Luanda - Duas mulheres, oriundas do Brasil em voos diferentes, foram detidas no aeroporto de Luanda pelas forças de segurança, tendo uma delas em seu poder quase três quilogramas de cocaína, indicou hoje a polícia de Angola.

Fonte: Lusa

Num comunicado, o Gabinete de Comunicação Institucional e Imprensa da Polícia Nacional de Angola, que não indica a data das detenções, adianta que uma das detidas, cidadã angolana, confessou aos Serviços de Investigação Criminal (SIC) do Aeroporto Internacional 4 de Fevereiro, em Luanda, ter ingerido várias cápsulas de cocaína, sem, porém, adiantar a quantidade.

 

Por outro lado, foi, igualmente, detida uma cidadã estrangeira, que foi "flagrada com uma mala de 20 raquete (mata mosquitos) e 19 carregadores de 'vídeo game' contendo, no interior, droga (cocaína) com um peso aproximado a 2,920 kg".

 

Em ambos os casos, prossegue a polícia, as duas mulheres desembarcaram de voos da companhia angolana TAAG, sem referir a sua proveniência, mas a agência Lusa soube que ambas viajaram a partir do aeroporto de Guarulhos, em São Paulo (Brasil).

 

"A Polícia Nacional não abdicará da sua missão de manutenção da ordem e tranquilidade públicas, pelo que alerta a população a estar vigilante e a denunciar os malfeitores, a fim de serem levados aos tribunais", termina o documento.

 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: