos jornais me leva a fazer este desmentido.


Não quero entrar em querelas políticas internas porquanto , apesar de ser Membro do BP-MPLA, não exerço desde 2012 qualquer função pública ou estatal. Exerço a minha profissão de advogado, jurisconsulto e Professor Catedrático na Faculdade de Direito de Direito da Universidade Agostinho e na Faculdade de Direito da Universidade Nova de Lisboa.


A publicação de uma notícia, como essa, prejudica, sobremaneira, a minha relação com as instituições com que trabalho em particular os que, no estrangeiro e Angola, procuram os meus serviços de consultoria e que em rigor seguem as boas praticas de não contratarem serviços de pessoas politicamente expostas como a notícia faz supor.


Espero, pois, que seja reposta a verdade porquanto tudo quanto foi dito não corresponde a verdade e gostaria que me deixassem levar a minha privada em sossego.


Cumprimentos
Carlos Feijó

Descoberta de gestão de “falsos perfis” causa mal estar

Lisboa - A recente descoberta segundo a qual o regime do MPLA  teria agenciado um grupo de  jovens para gestão de falsos perfis para desviar os debates nas redes sociais, precipitou, no passado dia 12 de Julho, uma reunião na sede do Gabinete de Revitalização e Execução da Comunicação Institucional e Marketing da Administração «GRECIMA», propositada a analisar o tema.

Fonte: Club-k.net

Regime criou contas no facebook para louvar imagem de JES

Pedro Estevão, jurista e técnico da Casa Civil da PR, a quem os gestores dos falsos perfis respondem, foi a entidade que conduziu a reunião tendo apelado ao sigilo dos seus colaboradores antecedido com posições de desconfianças destinadas a identificar de onde terão partido as supostas fugas de informação.

 

A tese mais consistente identificada no pensamento dos quadros do GRECIMA, é de que a fuga de informação poderá ter partido de funcionários  abrangidos por um recente despedimento, movidos por um sentimento de desforra.

 

O Grupo de gestão dos falsos perfil nas redes sociais foram treinados em 2012, em Luanda,  por um especialista brasileiro Fabio Camilo. Os mesmos são jovens docentes e recrutados a partir da Universidade Lusíada de Angola (ULA), por um analista e consultor do GRECIMA, Belarmino Van-dunem. Os mesmos (Deodato Francisco, Paulo Tecas, e outros três) através dos falsos perfis participarem nos debates nas redes sociais com posições em defesa do regime. No geral procuram desviar ou  contrariar as reações dos internautas que criticam a  conduta menos correcta  das autoridades angolanas.

 

O GRECIMA órgão pelo qual trabalham, é uma estrutura que funciona na orbita da Presidência da Republica e tem como diretor, Antônio Manuel  Rabelais exercendo um papel decorativo. As reais tarefas deste órgão estão concentradas nas mãos de um responsável , Sergio Valentim Neto, igualmente diretor executivo da agencia “Semba Comunicação” de Zedu dos Santos “Coreon Dú”.

Tema relacionado:

Consultora brasileira provoca mal-estar no GRECIMA

“Kopelipa” de retiro em Benguela

Lisboa – O Chefe da Casa de Segurança da PR, general Manuel Helder Vieira Dias Júnior “Kopelipa” passou o final de semana passado na província de Benguela, onde vive um compadre seu, Fernando Andrade.

 Fonte: Club-k.net

Dirigentes começam a  dar  valor as províncias

O seu discreto e raro retiro ao interior do país, está a ser visto em meios competentes, como indicador de que dirigentes do regime estejam a prestar importância as províncias de Angola para refugio privado. No passado era frequente viajarem   ou tirarem as suas ferias no estrangeiro.

 

Na primeira semana de Maio, no seguimento de um final de semana prolongado, um outro detentor de cargo publico, Eduardo Filomeno Bárber Leiro Octávio, Chefe do SINSE, teria também se retirado para a sua fazenda na província de Malanje.

 

Paulo Kassoma, dirigente de proa do MPLA, é também uma das figuras que quando não esta na sua fazenda em Luanda a passar o final de semana, retira-se para províncias como Huambo, Lubango ou Cunene.

 Outros casos a saber:

O Ministro da juventude e Desporto, Gonçalves Muandumba passa os seus finais de semana na Lunda- Sul, sua terra de origem.

 

O Deputado do MPLA, Armando da Cruz Neto faz o mesmo. Desde ao tempo do conflito armado, alimentou uma paixão por Benguela fazendo la a sua residência oficial, num morro, nos arredores do Município da Catumbela.

 

Fernando Garcia Miala, antigo patrão na reserva e agora ao serviço dos interesses presidências também desloca-se com frequência a província do Kwanza-Sul, onde tem uma fazenda. O outro é o general na reserva, Bento dos Santos “Kangamba”, que retira-se com frequência para finais de semana na cidade do Lobito ou para a província do Moxico, sua terra natal, onde tem uma fazenda.

 

Os governadores de Benguela, Namibe e Huambo são também identificados como tendo como preferencia o interior, nas suas fazendas para passagem de final de semanas ou ferias.

 

O outro é o titular do poder executivo no Cunene, António Didalewa, que retira-se, quando pode, para uma localidade, chamada Mongúa, depois de 55 KM de Ondjiva a caminho do Lubango, onde é acolhido numa casa ao estilo da tradição Kwanhama, com os compartimentos e lugares organizados seguindo a tradição daquela aldeia.

 

De referir que no passado, o falecido Presidente Antônio Agostinho Neto, tinha também a reputação de passar as suas ferias no interior do país com a família.

Quem Somos

CLUB-K ANGOLA

CLUB-K.net é um portal informativo angolano ao serviço de Angola, sem afiliações políticas e sem fins lucrativos cuja linha editorial consubstancia-se na divulgação dos valores dos direitos humanos, educação, justiça social, analise de informação, promoção de democracia, denuncias contra abusos e corrupção em Angola.

Informamos o público sobre as notícias e informações ausentes nos canais informativos estatal.  Proporcionamos ao público uma maneira de expressar publicamente as suas opiniões sobre questões que afectam o dia-a-dia, qualidade de vida, liberdades e justiças sociais em Angola... Leia mais

 
 

Direcção consultiva
- Barbosa Francisco  (New York) - IT
- Massano Jorge ( New York) - Editor Principal
- Juca Manuel (New York) - Editor
- Noel Pedro (Lisboa) - Revisor
- Marcos Miguel (Brasil) - Editor
- Júlio Beto - (Holanda) - Editor
- Simão Manuel - (França - Editor
- Juca Fernandes - (Alemanha) - Editor


Telefone: New York: (315) 636 5328

Contactos

 

  • E-mail: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

  • WhatsApp: (+244) 918 512 433 Para uso no aplicativo WhatsApp apenas!

  • Reino Unido : (+44) 784 848 9436

  • Buffalo / EUA: (+1) 347 349 9101 

  • New York /USA: (+1) 315 636 5328

Newsletter

Assine a nossa Newsletter para receber novidades diárias na sua caixa de e-mail.

INSERE O SEU E-MAIL

// TAG FOR ADVERTISEMENT