Luanda - comentadores da rádio despertar criticaram nesta terça-feira, 16 de Setembro de 2008 as análises e comentários feitos nos órgãos públicos sobre os resultados das eleições, considerando que tais analistas fizeram valer a sua voz para defender interesses partidários do MPLA.

 

ImageOs comentaristas da Rádio despertar questionaram a imparcialidade dos referidos analistas e consideram terem deixado nas suas análises as suas posições partidárias em defesa do pão. “ Toda gente viu que as eleições não correram muito bem em Luanda, não sei porque é que eles não falam a verdade”, disse um ouvinte.

 

Entre os analistas em questão, os ouvintes da comercial destacaram pela negativa o jurista João Pinto (na foto) o mais severo e com os comentários mais desequilibrados. Apesar disso, alguns ouvintes deram nota positiva ao analista Reginaldo Silva, considerando-o o único que fez análises equilibradas.

 

Por se turno o economista Fernando Heitor considerou de comentaristas com mentes formatadas os que nos órgãos de comunicação social do estado fizeram análises sobre as eleições legislativas de Setembro de 2008.

 

Segundo disse, todos eles representam a mesma família política, pelo que as suas análises reflectem apenas um ponto de vista. “Não nos deixemos levar por posições monolíticas, que visam também formatar as nossas mentes no mesmo sentido”, alertou o Dr. Fernando Heitor.

De recordar que João Pinto é  conhecido por ter sido no passado um dos mais criticos ao regime do MPLA ao tempo que viveu em Portugal.

Fonte: Unitaeuro

 

 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: