Luanda - Se eu fosse João Lourenço , exonerava imediatamente o Ângelo da Veiga Tavares, do cargo de Ministro do Interior. Em substituição deste, nomeava a Dra Ivone de Vasconcelo, ao cargo de Ministra do Interior. Nós precisamos de lideranças como a da Dra Ivone. Quando ficamos hospedados no hospital prisão de São-Paulo, na condição de detidos a mando do ditador José Eduardo dos Santos, nós( os 15+2) tivemos uma relação de amizade muito forte com ela devido a forma cordial e humanístico com que nos tratava.

Fonte: Club-k.net

Reconhecemos nela espírito de governação democrática e de respeito às leis. Foi muito bom não só com os 15+2, também para os que dirigiam-se até ela em busca de soluções de seus problemas.


Saber que foi exonerada pelo simples facto de ter autorizado a transferência de um dos marimbondos para uma outra unidade hospitalar para ser assistido, porque no hospital prisão não havia condições para o efeito? Ela cumpriu com os fundamentos dos direitos humanos, não merecia isso. revolta-me.

 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: