Lisboa – O avanço do   projecto de    José Filomeno dos Santos “Zenu”, virado para a comunicação social foi  protelado por efeito da iniciativa do mesmo em remeter, para seu pai, o presidente  José Eduardo dos Santos para consideração final consubstanciada na gestão de eventuais repercussão pública.


Fonte: Club-k.net

Poderá  ter sentimentos presidências

A idéia do jovem empresário  é lançar no mercado angolano uma   holding  com empresas viradas   a  comunicação social  ao qual  ira  incluir uma, uma televisão, Jornal e a  emissora comercial, a “Rádio Kwanza”.


Tendo em conta a dimensão do projecto propicio a provocar reações o jovem  remeteu para apreciação do  pai, aguardando pela luz verde.


Esta é a primeira vez que Zenu  aposta num projecto fora da banca ou do ramo imobiliário. Por outro lado, há sectores do regime que   receiam surgir   um sentimento de competição  a nível familiar concretamente com as irmãs, por estarem a investir na mesma área.


Não se sabe ao certo quais são  as pretensões que norteiam José Filomeno dos Santos “Zenu”, para apostar na comunicação social. No caso de Manuel Vicente de que  é próximo, a estratégia de criar a Media Nova (TV Zimbo, Radio Mais, O Pais), foi destinada a  projectar  a sua imagem. Não obstante a estes órgãos, M Vicente injectou dinheiro para a compra do semanário “A Capital”, “Semanário Angolense”  e tem capacidade de travar textos no Novo Jornal que não lhe sejam favoráveis.  O mesmo se passa em Portugal, onde por intermédio de seus agentes controla alguns jornais.


O caso especial  de “Zenu” pode dar azo a antigas ventilações de que  esteja  a cultivar  “sentimentos presidenciáveis”. O seu pai coloca Manuel Vicente como  sucessor, nos destinos de Angola  e dentro de uma década, o antigo patrão da Sonangol deixa o caminho aberto para este  filho de José Eduardo dos Santos. Num futuro próximo e sem a eventual presença do pai, o jovem precisará  de  sobreviver politicamente tendo ao lado  um órgão de comunicação social.



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: