Luanda - O ex-delegado da Justiça e antigo vice-governador do Uíge para a Área Social, Miguel Kutoca, está detido desde segunda-feira, acusado pelo Ministério Público do crime de peculato.

Fonte: Angop

Uma fonte ligada à Procuradoria-Geral da República (PGR)no Uíge confirmou ontem à Angop a detenção do ex-delegado da Justiça, que vai responder por infracções cometidas desde 2012, entre as quais a de ter alega-damente desviado mais de 400 milhões de kwanzas dos fundos alocados ao seu pelouro, usados em benefício próprio para a compra de viaturas e imóveis.

 

Miguel Kutoca está ainda a ser acusado de corrupção activa por tentativa de suborno ao magistrado do Mi-nistério Público que investiga o caso. Até à data da detenção, Miguel Kutoca exercia o cargo de consultor do ministro da Justiça e dos Direitos Humanos.

 

A PGR no Uíge anunciou igualmente a detenção do antigo director do Comércio, Indústria e Hotelaria, Boseke Mayamona Mansony.

 

Boseke Mayamona Mansony foi indiciado nos crimes de peculato, abuso de autoridade, falsificação de documentos e associação de mal-

 

feitores, actos supostamente praticados na qualidade de director da instituição.

 

Segundo a fonte, que evitou dar mais pormenores, os dois processos estão em fase de instrução preparatória, para depois serem remetidos ao tribunal.

 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: