Luanda – O baptizado “rei do kuduro”, Tony Amado, tem uma dívida na clínica que assistiu o seu filho que ficou entre vida e a morte, após sofrer uma tentativa de assalto na ponte subterrânea na estrada da Samba, em Luanda.


Fonte: Sapo

O músico Tony Amado pediu 15 mil dólares para pagar o tratamento do filho, Puto Mack, que se encontrava em coma na clínica Girassol da Sonangol. O jovem de 17 anos de idade, precisava de fazer uma cirurgia urgente à cabeça onde foi espancado brutalmente. “Estou ainda endividado com a clínica porque ainda não consegui liquidar o valor a ser pago, mas vou lutar para pagar”, disse Tony Amado à margem da conferência internacional de kuduro.


Mesmo com a dívida, o cantor está mais descansado por saber que o seu filho já não corre risco de vida. “Graças a Deus o meu filho está bem, não tem faltado apoio moral de familiares e amigos”.


Na altura do incidente, Tony Amado dirigiu-se à Rádio Luanda apelar ajuda monetária urgente para que pudesse salvar o filho. “Neste momento são precisos cerca de 15 mil dólares americanos e qualquer ajuda é bem-vinda”, pediu o cantor.



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: