Moscovo - O presidente russo vai a Luanda na próxima semana, iniciar um novo ciclo nas relações políticas e comerciais entre os dois países.

O presidente russo, Dmitry Medvedev, visita Angola na próxima semana, para recuperar o tempo perdido. Medvedev deve aterrar em Luanda no próximo dia 22 de Junho e traz na bagagem um conjunto de acordos de investimento - sobretudo em energia e telecomunicações - e comércio externo para reatar as distantes relações entre o Kremlin e Luanda.

A queda do muro de Berlim, em 1990, não só ditou o fim da União Soviética, como provocou uma grande quebra na cooperação bilateral entre Moscovo e Luanda. A Rússia virou-se para dentro e esqueceu os seus parceiros africanos, com os quais mantinha uma espécie de relação de solidariedade. Aliás, hoje em dia, no que respeita às relações comerciais entre Rússia e África, pouco se sabe.

Os últimos dados, referentes a 2007, mostram que o maior parceiro comercial do Kremlin no continente africano é o Egipto, para onde a Rússia exporta cerca de 1,9 mil milhões de dólares. Para Angola, os dados não são publicados.


Fonte: Diario economico



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: