Lisboa –  Estalou-se nas últimas semanas, no  ministério do interior, de Angola,  criticas em torno do titular da pasta, Sebastião Martins por ter alegadamente colocado a sua  secretaria,   a  viver  temporariamente  numa suíte do  EPIC SANA Luanda Hotel  cujas despesas estarão a cargo  daquela instituição governamental.


Fonte: Club-k.net

Privilégios da secretaria provocam ciúmes

De  acordo com as criticas, Zora Proença tem  o seu apartamento (nos arredores do bairro coqueiros)  em obras de restauração  e desde então mudou-se, a já alguns meses (com a mãe e a filha de 14 anos) para   a referida unidade hoteleira, onde o Ministério do Interior  desembolsa  cerca de 50 mil dólares por mês para cobrir as suas  despesas. (O quarto  mais barato do EPIC SANA Luanda Hotel custa perto de 450 USD por noite)


As criticas  que se levantam   quanto ao assunto terão sido impulsionadas por efeito de saturação dos funcionários   que,  não obstante  criticarem os  gastos em favor da Secretária, apontam no Ministro Sebastião Martins,  o lado  pouco cooperante para  com os problemas dos  quadros (Invoca falta de verbas quanto lhes solicitam ajuda ministerial ).  Acusam-lhe de apenas favorecer  os seus amigos ou quadros de sua confiança da linha de Jorge de Mendonça Pereira,  Paulo  Molares D'Abril da Costa,  Carlos Alberto Gonçalves  e Joaquim Coimbra Maciel (descrito como a sua mão direita nos  negócios).


Também entre os comandantes Municipais/províncias  da Policia Nacional, onde se escutam  reparos em torno da sua acção, referem-no como o ministro menos disponível para as audiências  e/ou  outras solicitações/preocupações,  comparado aos seus antecessores. (Tecem  referencias  humanistas/extraordinárias  ao falecido  ministro Osvaldo Serra Van-dunem)



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: