Das 18 províncias angolanas, falta apenas divulgar os resultados de Luanda, que dependem da decisão do sobre o pedido de impugnação da votação nesta província por supostas irregularidades.

O recurso para o Tribunal Constitucional foi entregue na quinta-feira depois de a Comissão Nacional Eleitoral (CNE) ter indeferido o pedido de impugnação da Unita relativo à votação em Luanda.

Os resultados definitivos serão divulgados logo após a decisão do Tribunal Constitucional, se este for indeferido, ou apenas depois de a votação na capital angolana se repetir, caso os juízes dêem razão ao presidente da legenda de oposição, Isaías Samakuva.

Com os resultados divulgados em 17 províncias, o MPLA vê confirmada a sua esmagadora vitória em todo o país. No entanto, Luanda concentra cerca de um terço dos 8,3 milhões de eleitores que foram recenseados para a votação.

Fonte: Lusa



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: