Luanda -  Falecido a 30 de Maio, no Hospital Samaritano, Botafogo-Rio de Janeiro,  Manuel Gomes dos Santos, faz parte dos quadros antigos do MIREX, de onde entrou desde 1982.

Fonte: Club-k.net

Manuel  Gomes dos Santos, foi licenciado em  História em 1977 pela Universidade Paris VIII, em  França. Quando entrou para o MIREX, começou como técnico superior e, dois anos depois, passou a quadro diplomático. Nos órgãos internos do Ministério desempenhou as funções de chefe de Departamento e secretário-geral, ao tempo do Ministro,  João Bernardo de Miranda.

 

No passado, participou na formação de quadros diplomáticos angolanos na qualidade de professor de História de África e Angolana, no curso de Relações Exteriores, na Escola Nacional do MPLA.

 

No  trajeto diplomático, atingiu ao grau de Embaixador de carreira, e lhe é reconhecido o envolvimento,   no processo de  integração dos Estados membros da SADC, sendo co-autor do hino desta comunidade de países africanos da região austral de África.  

 

Quando em  Março de 2011,  foi dada  por finda a comissão de serviço como a terceira pessoa do Ministério,  o embaixador  Manuel  Gomes dos Santos  foi dados como o quadro que iria chefiar a missão diplomática angolana em Havana.  

 

Acabou adoentado, e em Outubro de 2011 foi transferido em comissão de serviço para os órgãos executivos externos, para desempenhar as funções de cônsul-geral de Angola no Rio de Janeiro.

 

Quem privou com ele, desde o tempo que foi estudante no antigo Liceu Nacional  Salvador Correia, em Luanda,   é unânime em descreve-lo que foi um elemento  bastante comedido e de poucas palavras.  Era também conhecido com alguém que no passado tinha a guitarra como um dos seus hobbies prediletos.  Quando jovem, isto nos anos 60, Manuel Gomes  integrou uma banda musical “Henda ya Xala” ,  ao  lado do conhecido Oliveira de Fontes Pereira.  Pouco tempo depois, aderiu a política ingressando no MPLA.



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: