Luanda - O jornalista e escritor Luciano António Canhanga anunciou esta semana em Luanda, ter previsão de lançar no II semestre do corrente ano o seu segundo livro intitulado "Manongo-Nongo". 


Fonte: Angop

 
ImageSegundo o autor, em declarações à Angop, Manongo-Nongo é para os tchokwé (povos de Leste de Angola) uma cerimónia festiva que se dá de forma espontânea quando nasce uma nova criança na família.

 
Manongo-nongo é, por isso, a festa do recém-nascido. É a festa da criança que engrandece o agregado social.
 

Fez saber que decidiu intitular o seu livro de "Manongo-Nongo" por ser uma oferta às crianças de toda Angola que devem crescer com sabedoria e inteligência encontrada nos livros que lêm e na sabedoria e experiências transmitidas pelos mais velhos.
 

"Este livro contém estórias do nosso povo, contadas e recontadas de geração em geração, e outras que foram criadas e recriadas por mim", referiu.
 

O livro terá aproximadamente 70 páginas, devendo ser impresso no modelo A5 com textos (estórias) ilustrados e será lançado inicialmente em Luanda e posteriormente na província do Kwanza Sul.

 
Luciano Canhanga nasceu no Libolo (Kwanza Sul) em 1977. Jornalista desde 1996 é formado em Comunicação Social, trabalhou na LAC e colaborou em diversas rádios e jornais nacionais e estrangeiros.
 

Como escritor publicou "O Sonho de Kaúia" (romance-2010). Tem outros títulos por publicar, com destaque para "10 Encantos'' (poemas) e "O Relógio do Velho Trinta" (romance).

 
Trabalha desde 2006 em assessoria de imprensa na Sociedade Mineira de Catoca Lda.



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: