Luanda - "A Polícia Nacional recebeu denúncias que no Cazenga estavam dois grupos diferentes a confrontar-se e presume-se que esses dois grupos têm filosofias diferentes. Uns apoiam as instituições do Estado democraticamente eleitas e outros contestam as autoridades".

 

Fonte: Club-k.net

A afirmação acima transcrita foi feita pelo porta-voz do Comando Provincial da Polícia Nacional, Nestor Goubel, a margem dos manifestantes e citadinos indefesos espancados brutalmente durante o último final de semana.


Por outro lado, críticos apontam que o massacre foi uma acção coordenada entre a Policia Nacional e os membros da "secreta" do governo no poder liderado por José Eduardo dos Santos.


Diante deste paradoxo, o Club-k solícita a participação dos internautas na sondagem que fica ao lado direito da tua tela com a seguinte pergunta: Os agressores a margem da manifestação de sábado último agiram em cumprimento de ordens "superiores" e coordenadas? Não ou Sim



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: