Lisboa –  Notado  em   José Eduardo dos Santos  sinais  de  encurtamento no contacto  que lhe era  familiar  com Maria Mambo Café,  do Bureau Político do MPLA.  Mambo Café  era até pouco tempo,  uma das raras dirigentes do partido no poder com quem JES tinham  uma amizade   aberta, desde a época colonial  e que se estendia  aos tempos actuais. Tratam-se por  “Tu”.


Fonte: Club-k.net

Por lhe abordar a questão dos negócios dos filhos

 Leituras baseadas em métodos de “retaliação”  de JES, acenam  a um paralelismo do encurtamento da amizade com aquela dirigente  ao episodio de a dois anos atrás quando  Maria Mambo Café o abordou em privado  sobre as  criticas que se faz  em torno da  conduta dos filhos do Presidente da República  nos negócios.  Desde então, JES  nunca foi mais visto a atender as chamadas de  Mambo Café ou recebê-la, precipitando  a conclusões segundo as quais o estadista  não terá se simpatizado com  a abordagem.  Cruzam-se apenas nas reuniões do Bureau Político do  Comitê Central.

 


De recordar que Maria Mambo Café foi uma dais mais influentes dirigentes do MPLA entre a década de 70 e 80. Era tida como protegida de Agostinho Neto. A sua relação com JES conheceu a fase em que trabalharam juntos numa  base militar do MPLA,  em Cabinda, antes da Independência Nacional. Desenpenhou cargos no governo e mais tarde foi colocada  em  frente de muitos negócios do partido no poder.   Não obstante ao distanciamento do Presidente,  a mesma tem sido  ofuscada da vida política por questões de saúde. Há dois anos atrás recuperou de um câncer. 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: